sexta-feira, 29 de novembro de 2019

Jornalismo esportivo: para contar um jogo histórico, um texto e uma edição impecável; Assista


Chegou em Campos Belos a Floricultura Oeste Garden. Show de bola!





Chegou em Campos Belos a Floricultura Oeste Garden!

Agora você tem onde comprar uma variedade de coisas belas e do campo.

Flores, plantas de arvores frutíferas, gramas, rosas, orquídeas e artigos de jardinagem em geral.

A Floricultura Oeste Garden fica bem pertinho do Banco do Brasil, em Campos Belos (GO). Show de bola!

quinta-feira, 28 de novembro de 2019

Ponte de madeira não suporta peso de caminhão e desaba




Uma ponte de madeira não suportou o peso de um caminhão e desabou.

O acidente ocorreu numa estrada rural do município de São João da Aliança, no nordeste de Goiás, nesta quinta-feira (28).

O ponto da rodovia GO-116 onde ocorreu o acidente é conhecido como "Ponte da Coruja" e fica no Vale do Paranã.


Por sorte ninguém ficou ferido. 

"Pior que desse jeito está aquela ponte perto da fazenda Atos. Tá uma vergonha também. Tá um perigo, ainda mais a onde passa ônibus escolar e carretas.  Tá complicado viu.  

É que nem a Ábia Duarte disse, verba para pracinha tem, agora investir nas estradas em São João arrumar essas pontes, que estão uma vergonha, não tem", disse uma moradora. 




Gurupi (TO): Jovem é morta pelo marido na frente da família em sua festa de aniversário


Por Bruna Alves, Colaboração para o Portal Universa*

Na véspera de seu aniversário de 25 anos, Dianes Maria Silva Marques decidiu começar a comemorar. 


A festa, com a presença da família e de alguns amigos, acontecia na casa de um de seus irmãos, em Gurupi (TO), na noite do último sábado (23). 

E a intenção era que a celebração seguisse até o dia seguinte. Mas as coisas não terminaram como ela havia planejado.

Por volta das 23h, Dianes foi atingida pelo próprio marido, com 17 facadas na região do abdômen, na frente de sua família e da filha do casal, de apenas quatro anos. 


Ela chegou a ser levada ao hospital com vida e passou por uma cirurgia. Mas teve quatro paradas cardíacas. 

Na última delas, não resistiu e faleceu - no dia de seu aniversário, 24 de novembro. 

O suspeito está foragido.Natural do Maranhão, Dianes se mudou com a família, quando ainda bebê, para o Tocantins. Filha de um pedreiro e de uma auxiliar de cozinha e sempre com um sorriso no rosto, a jovem começou a trabalhar como diarista na adolescência. 

Aos 17 anos, ela se casou e teve o primeiro filho. Já neste relacionamento, Dianes sofreu violência doméstica.

"Quando o menino estava com sete dias de nascido, o marido de Dianes chegou em casa bêbado e bateu nela, porque queria que ela arrumasse a casa", conta o irmão da vítima, Antônio Gidal das Chagas Silva, 29.

"Eu morava nos fundos da casa, escutei ele querendo bater nela e fui lá. Briguei com ele e fomos parar na delegacia. Ele foi preso e não registrou a criança. Hoje, está preso por tráfico de drogas."

Embora tenha passado por muitas dificuldades financeiras, a família permaneceu unida. 

"Meus pais nos ensinaram a ficar sempre unidos. Nós fazíamos churrasco nos aniversários e, no final do ano, fazíamos um jantar. Era aquela alegria", diz o irmão.

Segundo a família, Dianes era uma pessoa muito alegre e não tinha problemas com ninguém. Neste ano, deixou o trabalho como atendente de supermercado para trabalhar como tatuadora profissional.

Pouco tempo depois da separação do primeiro marido, Dianes conheceu Maycon Jhonatan. Eles namoraram por dois anos e, no terceiro, decidiram morar juntos. 

O filho mais velho dela, hoje com sete anos, preferiu morar com os avós maternos. A mãe sempre o visitava e mantinha contato com ele diariamente. O relacionamento durou cerca de sete anos, entre idas e vindas.

