segunda-feira, 18 de novembro de 2019

A dor de uma cidade inteira


A cidade de Combinado (TO) se despediu ontem (18) do cantor regional Kleber Caetano. 


O jovem, muito querido na cidade, morreu na madrugada do último sábado (17), após perder o controle de sua motocicleta, na rodovia TO-110.

Ele morreu instantaneamente após seu corpo chocar-se violentamente contra uma rocha, às margens da rodovia.

O velório e o sepultamento ocorreram neste domingo (17), num clima de tristeza, dor, comoção, incredulidade e consternação.

Centenas de pessoas deixaram seus afazeres de domingo e acompanharam a família no último Adeus ao cantor. O corpo foi sepultado no cemitério de Combinado.

Nesta segunda-feira (18), um dia após o sepultamento, a mulher do cantor, Luciele, grávida de nove meses, entrou em trabalho de parto e foi socorrida a uma maternidade.

Além do bebê que está prestes a nascer, Kleber Caetano deixa outros três filhos pequenos.





Ao desembarcar: idoso de 65 anos é preso, após traficar skunk entre Alto Paraíso de Goiás e Brasília


Um idoso de 65 anos foi preso na segunda-feira (11/11), por volta das 10h30, na Rodoviária Interestadual de Brasília. 


O homem detido pela Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) estava com uma grande quantidade de skunk, que segundo ele, seria entregue em Florianópolis (SC).

O skank é uma supermaconha, uma droga mais potente que a maconha.

Ambas são retiradas da espécie cannabis sativa e, por esse motivo, possuem em suas composições o mesmo princípio ativo - THC (tetra-hidro-canabinol).

A prisão ocorreu durante um estágio supervisionado do Curso de Detecção de Substâncias do Batalhão de Policiamento com Cães, PMDF. 

Durante a operação realizada pelo alunos, o cão Drago localizou na mala do acusado uma grande quantidade de skunk. 

A droga estava em dois tubos de PVC, segundo os policiais.

A PM informa que no momento da prisão o idoso afirmou que pegou a substâncias em Alto Paraíso (GO) e entregaria para outro homem em Florianópolis. 

O acusado e os produtos foram encaminhados para a 1ª Delegacia de Polícia, acusado de Tráfico Interestadual de Substância Entorpecente.

Com informações do CorreioWeb

Alto Paraíso (GO): a arte de transformar as flores secas do Planalto Central




Assim como os inconfundíveis traços do arquiteto Oscar Niemeyer desenhados nos concretos de várias edificações de Brasília, as flores secas do Cerrado são uma das marcas inconfundíveis do Distrito Federal. 

Trata-se da natureza local em seu estado bruto e puro. A essência da beleza rústica. 


Nas mãos de artesãos habilidosos, elas se transformam em belos arranjos montados que, há quase 50 anos, encantam moradores da cidade e turistas de todo país bem ali, em frente à Catedral Metropolitana de Brasília.

Ao todo, são dez bancas que comercializam mais de 50 tipos de espécies de cores vibrantes e díspares. 


Elas podem ser encontradas no cerrado das cidades de Santa Maria, São Sebastião, Cristalina e Padre Bernardo. Também na vegetação seca de Alto Paraíso (GO). 

Em menor escala, entre uma repartição e outra do Plano Piloto, a poucos metros da algazarra das crianças nos pilotis ou na agitação urbana das entrequadras.

São elas: pingo de ouro, sempre viva, papoulinha, amarelão, capim do cerrado, ourinho, folhas-moedas, capim-rabo-de-raposa, pireque-branco, muitas plumagens e pétalas, além, claro, de sementes e frutos de diversas árvores. 

Ah, sim, e tem a emblemática papipalon ou papipalan, a preferida de Lucio Costa [urbanista] e Oscar Niemeyer que, dizem os entendidos, o inspirou a projetar a Torre Digital. “Onde ela dá, parece um tapete branco”, explica Pedro dos Santos Fernandes, o mais antigo dos floristas da Catedral.

Quando ele começou a vender os artefatos naturais do cerrado, tinha de sete para oito anos. Isso era início dos anos 70, pouco antes da inauguração da Catedral, em maio de 1970. 

Aprendeu o ofício com o pai, Dionísio, paraibano que chegou à nova capital no final dos anos 60 para encarar a construção civil. Não deu pé. Primeiro porque os canteiros de obras já estavam lotados de operários e, depois, porque achou o trabalho nos canteiros de obras pesado demais.

“Como ele gostava de mexer com flores lá não foi difícil de se adaptar aqui”, conta Pedro Fernandes, hoje beirando os 60 anos. “Só que aqui ele encontrou uma variedade rica e única”, constata.

Alquimia verde


No livro, “O Menino do Dedo Verde” (1957), do francês Maurice Druon, Tistu é um guri com dom especial para lidar com flores. Numa espécie de Rei Midas da natureza, tudo que ele toca se transforma em arranjos de beleza única, jardins ornamentais.

Impressionante a mágica que os “floristas” da Catedral Metropolitana fazem com as folhas, sementes, hastes, plumagens e flores que colhem pelo cerrado. 

É um tipo de artesanato genuíno e autêntico, 100% não industrializado que faz parte da história da nossa cidade. Assim como os prédios de Niemeyer e o estilo urbanístico de Lucio Costa, um de nossos cartões postais.

Verdadeiros alquimistas do verde, eles vão criando composições artesanais das mais criativas formas, combinações perfeitas que encantam turistas, influenciam designers, lojas de decorações, compartilhando um pedacinho de Brasília com o resto do país. 

“Você tem que colher uma flor de qualidade, de primeira. Se pegar no tempo certo ela dura até 10 anos. Agora se pegar fora do tempo não dura um mês”, ensina o experiente Pedro. “Eu amo mexer com as flores do cerrado, peguei amor pela profissão”, confessa.

Dois tipos de técnicas fazem sucessos na barraca dos artesãos de flores há décadas. As duas exigem dedicação e paciência num processo que vai da colheita ao armazenamento, passando pela desidratação, fervura em soda cáustica, clareamento com cloro, transformando-as em folhas esqueletizadas.

