domingo, 8 de dezembro de 2019

Chapada dos Veadeiros: guia dos globais indica melhores points



Um lugar de incontáveis cachoeiras, trilhas deslumbrantes e atmosfera mística, de surpreender até os mais céticos. 

Situado a 230km da inquieta capital federal, o oásis servia de refúgio para os brasilienses em um tempo em que conhecer seus encantos era privilégio de moradores da região e poucos aventureiros. 

A Chapada dos Veadeiros, no entanto, se “globalizou”.

Antes conhecida apenas por moradores locais, virou destino pop e que agrega de hippies e atores famosos, sem citar a dezena de influenciadores digitais que aterrissam por lá.

Com melhorias nas estradas de acesso às vilas e comunidades, e estruturas mais organizadas nas cachoeiras, o público da Chapada ficou mais eclético. 

A experiência, até então roots, ganhou alternativas sofisticadas, de pousadas de luxo a restaurantes de alta gastronomia. 

Essas mudanças chamaram atenção de artistas brasileiros. Rapidamente, eles elegeram o local como um dos mais badalados do país.

Guia das celebridades

Fátima Bernardes, Ágatha Moreira, Rodrigo Simas, Caio Castro, Jesus Luz, Gisele Itié, Barbara Borges e Reynaldo Gianecchini são apenas alguns nomes da extensa lista de globais que já se renderam às belezas do local. 

Grande parte deles conduzidos por Cristina Pontes, também conhecida como “guia das celebridades”.

Nascida em Brasília e criada em Cavalcante (GO), um dos cinco municípios que integram à Chapada, ela deixou a profissão de assistente social há três anos para apresentar as belezas do lugar onde cresceu aos turistas.

O projeto de vida se desenrolou rapidamente, impulsionado pelo público seleto que começou a atender bem no início da empreitada.

“Fiz o curso de condutora de visitantes em 2015, mas guiava apenas aos finais de semana. Um dia, uma amiga em comum com Jeniffer Nascimento me pediu para fazer alguns passeios com ela, e eu fui. 

Recebi muitas indicações, até que não deu mais para conciliar as duas profissões. Resolvi largar o sistema, desintoxicar e ser feliz”, relembra.

Quatro anos após o primeiro passeio, ela já perdeu a conta de quantos famosos guiou pelas cachoeiras e trilhas da Chapada dos Veadeiros.

A convivência com influentes também permitiu que Cristina, que se intitula Cristina Sangalo nas redes sociais, realizasse seu maior sonho. 

Por meio da ajudinha dos amigos célebres, a guia conseguiu conhecer a cantora baiana, verdadeira signatária do sobrenome.

“Sempre disse que eu era a maior fã da Ivete Sangalo. Então, eles gravavam vídeos, enviavam para ela e me marcavam. 

Quando ela veio a Brasília, no ano passado, fui convidada para ver o show e conhecê-la. Foi inesquecível”.

Points preferidos



Segundo a guia, o destino mais procurado pelos artistas é a cachoeira Santa Bárbara, eleita pelo Tripadvisor uma das paisagens mais bonitas do Brasil.

A estrela do roteiro atrai turistas pela piscina azul turquesa que se forma sob a queda de 28m. 

Está localizada na comunidade de Engenho II, que integra o Sítio Histórico e o Patrimônio Cultural Kalunga, o maior quilombo do país.

Após a trilha de aproximadamente 1,5km e um mergulho nas águas geladas da cachoeira, os globais costumam aproveitar o almoço oferecido pela comunidade aos turistas. 

O local, segundo Cristina, foi popularizado no Projac pela atriz carioca Maria Maya, outra apaixonada pela Chapada dos Veadeiros.

Apesar da fama, ela considera os passeios tranquilos e diz que os artistas lidam bem com a simplicidade do local. 

“Às vezes, recebo uma ligação de um artista, mas já tinha fechado um grupo. 

Eles não se importam de ir juntos aos demais, de interagir. São gente como a gente, comem a comida simples da comunidade, não fazem careta para o jiló, são muito gente boa”, descreve.

No entanto, há os preferidos: Gil Coelho, Ernani Moraes, Paloma Bernardi e, também, Ágatha Moreira, que já guiou quatro vezes. 

“Me diverti muito com eles”, justifica.Além da cachoeira Santa Bárbara, Cristina elenca outros três destinos que considera sagrados na Chapada dos Veadeiros.

Segundo a especialista, são locais que valem a visita pela exuberância e pela chance de encontrar com algum artista que você acompanha e admira.


Cachoeira do Guardião



Majestosa e pouquíssimo explorada, a Cachoeira do Curriola ou Cachoeira do Guardião, como também é conhecida, foi aberta para visitação no ano passado. Só guias mais experientes sabem de sua existência e localização, na Comunidade Kalunga do Vão do Moleque, também em Cavalcante.

A novidade promete dividir as atenções da cachoeira Santa Bárbara por ser tão bonita quanto, com piscina azul turquesa de até 12 metros de profundidade, e uma queda d’água cercada por um enorme paredão. “É uma linda paisagem, parece uma pintura de tão bonita”, afirma Cristina.

Para chegar até a comunidade Vão do Moleque é necessário passar por uma estrada de difícil acesso e com pouquíssima sinalização. Só é possível chegar com um veículo 4×4 e acompanhado de um guia credenciado. Além disso, a entrada na cachoeira é paga, R$ 20.

Ponte de Pedra



Outro destino que vale a visita, na opinião de Cristina, é a Ponte de Pedra. O local é uma formação rochosa com um vão de quase 30m sobre o Rio São Domingos, que precede um mirante voltado para um vale espetacular e uma cachoeira com quase 100m de altura.
Candaru

Candaru é uma cachoeira pouco conhecida em Cavalcante e na Chapada dos Veadeiros. Com 70m de altura e duas piscinas naturais, e impressiona pela exuberância.

A entrada da cachoeira custa R$ 10. Como ela inclui trechos dentro da mata e sem sinalização, é essencial contratar um guia para garantir um passeio seguro.

Fonte e texto: Site Metrópoles

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.