Durante esse tempo, o marido chegou a ser preso por tráfico de bebidas. Diante da situação, ela decidiu terminar. 

O homem ficou preso mais de um ano. Foi solto no ano passado e, desde então, tentava reatar.

Após muita insistência, ela resolveu dar uma nova chance ao pai de sua filha. Segundo a família, Dianes havia pagado o aluguel da casa em que morava com a filha até dezembro. Depois, voltaria a morar com Maycon.

A família conta que o homem, três anos mais novo, parecia uma boa pessoa e nunca tinha batido nela. 

Embora o casamento tenha sido apoiado pelos irmãos, os pais nunca concordaram com a união da filha. 

"Quando nós fazíamos churrasco, o Maycon não ia porque meu pai falava que os santos deles não batiam. Ele falava que algo no marido dela estava errado, mas ninguém nunca suspeitou de nada", diz o irmão.

Ainda assim, o irmão diz que nada indicava o que iria acontecer: "Ele nunca a tratou mal, nunca a agrediu. No dia do aniversário, eu fui lá e ela estava toda carinhosa com ele, sentada no colo dele, beijando. Ela estava toda feliz. Ninguém acreditou que ele teve coragem de fazer isso".

A tia concorda: "Ele era uma pessoa muito tranquila. Tanto que a gente dava força para ela voltar com ele".

Ele queria ver as mensagens do celular dela

Segundo a família, no dia do crime, o suspeito agiu normalmente. Brincou e dançou com a mulher. Mas, durante a festa, o casal teve uma discussão. Ele pediu que a mulher desbloqueasse o celular, para que pudesse ver suas mensagens, mas ela se recusou. A recusa teria irritado Maycon e o impulsionado a cometer o crime.

"Ele foi muito frio. Discutiu porque ela não quis colocar a senha e disse que tinha a privacidade dela. Todo mundo pediu para eles pararem com aquela briga e, então, ela abraçou o marido. 

No que ela o abraçou, ele aproveitou [para atacá-la]", diz Maria Silva de Sousa Moura, tia da vítima.

Após esfaqueá-la diversas vezes e deixá-la caída no chão, Maycon ainda teria tentado atingir um dos irmãos de Dianes com golpes de faca. E fugiu em seguida.

"Nem ela acreditava que ele fosse fazer isso. Tanto que, quando ele foi esfaqueá-la, ela ficou olhando no olho dele, até acabar de cair. Ela não reagiu. Não fez movimento nenhum para se defender", diz a tia.

Com a voz embargada, do outro lado da linha, Francisca das Chagas Silva Marques, 45, mãe da vítima, lembra a alegria da filha no que era, até então, um dia de festa. "Ela era uma menina exemplar, de bem com a vida e feliz. 

Aquela era a festa que ela estava esperando há muitos dias e foi interrompida antes da meia-noite, da pior maneira possível."

"Até hoje eu não consegui dormir e estamos sem vontade de comer. A única coisa que a gente está fazendo ainda é um café e tomando água porque, quando a gente vai tentar colocar uma comida na boca, a gente sempre lembra dela. É uma tristeza. Um filho é um filho. Ninguém nunca vai preencher o lugar dele."

Filha diz que o pai cortou a mãe, que virou estrela

Apesar da tragédia, a família tenta se reerguer. Para isso, os pais de Dianes contam com a presença da neta em casa.

"Para mim, ela é uma felicidade porque eu sinto a presença da mãe dela comigo. Ela parece com a minha filha. E tenho a certeza de que o desejo de Dianes era que eu cuidasse da filha dela como ela cuidava. Ela é minha filha duas vezes", diz Francisca.

Apesar da alegria de ter a menina por perto, a família ainda terá que ajudar a criança a superar o trauma de ter visto o próprio pai esfaquear sua mãe. A família já está à procura de apoio psicológico para a menina.

