terça-feira, 12 de novembro de 2019

Ação da PM salva bebê engasgado, em São João d’Aliança


A Polícia Militar de São João d’Aliança, município situado no nordeste goiano, a 330 km da capital do estado, mais uma vez agiu com rapidez e presteza, socorrendo uma família em situação de desespero.

A ação desta vez culminou no salvamento de um bebê com pouco mais de um ano de idade.

O fato ocorreu na tarde de sábado, 9/11, quando a viatura ocupada pelos Soldados R. Meira, Feitosa e Álan, foi acionada via telefone 190 pela cidadã Eva Silene de Souza, solicitando ajuda para socorrer um bebê que se encontrava engasgada.

A guarnição militar se deslocou imediatamente ao local, onde se deparou com a babá em pânico, carregando nos braços a pequena Yohana Ágata Fontineli, em visível estado de desmaio, e baixíssima capacidade de respiração.

Os Policiais Militares deram rápido inicio as manobras de tapotagem e percussões pulmonares (técnica realizada para fisioterapia respiratória), provocando a entrada de ar nos pulmões do bebê e desobstruindo as vias respiratórias, o que levou, em poucos segundo, a criança a se desengasgar. 

A ação imediata dos Policiais Militares atendeu a norma de preservar a vida e a integridade cerebral do bebê, visto que, com a experiência dos Militares, temia-se que um grande tempo sem respirar e sem a oxigenação do cérebro poderia provocar sequelas irreversíveis.

Com a ação dos Militares, e constatado que a bebê estava desengasgada, mas ainda apresentando o quadro de hipóxia, causado pelo engasgo, ou seja, baixa disponibilidade de oxigênio para determinado órgão, a se deslocou com o bebê para o hospital municipal, onde recebeu o socorro de pronto da equipe médica e foi internada para realização dos procedimentos de oxigenoterapia e aspiração endotraquial, ficando em observação.

Segundo o médico plantonista, Vitor Coelho Soares, nesses casos cada segundo é crucial, visto que, quanto mais rápido os primeiros socorros acontecerem, menor a possibilidade de acarretar futuras sequelas irreversíveis. 

O médico fez questão de elogiar os primeiros socorros e rapidez prestados pela equipe de Policiais Militares integrada pelos Soldados R. Meira, Feitosa e Álan.

Fonte: O Vetor 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.