Banhadas com material da cor de ouro, elas brilham ao sol. Já as flores pintadas na anilina, com tinta especifica para couro, palha e flores, demoram mais a ficar pronta – cerca de seis horas. Ambas fazem os turistas suspirarem de encanto e surpresa.

“Eu nunca tinha visto esse tipo de trabalho antes. Lá em Belo Horizonte temos um mercado central que vende muito artesanato. Mas nada parecido”, comenta a designer de moda mineira Raquel Bacellar. 

“A cultura nordestina é muito rica nesse tipo de trabalho manual, até conhecemos algumas dessas flores, mas eu nunca tinha visto algo tão original e belo feito com elas”, comenta o empresário pernambucano Valdir Villar. 

O experiente Pedro conta que os brasilienses compram bastantes, mas os turistas de fora são imbatíveis. “Ao contrário do que parece elas são fáceis de carregar e não estragam fáceis”, tranquiliza.

E ao que tudo indica muitos turistas ainda vão se deslumbrar com a beleza bucólica das flores secas do cerrado. Isso porque se trata de uma tradição que passa de pai para filho, como aconteceu com seu Pedro, perpetuada na família. 

“Eu aprendi esse ofício com o meu tio, se eu não mexesse com flores, nem sei o que seria”, lembra o cearense Guajará Ferreira de Paula, desde os 18 anos no ramo. “Os filhos ajudam tanto na venda, como na colheita. Vou com o grupo para o mato”, revela Pedro.

Fonte: Agência Brasília

sábado, 16 de novembro de 2019

Quando a ‘bala perdida’ pertence a um bandido, ninguém liga. A vida de Ágatha vale mais do que a de Ketellen?


Por Bruna de Pieri,

A pequena Ketellen Umbelino de Oliveira Gomes, de apenas 5 anos, pode ter sido morta durante troca de tiros entre o tráfico de drogas e a milícia, diz a Polícia Civil, que investiga a hipótese.

O crime ocorreu na Praça Cohab, em Realengo, na zona norte do Rio de Janeiro, na tarde desta terça-feira. 

Segundo informações da Polícia Militar, os tiros saíram de um carro que passava pela praça. Acompanhada pela mãe, a menina estava a caminho da escola.

Além de Ketellen, o adolescente Davi Gabriel Martins do Nascimento, de 17 anos, também foi atingido e morreu no local. Ele seria o alvo dos assassinos. Testemunhas relataram que Davi chegou a trocar tiros com os executores.

Em suas redes sociais, o deputado federal Paulo Eduardo Martins (PSC/PR), fez uma colocação que dá título a este artigo e nos faz refletir sobre algo que, infelizmente, está se tornando comum:

 “Quando a ‘bala perdida’ pertence a um bandido, ninguém liga”.

Opinião: Parece que a morte da pequena Ketellen não gerou tanta repercussão como a de Ágatha Félix, de 8 anos, recentemente vítima de uma bala perdida no Alemão. 

A Polícia investiga se o tiro que Ágatha levou partiu de arma utilizada por policiais militares.

Por que não vemos o mesmo estardalhaço e manifestações da esquerda e da imprensa, quando tragédias como esta não envolvem policiais e sim, bandidos?

A indignação é seletiva?

Fonte: Terça Livre

Ronaldo Caiado manda providenciar construção do Centro de Homodiálise de Campos Belos (GO)



Depois de muito vai e vem em torno da construção do Centro de Hemodiálise de Campos Belos (GO), finalmente uma boa notícia.

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado, determinou ao secretário de saúde do estado as providências necessárias de autorização para a construção de tão importante órgão de saúde, que poderá salvar muitas vidas na região do nordeste de Goiás.

A informação é do pecuarista José de Sousa Júnior, que pegou uma carona numa reunião entre o governador, o deputado federal José Nelto, o ex-prefeito de Campos Belos, Aurolino Ninha e o vereador Juranda.

"Na oportunidade apresentei ao Sr. governador Ronaldo Caiado todo o sofrimento dos pacientes que enfrentam esse tratamento ao ter que viajarem até Formosa. Expus a extrema necessidade de termos uma clínica aí na nossa região, inclusive, noticiei os recentes falecimentos que ocorreram por falta da clínica", disse José Júnior.

"Disse ao governador que a sociedade está disposta a nos ajudar e que a nossa região, apesar, de pertencer ao Nordeste goiano, é totalmente distinta de Posse. Diante então, dos nossos argumentos, o Sr. Governador determinou ao Sr. Secretário de Estado de Saúde que providenciasse a Autorização para construção da nossa Clínica de hemodiálise", disse o pecuarista. 


"Quero na oportunidade agradecer o Deputado federal José Nelto, que inclusive nos prometeu uma emenda parlamentar de 700 mil reais para a construção e o Empresário Marcílio por ter nos convidado para participar dessa Audiência".

Mais uma morte de um paciente renal crônico


Na semana passada, mais um paciente renal crônico perdeu a vida, em virtude, principalmente, da doença e do sofrimento que ela traz aos pacientes e à família.

Desta vez a dor atingiu o ceio da família da vereadora de Campos Belos Ivone do Touro, que perdeu a sua matriarca.

Ela era uma das dezenas de doentes renais crônicos de Campos Belos, que não tem como fazer os procedimentos de filtragem do sangue na cidade.

O sofrimento está nas palavras de uma de suas filhas.

"Gostaria de agradecer a todos pelas mensagens e abraços de carinho e apoio. A dor é inigualável e todo esse gesto de carinho tem nos ajudado muito. 

Minha mãe era tudo pra mim, ela foi mais que minha mãe foi minha melhor amiga e quem nos conhecia sabe da nossa amizade, durante esses 37 anos que tive o privilégio de conviver com ela, foi uma experiência linda de aprendizado e carinho mútuo, ela cuidou de nós e prometi a ela que enquanto eu conseguisse ficar de pé cuidaria dela e cumpri. 

Ela sentiu todo meu amor, e não deixei de dizer em nenhum momento o quanto eu a amava e admirava. 

Minha mãe se foi, deixando em pedaços meu coração. Ela me ensinou tudo na vida a ser esforçada e forte, honesta e verdadeira, só não me ensinou a viver sem ela". 