"Ela viu tudo. E agora fica falando que o pai cortou a mãe dela todinha de faca e que a mãe dela virou uma estrela no céu. Ela se senta no sofá, fica lá e aí, do nada, ela chora", diz o irmão da vítima.

A menina foi ao enterro para se despedir da mãe, mas, segundo a família, ela estava em estado de choque. "A gente via que ela estava muito nervosa. É um trauma que ela vai carregar para o resto da vida", lamenta a tia.

Maycon Jhonatan Bispo de Assis tem 22 anos e continua foragido. O delegado responsável pelas investigações, Hélio Domingos de Assis Pereira, confirmou que o suspeito fugiu logo após esfaquear a esposa e ainda não foi localizado.

Para o delegado, não há dúvidas sobre a autoria do crime. "Várias testemunhas presenciaram a agressão", disse.

Segundo o delegado, o inquérito policial está quase concluído e a prioridade da polícia agora é encontrar o suspeito, que já teve a prisão preventiva decretada.


Portal Universa* - UOL

Alô Polícia: violência assusta moradores de Campos Belos (GO), diz leitora


"Bom dia Dinomar, 

Sou leitora assídua do seu blog. 

Gostaria de sugerir uma matéria para o mesmo. Nesses últimos meses estamos passando por um crescente de roubo na nossa cidade (Campos Belos). 

Os ladrões estão entrando em casas com os moradores dormindo e estão levando aparelhos eletrônicos (celulares, notebooks e etc.) 

Além de Bis (motos) e dinheiro. Todos os roubos têm as mesmas características. 

É uma sensação muito ruim de se sentir violada dentro de sua própria residência, onde deveria ser seu local de descanso para começar a rotina no dia seguinte, entrar na sua casa, no seu quarto e no quarto dos seus filhos enquanto estão descansando é uma sensação horrível.

Todos fizeram Boletim de Ocorrência e até agora nenhum suspeito foi preso. 

Sensação de impunidade é o que sentimentos."

Mais que na hora: deputado Léo Barbosa pede implantação de unidade do IML na região Sudeste do Tocantins



O deputado estadual Léo Barbosa (SD) solicitou ao governo do Estado, por meio de requerimento aprovado na Assembleia Legislativa nesta quarta-feira (27), a implantação de um posto do Instituto Médico Legal –IML na região Sudeste do Tocantins, preferencialmente em Arraias ou Taguatinga. 

A demanda foi encaminhada ao deputado por intermédio do vereador Dione do Pastel que reside no município de Combinado e relatou a dificuldade que a região enfrenta para conseguir atendimentos oferecidos pelo IML, tendo em vista que a unidade mais próxima fica em Porto Nacional.

Dione explica que antigamente o serviço era prestado pelo posto de Natividade, no entanto, ele não está mais em funcionamento e agora passou a ser atendido por Porto Nacional. 

"Na última sexta-feira (15), um morador faleceu e o IML só chegou no sábado, às 18 horas, por isso a família não conseguiu dar um velório digno para ele. Precisamos de uma unidade que nos atenda mais rapidamente e essa é uma demanda de vários municípios da região", disse Dione.

 Para o deputado Léo Barbosa, a abertura de um posto em Arraias ou Taguatinga pode atender uma região bem abrangente e proporcionar um serviço mais eficiente à população.

"Essa é uma reivindicação da comunidade e, se atendida, viabilizará a melhoria na prestação dos serviços prestados pelo IML, em especial aos cidadãos em situação de vulnerabilidade, vítimas de violência e familiares de pessoas que foram a óbito e necessitam de identificação", destacou Léo.

Fonte: Assessoria 

quarta-feira, 27 de novembro de 2019

Bazar beneficente



A vereadora Ivone do Touro, juntamente com o estúdio Suelly Pereira e Divani Araújo fotografias, estará organizando, neste sábado, dia 30 de novembro, às 8h, um grande bazar beneficente.

O evento vai ocorrer Rotary Club de Campos Belos, com o objetivo de arrecadar fundos para a compra de cestas básicas, que serão distribuídas para famílias carentes do município. 

"Teremos roupas, sapatos... a partir de R$2,00.

"Venha conferir!"

