quarta-feira, 6 de novembro de 2019

Listão dos municípios de Goiás que poderão deixar de existir se projeto de Bolsonaro for aprovado


Goiás tem 246 municípios, mas, se perder 94 (ou 96), ficará com 152. 


O presidente Jair Bolsonaro planeja que cidades com menos 5 mil habitantes e sem arrecadação própria devem ser incorporadas a outras cidades. 

O objetivo é que o custo dos municípios seja mais baixo para a sociedade.

Será fácil? Pode até não ser impossível, mas será muito difícil a aprovação da mudança. Há cidades que, embora tenham menos de 5 mil habitantes, são históricas e será difícil acoplá-las a outras cidades.

O governo deve usar o Censo do IBGE na definição da população. Haverá problemas e debates infindáveis e inflamáveis. Veja-se o caso de Baliza. A rigor, o IBGE avalia que sua população estimada para 2019 será — ou já é — de 5.138 habitantes. 


Noutras palavras, o município não será incorporado a outro. Entretanto, e se a população estimada não for alcançada? O IBGE faria outro Censo, de imediato, para verificar se os valores estimados foram confirmados — e não apenas a respeito de Baliza?

No caso de fusão de municípios haverá outro problema: serão criados outros nomes ou as populações de duas (ou mais) cidades fariam eleições para definir qual nome será mantido?

Lista dos 94 município de Goiás possivelmente incorporáveis

1 — Divinópolis de Goiás 4.804 pessoas

2 — Santo Antônio da Barra 4.821

3 —Rianápolis 4.801

4 — Itaguari 4.676

5 — Turvânia 4.598

6 — Itajá 4 605

7 — Montividiu do Norte 4 449

8 — Novo Planalto 4 445

9 — Mossâmedes 4 377

10 — Rio Quente 4 371

11 — Matrinchã 4 366

12 — Formoso 4 325

13 — Bonópolis 4 316

14 — Aporé 4 163

15 — São Miguel do Passa Quatro 4 032

16 — Portelândia 4 000

17 — Guarani de Goiás 3 940

18 — Porteirão 3 830

19 — Varjão 3 816

20 — Santa Isabel 3 803

21 — Ouro Verde de Goiás 3 797

22 — Mutunópolis 3 793

23 — Amaralina 3 778

24 — Caldazinha 3 759

25 — Gameleira de Goiás 3 753

26 — Heitoraí 3 714

27 — Edealina 3 710

28 — Brazabrantes 3 659

29 — Campinaçu 3 649

30 — Hidrolina 3 622

31 — Campestre de Goiás 3 610

32 — Palminópolis 3 589

33 — Araçu 3 560

34 — Taquaral de Goiás 3 537

35 — Trombas 3 501

36 — Cromínia 3 500

37 — Castelândia 3 464

38 — Palestina de Goiás 3 460

39 — Santa Tereza de Goiás 3 431

40 — Teresina de Goiás 3 416

41 — Colinas do Sul 3 404

42 — Santa Rita do Novo Destino 3 331

43 — Damianópolis 3 315

44 — Buritinópolis 3 302

45 — Nova Roma 3 293

46 — Estrela do Norte 3 286

47 — Professor Jamil 3 243

48 — Amorinópolis 3 185

49 — Aurilândia 3 184

50 — Perolândia 3 116

51 — Urutaí 3 078

52 — Novo Brasil 2 985

53 — Sítio d’Abadia 2 977

54 — Cristianópolis 2 968

55 — Damolândia 2 923

56 — Nova Iguaçu de Goiás 2 923

57 — Jaupaci 2 898

58 — Ipiranga de Goiás 2 893

59 — Santa Cruz de Goiás 2 892

60 — Cumari 2 871

61 — Uirapuru 2 868

62 — Três Ranchos 2 837

63 — Israelândia 2 815

64 — Arenópolis 2 689

65 — Panamá 2 627

66 — Mimoso de Goiás 2 612

67 — Adelândia 2 517

68 — Buriti de Goiás 2 501

69 — Diorama 2 488

70 — Aparecida do Rio Doce 2 474

71 — Jesúpolis 2 474

72 — Campos Verdes 2 459

73 — Avelinópolis 2 425

74 — Ivolândia 2 406

75 — Santa Rosa de Goiás 2 388

76 — Palmelo 2 380

77 — Mairipotaba 2 373

78 — Córrego do Ouro 2 364

79 — Nova América 2 346

80 — Pilar de Goiás 2 314

81 — Morro Agudo de Goiás 2 264

82 — Marzagão 2 223

83 — Nova Aurora 2 199

84 — Davinópolis 2 094

85 — Guaraíta 2 041

86 — São Patrício 2 035

87 — Aloândia 2 005

88 — Água Limpa 1 872

89 — Guarinos 1 852

90 — Moiporá 1 557

91 — Lagoa Santa 1 555

92 — São João da Paraúna 1 417

93 — Cachoeira de Goiás 1 361

94 — Anhanguera 1 137


Fonte: Opção

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.