Futebol: garoto de Novo Alegre (TO) é aprovado em teste do Goiás. Escolinha foi essencial




O jovem Luan Alves da Cruz, morador da cidade de Novo Alegre, sudeste do Tocantins, foi aprovado no teste do Goiás Esporte Clube.

A peneira do Goiás foi realizada entre os dias 4 a 9 de novembro, com 90 atletas, inicialmente.

Muitos dos participantes foram selecionados para a segunda fase, onde apenas nove deles foram considerados aprovados.

Entre os aprovados estava Luan Alves, que é integrante e atleta da Escolinha de Futebol Craques do Futuro, um projeto social e esportivo da cidade de Novo Alegre (TO).

Segundo a família, o futuro jogador do Goiás retorna para Novo Alegre com o intuito de regularizar seus estudos e no dia 9 de dezembro volta para Goiânia, pois terá que comparecer às categorias de base do Clube Esmeraldino para treinamentos.

Logo em seguida, a equipe do sub-15 do Goiás irá para São Paulo (SP), onde fará diversos amistosos. Ou seja, a partir de dezembro, Luan Alves já começa a desenhar a sua tão sonhada carreira no futebol.

O professor Dorgival Bilio, organizador  a Escolinha de Futebol Craques do Futuro, diz que se sente muito orgulhoso em ter mais um atleta aprovado em um clube profissional. "Parabenizo a todos, os pais e mães dos atletas da da  Escolinha de Futebol e desejo boa sorte ao Luan nessa nova jornada".

Em vídeo, deputado estadual Paulo Trabalho (PSL) e o deputado federal Vitor Hugo (PSL) prometem viaturas dos Bombeiros e policlínicas para Campos Belos e Posse (GO)


Em um vídeo divulgado recentemente, o deputado estadual Paulo Trabalho (PSL) e o deputado federal major Vitor Hugo (PSL), líder do governo na Câmara dos Deputados, assumiram o compromisso de destinar verbas para a compra de duas viaturas do corpo de Bombeiros - uma para Posse (GO) e outra para Campos Belos (GO).


Também falaram em destinar verbas para a compra de equipamentos para a montagem de duas policlínicas - uma para Posse (GO) e outra para Campos Belos, ambas as cidades situadas no nordeste de Goiás, a região mais pobre do estado.

Com a promessa feita, vamos aguardar a efetivação da promessa e ver se ela se concrete ainda em 2020, porque as necessidades são urgentes, urgentíssimas. 


Assista ao vídeo, que ficará gravado no nosso Blog, para futuras cobranças. 

Barbaridade: em Formosa (GO), mulher é morta, degolada, em armadilha com arame liso montada em estrada


A cada dia, a sociedade tem se assustado com a imensa quantidade de feminicídio - assassinato de mulheres - ocorridos no país, em todos os rincões. 

E os métodos utilizados pelos homens - ex-maridos, ex-companheiros, ex-namorados - para ceifar a vida delas são os mais cruéis possíveis.

Neste sábado, a cidade de Formosa, no Entorno do Distrito Federal, registrou mais uma barbaridade contra uma mulher.

E a crueldade do assassino beira a roteiro de filme de terror.

Rosemeire Brito do Nascimento, de 37 anos, foi a vítima fatal de uma emboscada montada no alto da madrugada, no meio da cidade.

Ela foi praticamente degolada em armadilha instalada por um criminoso, até o momento não identificado pela Polícia Civil de Goiás.

A armadilha fatal foi montada, segundo a Polícia, na avenida Senador Coimbra, próximo ao Córrego Josefa Gomes, em Formosa.

Rosemeire Brito estava conduzido uma motocicleta Honda Biz, 125, por volta das 3h da manhã deste sábado, quando passou pelo local, onde havia sido colocado um arame liso - aqueles de cerca para gado.

O arame estava estendido perpendicularmente à pista, amarrado em uma árvore e afixado do outro lado em um poste.

A mulher trabalhava com buffet e estava voltando de um evento, quando passou pelo local ao retornar para casa.

No local da armadilha, chocou violentamente o pescoço contra o arame estendido na pista. Rosemeire Brito perdeu a vida imediatamente, após um profundo corte.

Segundo a Polícia Militar, que atendeu a ocorrência, a vítima, após ter a vida ceifada, ainda teve todos os seus pertences roubados.

Até o momento não está claro se a armadilha mortal foi montada especificamente para matar Rosemeire Brito ou ela foi uma vítima aleatória de criminosos que atuam na área para roubar.

A Polícia Civil segue investigando o caso, um dos mais bárbaros ocorridos em Formosa neste ano.

As informações são "Foca Lá" e do Capitão Rodrigues - Comandante da 2ª Companhia da PMGO.

Combinado (TO): acidente de moto mata o cantor Kleber Caetano






Um grave acidente de motocicleta matou, na madruga deste sábado (16), o cantor de forró Kleber Caetano.

Natural de Combinado, sudeste do Tocantins, ele era um dos mais prestigiados cantores regionais e muito querido em sua cidade natal.

O acidente ocorreu na rodovia TO-110, entre as cidades de Combinado e Aurora do Tocantins. 

Segundo as primeiras informações, o cantor, que estava de capacete, viajava de uma fazenda, situada na zona rural de Aurora do Tocantins, possivelmente após um show, com destino a Combinado, onde morava, quando, numa curva, perdeu o controle do veículo e caiu.

Com a queda da moto, o corpo do jovem cantor foi lançado contra uma pedra, às margens da rodovia. 

A Polícia Militar, amigos e familiares, logo pela manhã, localizaram o veículo e o corpo do jovem, ao lado do capacete. 

Ele apresentava um imenso corte na cabeça, após chocar-se violentamente contra a pedra. 

A  morte do cantor Kleber Caetano comoveu e deixou transtornada a cidade de Combinado, assim como toda a região do sudeste tocantinense. 

O cantor deixa a mulher Luciele grávida de oito meses e  três filhos pequenos. 

Nas redes sociais, são muitas as mensagens de carinho e consternação. 