Confusão: Rotary de Campos Belos (GO) não se entende com Sindicato Rural da cidade e cancela leilão beneficente


O presidente do Rotary Club de Campos Belos, Francisco Edson Lima Torcate, divulgou hoje (27) um comunicado sobre o cancelamento de um leilão beneficente para o Hospital de Câncer de Goiás.

Segundo a nota, no dia 20 de setembro, a presidência do Rotary encaminhou ao presidente do Sindicato Rural de Campos Belos, Wesley Oliveira, um ofício que formalizou o agendamento da data de 14 de dezembro de 2019 para a organização do 1º Leilão Beneficente de Gado de Corte, idealizado pelo Rotary Club de Campos Belos, que seria realizado nas dependências do Parque de Exposição da cidade. 

A segundo o documento, uma semana antes, alguns dos associados do Rotary se reuniram com Wesley Oliveira e apresentaram o projeto, sendo todos muito bem recebidos e tendo a confirmação da liberação do espaço, inclusive, sem custos de locação. 

A partir do dia 27 de setembro, segundo Torcate, foi iniciada a divulgação do Leilão no site da instituição, redes sociais e aplicativos de mensagens, além de contatos telefônicos com produtores da cidade e região. 

"Além disso, reservamos a data com o leiloeiro e ficou acertado que contrataríamos o Responsável Técnico e Secretária do próprio Sindicato Rural por possuírem experiência este tipo de atividade. No último sábado, 23, fomos surpreendidos com a notícia de que a data estava reservada para a realização de um Mega Leilão de Fim de Ano, a ser organizado pela empresa WN Leilões", escreveu. 

O presidente do Rotary também escreveu na Nota, que segunda-feira (25),  tomou conhecimento da divulgação do leilão no dia 14 de dezembro, a partir das 14h, sendo que o leilão organizado pelo Rotary Club estava marcado para as 19h. 

Em razão disso, resolveu cancelar o evento beneficente. 

"Sabedores da impossibilidade de realização de dois leilões num mesmo espaço e num mesmo dia, por questões de logística e manejo dos animais, além das questões administrativas e fiscais que este tipo de evento necessita e em respeito aos produtores interessados em participar de nosso leilão, o Rotary Club de Campos Belos informa que, lamentavelmente, o 1º Leilão Beneficente de Gado de Corte não poderá ser realizado no dia 14 de dezembro. 

Francisco Torcate disse que ressaltava o compromisso daquela instituição com o seu papel social e humanitário e que, retiradas todas as despesas de realização do Leilão, a arrecadação seria destinada para os seguintes projetos sociais e humanitários: aquisição de brinquedos para realização do Natal Feliz; aquisição de equipamentos ortopédicos para serem disponibilizados para empréstimos por meio do nosso Banco Ortopédico e, por fim, doações para a construção do HCG (Hospital de Câncer de Goiás), projeto ao qual o Rotary Club de Campos Belos está se tornando parceiro. 

"Por fim, continuamos com intenção de, em um outro momento, realizarmos este leilão beneficente e contamos com a parceria do Sindicato Rural de Campos Belos, que também tem muito a contribuir com esta cidade e com toda a região".

Encontrado corpo de estudante desaparecido no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros


Por Roberto Nabofarzan, 

A direção do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros (PNCV) acaba de emitir nota informando que foi encontrado o corpo do estudante Matheus Santos da Silva, 23 anos, que estava desaparecido desde a manhã de segunda-feira, 25, quando se distanciou de familiares em uma das trilhas dentro da unidade de conservação.

De acordo com as informações, o desaparecimento do rapaz ocorreu aproximadamente às 9h horas, quando, acompanhado de familiares (irmão, nora e sobrinha), entrou no Parque pela trilha amarela que leva aos atrativos Correderias, Mirante do Carrosel e Saltos.

Nas imediações das Corredeiras, por volta das 10h horas, o irmão do desaparecido, Fabiano Silva, afirma que Matheus se distanciou dos familiares, seguindo correndo pela trilha, até não ser mais encontrado. 