"Descanse em paz, primo. Esse foi o último show que fiz com você. Aniversário de Combinado. Estávamos muito felizes por está no palco e ainda celebrando o aniversário da nossa cidade querida. 

Nesse dia você foi muito admirado e eu o admirei também. Não tenho nem palavras para descrever o que estou sentindo. Sua música sempre estará tocando e alegrando as pessoas.

Toque aquele forró aí de cima para nós, irmão", postou o primo Felipe Serafim.







sexta-feira, 15 de novembro de 2019

Black Friday CMC, com promoções jamais vista em Campos Belos (GO), entre 20 e 30 de novembro



Almas (TO) comemora seus 61 anos de emancipação em grande estilo e participação da Comunidade








Uma noite que ficará marcada para a população almenses, quando o município completou seus 61 anos de emancipação política e independência administrativa, a comunidade de Almas, comemorou na noite desta sexta-feira (13) e quinta-feira (14).


O aniversário da cidade, uma das mais importantes do Sudeste Tocantinense, contou com apresentação de shows musicais, presença de autoridades locais, regionais e estadual, queima de fogos e grande show dos "Barões da Pisadinha". 

Já no dia seguinte foi a vez dos munícipes receberem os shows com a cantora Taísa Marques e a Banda Top 10.

No virar do relógio a meia-noite, quando a Banda Municipal subiu ao palco para apresentar sua homenagem a aniversariante. 

Ao lado de sua esposa, a primeira dama Elisete Barbosa, do vice-prefeito, Nery Ribeiro e esposa, Lena Cardoso e demais autoridades politicas, o prefeito Wagner Nepomuceno, o "Waguinho", enfatizou o sentimento de gratidão pela passagem do aniversário. 

"Tenho orgulho em ser filho desta terra a qual hoje sou representante, aclamado pelo povo e outorgado por Deus. Hoje comemoramos 61 anos de emancipação da nossa querida Almas. 

Essa festa foi preparada para vocês com muito carinho. Uma festa com entrega de obras para nosso povo, obras estas realizadas com zelo pelo dinheiro público. E podem esperar que teremos muito mais", afirmou o prefeito.

O deputado estadual Nilton Franco representou os deputados federais Carlos Gaguim e Vicentinho Júnior. 

O evento contou também com a presença dos prefeitos de Dianópolis, Padre Gleibson Moreira, de Porto Alegre do Tocantins, Rennan Cerqueira e de Rio da Conceição, Mauro Júnior. 


HISTORIA DE ALMAS

Existem relatos que por volta de 1610 a 1730, com as Bandeiras e as Missões Religiosas, presentes no interior do Brasil, estas passaram por esta região particularmente pelo local onde hoje sedia a cidade de Almas, onde já existia Aldeias de Índios.

Mas a história registra, que foi em 29 de setembro de 1734, a chegada ao lugar dos primeiros moradores de fato, tendo à frente o português Manoel Ferraz de Araújo, que percorria a região a procura de ouro. 

Seu primeiro nome foi São Miguel das Almas. Ainda no século XVIII, a Coroa de Portugal, procurando garantir sua arrecadação aqui na capitania de Goiás, instalou postos de fiscalização e arrecadação dos tributos incidentes sobre animais em trânsito de uma capitania para outra. 

Assim como os "registros", fiscalizavam o ouro, as contagens eram especializadas na tributação de gado e outros animais. Contudo, fiscalizavam e arrecadavam outros tributos de quem ali passasse. 

"Contagem" foi um termo usado pela primeira vez em Minas Gerais para designar a "Contagem do Ribeirão das Abóboras, origem da cidade de Contagem naquele Estado. No Estado de Goiás, os fiscais eram chamados de "contageiros".

Em 1798, a Rainha D. Maria I determinou a extinção desse cargo, unificando-o com o cargo de "Fiel de Registro". Almas teve seu posto, denominado "Contagem das Almas", que foi mencionado pelo Padre Luiz Antônio da Silva e Sousa, mas este posto já existia em 1780.

Em 1710, chegaram nesta região os Bandeirantes para fazer exploração de ouro. Para o município de Almas – TO, veio o Bandeirante Bernardo Homem, que explorou ouro utilizando mão–de-obra escrava, tanto dos negros trazidos da Bahia e Pernambuco, como dos Índios que viviam na Aldeia. 

Foi a partir deste período, com a mistura de Negros, Índios e Portugueses, que começou o povoado propriamente dito.

Apesar de ter chegado ao local depois do português Manoel Ferraz de Araújo, o português Bernardo Homem é considerado o fundador do município, construiu a primeira igreja católica, trazendo de Portugal várias imagens sacras, inclusive a de São Miguel, pois era costume dos bandeirantes, levarem para cada povoado que surgia uma imagem Sacra para abençoar os novos povoados. Ele deu o nome ao local de Arraiá de São Miguel das Almas.

Com o evento da Independência do Brasil, em 1822, Bernardo Homem e seus escravos garimpeiros foram obrigados a abandonar as minas de ouro do Arraiá de São Miguel das Almas, e regressarem a Portugal, por ordem da Corte, conduzindo somas altíssimas em arroubas de ouro.

Terminada a fase febril da extração do ouro, o povoado entrou em decadência por um longo tempo. A recuperação demográfica e econômica somente aconteceu décadas depois com a introdução e criação de gado em algumas fazendas do município.

Este município, de acordo com o livro Geografia Histórica da Província de Goiás, de Raimundo José da Cunha Matos, consta que está a 14 (quatorze) léguas ao oriente da Natividade: consta 73 casas humildes; Igreja de São Miguel mui pobre. 

O Rio Manoel Alves fica três léguas distante do Arraial, que é freguesia. Tem uma Companhia de Ordenanças, e daqui ao registro do Duro há dez léguas. Consta ainda que a Comarca de Goiás é composta de Serras elevadas, e a maior parte delas escalvadas ou com pouca vegetação, uma das principais montanhas é a seguinte: Serra Negra, ao norte do Rio Traíras no julgado deste nome, terá seis léguas de extensão.