A família então resolveu seguir para as corredeiras, permanecendo até as 13h horas. 

Na sequência, diante da ausência do irmão, retornaram pela trilha, indo até o Mirante do Carrosel e Mirante do Salto, sem encontrar o Matheus. Na sequencia seguiram o circuito da trilha amarela retornando para o Centro de Visitantes (CV) às 16h.

Ao chegarem no CV verificaram com a empresa Sociparques (concessionária) se o rapaz havia saído do parque, o que não se confirmou. 

Por volta das 20h, a equipe da empresa Sociparques realizou a primeira busca (noturna) indo até o a cachoeira dos Saltos de 80 metros, onde encontraram na água apenas um pé de chinelo de Matheus.

Na manhã de terça-feira (26), foram mobilizadas duas equipes de buscas que percorreram toda a trilha amarela e seus atrativos, vasculhando o leito do rio Preto, entretanto sem nenhum sinal do desaparecido.

A família realizou Boletim de Ocorrência de desaparecimento junto a Polícia Civil e acionou equipe do Corpo de Bombeiros Militar em Planaltina de Goiás, que passou a coordenar a operação, reforçada com três mergulhadores e mais dois militares para buscas terrestres. 

Além do efetivo que já estava em operação de campo - 11 pessoas -, somaram-se mais três funcionários da Sociparques, que ampliaram a área de busca para a trilha Cânion/Cariocas. 

Como resultado, o segundo pé do chinelo do Matheus foi encontrado no poço do Salto 80.

O grupamento enviou mergulhador para buscas no rio Preto. 


No período da tarde as equipes de buscas (Sociparques e ICMBio) percorrerão todas as demais trilhas do PNCV (Cânios/Cariocas e Sete Quedas) para verificar a possibilidade remota de encontrar o desaparecido nas trilhas do PNCV.

Nesta quarta-feira (27), as buscas seguiram com três bombeiros mergulhadores, quatro bombeiros em buscas terrestres com dois cães, além de dois brigadistas do Parque Nacional, que, ao final da tarde, encontraram o corpo no estudante próximo a uma cachoeira no Rio Preto.

NOTA INFORMATIVA – 27/11/19 – 16h50

O Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros informa, com pesar, que o corpo de Matheus Santos da Silva, 23 anos, visitante que estava desaparecido desde segunda (25), foi encontrado próximo a uma cachoeira no rio Preto. 

As medidas para retirada do corpo da água e entrega ao IML estão sendo tomadas por equipes do Corpo de Bombeiros de Goiás, Parque Nacional, Sociparques e voluntários locais.

Fonte: O Vetor 

Em Arraias, homem é condenado a 14 anos de prisão. Ele matou pela demora da vítima em buscar uma garrafa de cachaça


Donizete Lima Soares foi condenado a 14 anos de prisão pelo assassinato de Jenilson José Lopes Castro, ocorrido em janeiro de 2011, na zona rural de Arraias. 


O julgamento aconteceu na última segunda-feira, 25, em sessão do Tribunal do Júri da Comarca de Arraias.

A acusação feita pelo promotor de Justiça João Neumann Marinho da Nóbrega relatou que quatro homens, dentre eles Donizete, estavam na casa da vítima, na Fazenda Esperança, localizada na comunidade de Mimoso, onde faziam uso de bebida alcoólica. 

Em determinado momento, acabou a bebida e uma testemunha deslocou-se para um bar localizado em um sítio vizinho para comprar mais aguardente. 

Em razão da demora dessa pessoa, Donizete, Jenilson e outra testemunha saíram do local à procura dela e no caminho, após breve discussão, o condenado agarrou a vítima e, com intenção de matar, o estrangulou, causando morte por asfixia.

Ao final, o júri condenou Soares a 14 anos de reclusão pela prática de homicídio qualificado por emprego de meio cruel e o mesmo terá que pagar indenização de R$ 15 mil como forma de reparação mínima para familiares da vítima. 

A decisão cabe recurso.