Na época, o ouro, o que por motivo de sua cor parda chamaram de podre, foi motivo de imensas desordens no tempo do Governo de Tristão da Cunha e Menezes. Riqueza imensa foi encontrada no Arraial de São Miguel e Almas e nas terras de D. José de Matias, ainda pelo Bandeirante Bernardo Homem.
FORMAÇÃO ADMINISTRATIVA

Distrito criado com a denominação de Miguel e Almas, pela lei provincial nº 15, de 10-11- 1854, subordinado ao município de São José do Ouro.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o distrito de Miguel e Almas, figura no município de São José do Ouro.

Pela lei estadual nº 428, de 21-06-1913, o distrito de Miguel e Almas foi transferido do município de São José do Ouro para o município de Natividade.

Nos quadros de apuração do recenseamento geral de 1-IX-1920, o distrito de Miguel e Almas, figura no município de Natividade.

Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937.

Pela lei estadual nº 557, de 30-03-1938, o distrito de Miguel e Almas tomou a denominação simplesmente de Almas.

No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, figura no município de Natividade o distrito de Alma (ex-Miguel e Almas).

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1955.

Elevado à categoria de município com a denominação de Almas, pela lei estadual nº 2.094, de 14-11-1958, desmembrado de Natividade. Sede no antigo distrito de Almas. Constituído de 2 distritos: Almas e Rio da Conceição, ambos desmembrados do município de Natividade. Instalado em 01-01-1959.

Fonte: Tribuna do Interior

quinta-feira, 14 de novembro de 2019

Novo Point: "Rancho Urbano Cozinha e Bar" será inaugurado nesta sexta-feira (15), em Campos Belos (GO)


Casal empreendedores Petalo e Ludyelle Rayane inauguram mais um point na cidade de Campos Belos, nordeste de Goiás.

Os empresários já são donos da "Mais Conveniência", o barzinho mais badalado da cidade, popularmente o point dos jovens.

Agora inauguram O "Rancho Urbano" Cozinha e Bar, que foi montado  no antigo "Bicas", setor Aeroporto, ao lado do Centro Olímpico.

Além dos ótimos pratos, o cantinho terá espaço play graund, onde os pais terão sossego ao deixar os filhos brincando, sem nenhum custo adicional; música ao vivo todas as sextas-feiras, e aquela  comida boa, a mais popular da região

A inauguração ocorre sexta-feira (15), com a presença e apresentação do cantor Beto Costa, o top da nossa cidade.

Canalhice: polícia encontra fazenda onde aconteceu o extermínio de três onças-pintadas




A fazenda onde supostamente foi realizada a matança de três onças-pintadas, divulgadas em diferentes redes sociais, foi localizada pela Polícia Civil de Cuiabá, nesta quarta-feira (13).

O local fica no município de Cocalinho, a 765 km da capital de Mato Grosso. De difícil acesso, a propriedade fica a aproximadamente 150 quilômetros da região central do pequeno município.

Na propriedade, a equipe da Polícia Civil encontrou a caminhonete que aparece no vídeo, confirmando se tratar da propriedade onde ocorreu o crime ambiental.

Os policiais foram recebidos por um caseiro que chegou à fazenda há cerca de quatro dias, a pedido do proprietário, segundo o qual o imóvel estava vazio. Questionado, o funcionário disse que ficou sabendo do vídeo em que as onças aparecem mortas somente depois que chegou no local.

O crime ambiental ocorreu há aproximadamente cinco ou seis dias, antes de o novo caseiro ser chamado para trabalhar na propriedade.

De acordo com o delegado, os três suspeitos envolvidos na morte e na divulgação das imagens dos animais fugiram, porém, o dono da fazenda já foi identificado e será ouvido.

A Polícia Civil continua as diligências em buscas dos suspeitos da morte dos animais, que responderão por crime ambiental contra a fauna, previsto no artigo 29 da lei 9605/98.

Com informações de Jornal de Brasília

Audiência Pública para discutir a forma de aplicação de R$ 81 milhões será realizada no Parque Estadual de Terra Ronca, no próximo dia 29


Uma audiência pública será realizada no Parque Estadual de Terra Ronca, no município de São Domingos, no nordeste goiano, no próximo dia 29 de novembro.

O objetivo é deliberar as melhores maneiras para aplicar os R$ 81 milhões no Parque Terra Ronca.

A audiência será na entrada da Gruta de Terra Ronca I, às 14h.

O Deputado Estadual Paulo Trabalho estará presente e convidou deputados, presidente da Goiás Turismo e o Ministro do Turismo.

“Vamos fazer com que esse recurso transforme o turismo do nordeste goiano”, disse o deputado Paulo Trabalho.

Fonte: Antônio Carlos

Homem que matou por dívida é o primeiro de Mato Grosso do Sul a ter alvará de soltura após STF derrubar prisão em 2ª instância


A Justiça de Mato Grosso do Sul concedeu, terça-feira (12), o primeiro alvará de soltura a um preso com base na decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que no último dia 7, derrubou a prisão de condenados em segunda instância.

O beneficiado é um condenado por homicídio ocorrido no dia 20 de fevereiro de 2016, no Jardim Panorama, em Campo Grande. Ele teria matado a vítima a tiros por causa de uma dívida.

Na decisão, o juiz da Primeira Vara de Execuções Penais, Mário José Esbalqueiro, ressaltou que tem posicionamento contrário ao STF, que prevê prisão só após o trânsito em julgado.

O advogado do preso, Renê Siufi, informou que não sabia se o cliente já havia sido colocado em liberdade.

Fonte: G1

Descobrimos uma cachoeira impressionante que rouba a cena na Chapada dos Veadeiros







Buscando fazer uma imersão no turismo de Goiás, a equipe Curta Mais partiu mais uma vez para a região da Chapada dos Veadeiros. 

Fomos em busca de achados e paisagens incríveis com o intuito de trazer todas as informações, dicas e fotos para que você possa se organizar e planejar uma visita à esse paraíso, que é motivo de orgulho para todos os goianos. 

Várias atrações fazem da região da Chapada dos Veadeiros um dos lugares preferidos para os amantes do ecoturismo. 

Dessa vez descobrimos um verdadeiro pedaço do paraíso, ainda pouco explorado na região e que reserva belas paisagens. Trata-se da incrível e imponente Cachoeira do Cordovil, com um poço lindo para relaxantes banhos e vegetação muito preservada, que reserva belas paisagens.

A Cachoeira do Cordovil fica no Santuário de Vida Silvestre Fazenda Volta da Serra, localiza-se no município de Alto Paraíso de Goiás a 440 km de Goiânia e a 250 km de Brasília.

FAZENDA VOLTA DA SERRA

O nome Fazenda Volta da Serra remete a volta que se dá na Serra da Boa Vista para chegar na sede da propriedade, que servia antigamente de ponto de pouso de tropeiros da região. A Fazenda é um novo atrativo na Chapada dos Veadeiros, abriu recentemente para visitação, em torno de um ano.

Além da Cachoeira do Cordovil, o local também conta com outras atrações, como a Cachoeira do Rodeador e o Poço das Esmeraldas. 

As três cachoeiras, somadas a Fazenda Mata Funda e o Morro do Buracão, formam um cinturão verde que, além de guardar a nascente do rio São Miguel e preservar o entorno de diversas cachoeiras, protege inúmeras espécies da fauna e da flora do cerrado brasileiro.

Suas terras são bordadas pelas águas dos rios São Miguel e Cordovil, entre outros córregos afluentes, como o Tamboril. Durante o dia, avista-se a encantadora Serra da Boa Vista e as araras.

Além de todo trabalho de preservação que a fazenda mantém, a Fazenda Volta da Serra tem sua parte de produção de café, frutas orgânicas, apicultura e meliponicultura com mel. Os produtos são comercializados na Fazenda e nos Empórios da cidade.

A Fazenda dispõe de uma estrutura completa para receber os visitantes. Você pode encontrar área de camping, com apoio de banheiros e cozinha, chalés, com cozinha completa, freezer e frigobar.

TRILHA

É possível realizar a trilha sem guia. Na portaria eles indicam o início da trilha que é toda bem marcada e sinalizada. Lá existem três atrativos: a Cachoeira do Rodeador, o Poço das Esmeraldas e a Cachoeira do Cordovil, nessa ordem crescente de distância. A trilha é panorâmica, decorada com várias flores exuberantes e plantas nativas em uma caminhada plana no meio da vegetação do cerrado brasileiro, que em sua maioria podem ser feitas a pé ou de bicicleta (com a opção de alugar a bike no local), até um certo ponto antes da Cachoeira Cordovil.

CACHOEIRA DO CORDOVIL

A trilha para o Cordovil é de nível fácil a média, limpa e sem muitas subidas em sua maioria, é tranquila, somente ao se aproximar, nos últimos 314m, que exige mais de esforço, a trilha segue a beira do Rio Cordovil encima das pedras do leito. 

Vale o esforço extra, ainda mais considerando que há dois pontos de parada para banho no meio do caminho. A distância da trilha a partir do estacionamento até a Cachoeira do Cordovil é de 4,165 Km (Ida).

Cachoeira do Cordovil: é uma cachoeira grande e imponente, com uma queda de água de 44 metros e um belo poço com uma profundidade em torno de até 3 metros. 

O interessante no meio do poço, bem em frente a queda, é uma pedra que serve como uma "espécie de banco" que você pode nadar até ela, sentar e sentir a névoa de vapor refrescante que é formada pela queda d’água.

O local é ótimo para tomar banho, tanto para as crianças quanto os adultos, com um grande e belo poço, onde há pontos mais rasos e outros mais profundos tornando-se uma atração imperdível, o cenário é um show à parte.OMO CHEGAR

Este paraíso de vida silvestre localiza-se na rodovia estadual GO-239, trecho que liga o distrito de São Jorge, município de Alto Paraíso no Km 72 - a 8 Km de São Jorge e a 27 Km de Alto Paraíso. 

O asfalto passa em frente a sua porteira onde tem uma placa de identificação, daí é só seguir por 3 km de estrada de terra, até a sede da fazenda, onde você poderá fazer o pagamento para a entrada e receber algumas instruções.

Aqui vão algumas dicas para você aproveitar essa experiência com precaução:

-Use calçados apropriados.
-Leve água, repelente, chapéu e filtro solar.
-Leve lanches para poder ficar um tempo maior.
-Uma pequena mochila é suficiente para o passeio. Evite pesos desnecessários.
-Não deixe lixo no local, não faça fogueiras.
-Respeite a natureza

Fonte e texto: Curta Mais

Empresário é preso em Posse(GO). Ele é suspeito de matar modelo após briga, em Goiânia


Um empresário de 33 anos foi preso suspeito de matar o modelo e jogador de pôquer Saulo Pereira da Silva, de 26 anos, em Goiânia. 

De acordo com a Polícia Civil, Ridaj Souza Dias paquerou a namorada da vítima, o que gerou uma briga entre eles.

O empresário foi preso na casa dele, em Posse, na região nordeste do estado, na tarde de terça-feira (12) e encaminhado para a capital. 

O suspeito não foi apresentado à imprensa. A reportagem não conseguiu localizar a defesa de Ridaj até a última atualização dessa reportagem.

O delegado Elton Fonseca informou que o autuado confessou o crime no momento da prisão, sem mostrar resistência, e entregou a arma usada para matar a vítima. Ele é casado e tem um filho.

Investigação

A polícia chegou até Ridaj quando obteve um vídeo de circuito de segurança que gravou o momento em que ele entra no banco traseiro do carro da vítima, olha para os lados e fecha a porta. 

Em seguida, conforme o delegado, o empresário atirou na cabeça do modelo, que morreu no local, às 18h.

Os policiais identificaram a placa do carro em que homem que aparece na gravação estava. O automóvel tinha sido alugado em Luziânia, no Entorno do Distrito Federal. Assim, os policiais conseguiram os dados pessoais de quem havia alugado o veículo junto à locadora.

O primo da vítima, Jorlan Pereira, que mora em Goiânia há cinco anos, compareceu à delegacia e contou que Saulo "era um homem de bem" e sonhava em continuar com a carreira de modelo, que começou em Redenção (PA).

Segundo ele, até que as propostas de trabalho aparecessem, Saulo trabalharia como motorista de aplicativo e guardaria o dinheiro ganho no torneio de poker, R$ 20 mil, para se manter.