Com informações do MPTO

terça-feira, 26 de novembro de 2019

A emoção do rádio: uma narração épica de Luiz Penido, na vitória do Flamengo sobre o River


Gravíssimo: Ambientalistas são presos e acusados de causar incêndios no Pará


Ao menos quatro brigadistas da ONG Saúde e Alegria foram presos na manhã desta terça-feira (26), em Santarém, no Pará. 


A prisão preventiva aconteceu na operação Fogo do Sairé, que investiga a origem dos incêndios que atingiram a região de Alter do Chão, em setembro deste ano. 

A polícia civil afirma que ONGs atuaram para causar os incêndios e, desta forma, conseguir patrocínio para combater os incêndios na Amazônia.

Em entrevista para a TV Tapajós, o delegado José Humberto de Melo responsável pela investigação afirmou que "os próprios brigadistas estavam no momento do início do incêndio, filmavam e depois retornavam para apagar o mesmo incêndio que eles mesmo criaram". 

Segundo o delegado, os brigadistas utilizavam estas imagens para vender a organismos internacionais.

De acordo com as informações divulgadas pela polícia, foram colhidos indícios em dois meses de investigações que apontam o envolvimento da brigada como “causadora do referido episódio”. 

Daniel Gutierrez, que estava à frente da operação, João Victor Pereira Romano, Gustavo de Almeida Fernandes e Marcelo Aron Cwerner foram presos. 

Também foram cumpridos sete mandados de busca e apreensão expedidos pelo juiz da 1ª Vara Criminal, Alexandre Rizzi. 

A operação está sendo coordenada pela Delegacia Especializada em Conflitos Agrários de Santarém (Deca) e Núcleo de Apoio à Investigação (NAI), com o apoio da Diretoria de Polícia do Interior (DPI).

De acordo com o delegado José Humberto de Mello Júnior, diretor de Polícia do Interior do Pará, os investigadores encontraram indícios de que membros da brigada haviam sido beneficiados financeiramente com as queimadas. 

Com base em tais indícios, a polícia interceptou as ligações telefônicas dos suspeitos.

O grupo teria arrecado 300 mil reais em doações realizadas por causa dos incêndios. 

Cerca de 47 mil reais teriam sido recebidos com a venda de imagens da floresta ardendo, fogo que teria sido causado pelos próprios membros das brigadas, segundo Mello. 

O delegado, no entanto, não deu detalhes de como teria sido a participação dos presos nos supostos crimes.

O delegado afirma ainda que ONGs, como a WWF, compraram estas imagens para conseguir doações internacionais para combater os incêndios na Amazônia.

Desde 2018 a Brigada de Alter tem atuado no apoio ao combate a incêndios florestais. 

Alguns, inclusive, atuam como voluntários que trabalham para proteger a Área de Proteção Ambiental de Alter do Chão, em paralelo às suas atividades profissionais e pessoais - sempre ao lado do Corpode Bombeiros. 

A ONG Saúde e Alegria é conhecida pelos prêmios que coleciona devido a atuação na Amazônia.

Deputados de oposição apontam este ato como uma retaliação ao trabalho de combate aos incêndios e o desmatamento que as ONGs tem feito no país.

Veja a nota do WWF-Brasil na íntegra

Sobre a prisão de integrantes da Brigada de Alter do Chão o WWF-Brasil informa:

O WWF-Brasil é uma organização da sociedade civil brasileira com mais de 20 anos de atuação no país. 


Uma de suas frentes de trabalho é o combate ao desmatamento da Amazônia e, neste ano, a instituição reforçou sua atuação por ocasião do aumento escandaloso das queimadas na região.

O Plano de Emergência para Combate de Incêndios envolve ao menos 15 instituições – governamentais, como o Imasul (Instituto do Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul), e instituições da sociedade civil, caso da Brigada Alter do Chão.

O WWF-Brasil possui contrato de Parceria Técnico-Financeira com o Instituto Aquífero Alter do Chão para a viabilização da compra de equipamentos para as atividades de combate a incêndios florestais pela Brigada de Alter do Chão, em Santarém/PA, no valor de R$ 70.654,36. 