"Meu primo deixou um filho de seis meses. Não merecia morrer de uma forma tão brutal e fútil", desabafa Jorlan.

Crime

Saulo foi encontrado morto dentro do carro no Parque Acalanto no dia 19 de outubro. 

Ele, que era do Pará, tinha se mudado para Goiânia há 10 dias e estava tentando trabalhar como motorista de aplicativo. Dias antes, ganhou R$ 20 mil em um torneio de pôquer, onde conheceu o suspeito.

De acordo com o delegado Elton Fonseca, após se conhecerem no torneio, eles passaram a sair juntos deste então. Em uma ocasião, em um bar, o empresário paquerou a namorada do modelo. Saulo o advertiu e eles acabaram brigando.

A partir de então, conforme o delegado, o empresário começou a seguiu Saulo para encontrar o melhor momento para matá-lo.

Fonte: G1

terça-feira, 12 de novembro de 2019

Crise fiscal em Monte Alegre de Goiás. Servidores param e prefeito ameaça com ação judicial. Há quase R$ 2 milhões em dívidas de precatórios



A crise em Monte Alegre de Goiás, nordeste do estado, parece não ter fim. 

Como já publicamos há dias, a prefeitura do município está com sérias dificuldades em honrar os compromissos financeiros com os servidores públicos.

Neste início de novembro, a chapa voltou a esquentar. 

Um comunicado do Sindicato dos Professores do Estado de Goiás foi distribuído à comunidade  informando que, caso o pagamento de todos os servidores da educação municipal não fosse quitado até ontem (11), haveria paralisação das atividades nos dias 12, 13 e 14.  

O que de fato acabou acontecendo.  

Ainda segundo o comunicado, a classe de profissionais está muito preocupada com o fechamento do ano letivo, mas, em virtude da situação, não há outra saída a não ser a paralisação. 

Há servidores sem receber salários há mais de três meses. 

Contas simples de água, luz e internet estão sem serem pagas por muitos deles, por falta de recursos. 

Muitos dos servidores estão se socorrendo a parentes para poder comprar alimentos, medicamentos e outros itens básico de sobrevivência. 

Para piorar, parece que o prefeito da cidade, Juvenal Fernandes, fechou todas as portas para o diálogo. 

Em um comunicado, o prefeito mandou informar aos professores que o ano letivo ficará prejudicado com a paralisação e que, por isso, tomará todas as medidas necessárias  junto ao Poder Judiciário, como ações penais, além de representações junto ao Ministério Público de Goiás e ao Conselho Estadual de Educação. 

No documento divulgado aos professores, o prefeito explica que a falta de pagamento se deve à determinação do presidente do TJGO (Tribunal de Justiça de Goiás), que determinou o bloqueio dos repasses ao município, sempre no dia 10 de cada mês, para o pagamento de precatórios judiciais, por dívidas da prefeitura referentes ao ano de 2016, quem somam quase R$ 2 milhões de reais. 

O bloqueio nas contas do município, segundo o prefeito, tem inviabilizado tudo, até o pagamento dos salários dos serviços essenciais. 

A situação é tensa no município. 



Sociedade sem limites: criança é estuprada pelo próprio pai, em Goiânia. Acreditem, princípio da presunção de inocência está do lado dele


Uma criança de 11 anos foi estuprada pelo próprio pai, no Residencial Vale dos Sonhos, em Goiânia, capital do estado. 

O crime ocorreu no último domingo (10) e foi registrado pelo 10º Distrito de Polícia da capital. 

O autor do crime cumpre pena do regime semiaberto, com uso de tornozeleira eletrônica.

De acordo com informações preliminares da polícia, o estupro teria acontecido na noite de domingo (10), enquanto a mãe e os outros filhos do casal estavam fora de casa. 

No entanto, a garota só se pronunciou sobre o ocorrido à mãe na segunda-feira (11).

Segundo a polícia, o pai confessou o crime após ser capturado no complexo prisional enquanto trabalhava. 


De acordo com as autoridades da Polícia Civil de Goiás, que efetuaram a prisão, a criança estava extremamente abalada.

"O pai, autor do crime, já cumpre pena no regime semiaberto, fazendo uso de tornozeleira eletrônica. Ele foi beneficiado com a progressão de regime em abril deste ano. 

O pai foi condenado a 14 anos de prisão, no ano de 2013, por ter estuprado o enteado, irmão da criança presente na delegacia.

Na DPCA, ele confessou a prática do crime e disse que está arrependido. O autuado é suspeito da prática de outros estupros contra duas crianças de sua família", diz a Nota da PC.

O criminoso foi apresentado à imprensa  e deve ir à audiência de custódia na tarde de quarta-feira (13).


Comentário deste blogueiro - 20 anos de recursos 

Com mais este caso horrendo e gravíssimo, volto a repisar sobre as consequências da decisão do STF da semana passada,  que pode gerar uma "carrada" de impunidade, principalmente em benefício de quem tem dinheiro e pode pagar bons advogados. 

Este homem que aviltou a própria filha, um criminoso vil, está preso apenas de forma temporária. 

Notem que ele já responde a outros processos em liberdade e usa tornozeleira eletrônica. 

Para este último crime, se tiver dinheiro, esse mala vai obter logo logo um habeas corpus e responder ao crime em liberdade, porque, pela decisão do Supremo, até o julgamento final, o rapaz será considerado inocente. 

E assim continuaria livre, leve e solto pelas ruas de Goiânia. Mas, por das condenações, deverá perder a progressão.

Veja: para este último crime, o caso passará pela primeira instância criminal em Goiânia, com inúmeros recursos.

Após anos, subirá para o Tribunal de Justiça do Goiás (TJGO), que também conta inúmeros recursos. Até aí continua inocente. 

Mesmo se condenado, ele não será culpado, pois poderá recorrer ao STJ (Superior Tribunal de Justiça), em Brasília. 

A presunção da inocência continua a beneficiá-lo. 

Naquela Corte, se caso não estiver prescrito (o Estado perdeu o direito de punir), o estuprador da própria filha poderá impetrar mandado de segurança, embargos infringentes, embargos de declaração, recursos extraordinários, além claro, do mérito da própria ação criminal. 

Por fim, o vil criminoso, se tiver grana para continuar a pagar bons advogados, poderá impetrar outros diversos recursos junto ao STF.

Só a partir do último recurso nesta Corte, ele será considerado culpado ou inocente. 

No Supremo, sabe quantos recursos há?  

Vou deixar o próprio ministro Luis Roberto Barroso responder. 

E olha que o caso citado pelo ministro é um homicídio, teoricamente muito mais grave do que o estupro em comento. 


Suspeito de matar homem em bar de Valparaíso diz que vítima ficava “encarando”


O suspeito de matar José Ribamar, em um bar de Valparaíso, no último domingo (9), alegou à Polícia Civil que cometeu o crime porque a vítima ficou o “encarando” e “fazendo gestos de arma com a mão”. 

Elivelton Pereira foi preso ainda na segunda-feira (11) na cidade de Novo Gama, no Entorno do Distrito Federal. 

Segundo informações da Polícia Civil, Elivelton ainda alegou que estava embriagado e negou conhecer tanto a vítima quanto a esposa.

Em depoimento, a mulher de Ribamar disse que eles estavam no bar para o ver o jogo do Flamengo e não conhecia o autor do crime nem a mulher que estava com ele. Ela disse ainda que só prestou atenção aos dois pois a TV estava acima deles e que não houve nenhum tipo de discussão. 


Ela falou ainda que tudo foi muito rápido.

A mulher afirmou à polícia que, após o crime, registrado nas câmeras do estabelecimento, ela foi atrás do autor. Na rua, ele chegou a virar para ela e atirar. No entanto, a arma falhou. 

Elivelton entrou em um carro e ainda tentou atirar outra vez, segundo a testemunha.
Crime

O assassinato foi todo flagrado pela câmera do bar em que estavam no domingo. As imagens mostram Ribamar e a mulher sentados em uma mesa tomando cerveja. 

Ela gesticula apontando para frente. Um pouco depois, Elivelton se levanta, se aproxima do casal e dispara cinco vezes contra a cabeça da vítima, que chegou a ser encaminhada para uma unidade de saúde, mas não resistiu aos ferimentos.

Fonte: Mais Goiás 

Ação da PM salva bebê engasgado, em São João d’Aliança


A Polícia Militar de São João d’Aliança, município situado no nordeste goiano, a 330 km da capital do estado, mais uma vez agiu com rapidez e presteza, socorrendo uma família em situação de desespero.

A ação desta vez culminou no salvamento de um bebê com pouco mais de um ano de idade.

O fato ocorreu na tarde de sábado, 9/11, quando a viatura ocupada pelos Soldados R. Meira, Feitosa e Álan, foi acionada via telefone 190 pela cidadã Eva Silene de Souza, solicitando ajuda para socorrer um bebê que se encontrava engasgada.

A guarnição militar se deslocou imediatamente ao local, onde se deparou com a babá em pânico, carregando nos braços a pequena Yohana Ágata Fontineli, em visível estado de desmaio, e baixíssima capacidade de respiração.

Os Policiais Militares deram rápido inicio as manobras de tapotagem e percussões pulmonares (técnica realizada para fisioterapia respiratória), provocando a entrada de ar nos pulmões do bebê e desobstruindo as vias respiratórias, o que levou, em poucos segundo, a criança a se desengasgar. 

A ação imediata dos Policiais Militares atendeu a norma de preservar a vida e a integridade cerebral do bebê, visto que, com a experiência dos Militares, temia-se que um grande tempo sem respirar e sem a oxigenação do cérebro poderia provocar sequelas irreversíveis.

Com a ação dos Militares, e constatado que a bebê estava desengasgada, mas ainda apresentando o quadro de hipóxia, causado pelo engasgo, ou seja, baixa disponibilidade de oxigênio para determinado órgão, a se deslocou com o bebê para o hospital municipal, onde recebeu o socorro de pronto da equipe médica e foi internada para realização dos procedimentos de oxigenoterapia e aspiração endotraquial, ficando em observação.

Segundo o médico plantonista, Vitor Coelho Soares, nesses casos cada segundo é crucial, visto que, quanto mais rápido os primeiros socorros acontecerem, menor a possibilidade de acarretar futuras sequelas irreversíveis. 

O médico fez questão de elogiar os primeiros socorros e rapidez prestados pela equipe de Policiais Militares integrada pelos Soldados R. Meira, Feitosa e Álan.

Fonte: O Vetor 

Seletivo para professor universitário em seis cidades do Tocantins oferta salários de até R$ 5,8 mil


A Universidade Federal do Tocantins (UFT) lançou edital para contratação de professor substituto com lotação nas cidades de Araguaína, Arraias, Gurupi, Palmas, Porto Nacional e Tocantinópolis. 

São disponibilizadas 16 vagas imediatas e mais 4 para formação de cadastro reserva.

A solicitação de inscrição será recebida, via internet, com o envio do formulário eletrônico devidamente preenchido. A taxa custa R$ 120. Já a remuneração ofertada varia de R$ 2.236,32 a R$ 5.831,21 - dependendo da titulação e carga horária.

De acordo com o edital, a seleção constará de uma única etapa, dividida nas seguintes fases: entrevista e análise de Curriculum Vitae ou Lattes, de caráter eliminatório e classificatório; avaliação de títulos, de caráter apenas classificatório; e prova didática, de caráter eliminatório e classificatório.

O resultado final da seleção está previsto par ao dia 17 de dezembro deste ano. A banca organizadora é a Comissão Permanente de Seleção da UFT, a Copese.

Datas das inscrições

14/11/2019 a 17/11/2019 – Abertura de inscrições somente para as vagas que exigem a titulação de doutor.

19/11/2019 e 20/11/2019 – Abertura de inscrições somente para as vagas que exigem a titulação de mestre.

22/11/2019 a 24/11/2019 – Abertura de inscrições somente para as vagas que exigem a titulação de especialista.

26/11/2019 e 27/11/2019 – Abertura de inscrições somente para as vagas que exigem o diploma de graduação.

Confira o edital completo aqui.

Fonte: AF notícias