Nesta modalidade de Parceria, o WWF-Brasil viabiliza financeiramente a compra dos equipamentos para o combate ao fogo, dentre os quais abafadores, sopradores, coturnos e máscaras de proteção.

Tendo em vista a natureza emergencial das queimadas, o repasse foi realizado integralmente e, neste momento, a instituição está na fase de implementação de atividades e prestação de contas, com a comprovação da realização do que foi acordado. 


A seleção desta instituição se baseou nas boas referências recebidas de parceiros nossos e da ampla divulgação dos trabalhos prestados pelo grupo.

Importante salientar que o WWF-Brasil não adquiriu nenhuma foto ou imagem da Brigada, nem recebeu doação do ator Leonardo DiCaprio. Tais informações que estão circulando são inverídicas.

O WWF-Brasil está acompanhando desde o começo o desenrolar da operação e está em busca 
de informações mais precisas das acusações.

Fonte: Congresso em Foco

Polícia Militar participa e apoia a 3ª Caminhada "Passos que Salvam" em Arraias




Na manhã do último domingo (24), por volta das 08h, a comunidade de Arraias e região se reuniu para participar da 3ª Caminhada em prol do Hospital de Amor.

O hospital atende pessoas de todo o Brasil, realizando exames e tratamentos contra o câncer. 

A ação social contou com o apoio e a participação da 1ª Companhia Independe de Polícia Militar, com sede em Arraias.

A caminhada teve o objetivo de mobilizar a população tocantinense para o diagnóstico precoce do câncer infanto-juvenil. 

Depois de ser servido um delicioso café da manhã e realizado um alongamento com o profissional da área de educação física, as principais ruas de Arraias foram percorridas pela população com cartazes explicativos, camisas da campanha e a consciência de estar ajudando aqueles que necessitam. 

Foram abordados os principais sintomas que podem ser desencadeados por pessoas portadoras de células cancerígenas, em especial o público infanto-juvenil.

Além da mobilização, mostrando os principais sintomas do câncer, a campanha também visa mobilizar a sociedade, de um modo geral, para o comprometimento com a causa, levantando, também, doações com o objetivo de manter as despesas em relação aos tratamentos daqueles que já restam diagnosticados com câncer.

São muitos os pacientes da região sudeste do Estado do Tocantins que recebem tratamentos contra o câncer no Hospital de Amor, em Barreto/SP. 

Em Palmas/TO está sendo construída uma unidade de referência para o diagnóstico precoce do câncer, com doações da sociedade tocantinense, visando atender todo o Tocantins e Estados vizinhos.

Com informações da PMTO

Campos Belos (GO): homem que passava cheques clonados é preso pela Polícia Civil


Policiais civis da Delegacia de Polícia (DP) de Campos Belos, nordeste goiano, conseguiram localizar e prender cautelarmente, nessa segunda-feira (25), um homem acusado de estelionato. 

Além da prisão preventiva, os policiais cumpriram ainda mandado de busca e apreensão na residência do investigado, por determinação judicial.

A investigação, feita por meio de inquérito policial, concluiu que o rapaz estaria distribuindo cheques clonados em Campos Belos, Goiânia, Alto Paraíso e Combinado (TO). 

Dessa forma, ele teria ludibriado diversos comerciantes dessas cidades e causado prejuízo ao titular da conta clonada.

Agora, preso na unidade prisional de Campos Belos, o indiciado responderá pelos crimes de estelionato e falsificação de documento equiparado a público.

Fonte: PCGO

segunda-feira, 25 de novembro de 2019

Zé Pestana: homem que mandou matar e esconder corpo de usuário de drogas, em Arraias (TO), é condenado a 38 anos de prisão


Bruno da Silva Oliveira foi condenado a mais de 38 anos de prisão por mandar matar e esconder o corpo de um homem em Arraias, na região sudeste do Tocantins. 

As investigações apontam que a vítima, identificada como José Luiz Bispo Ferreira, era usuária de drogas e devia dinheiro para Bruno, que traficava os entorpecentes. 

O corpo do homem foi encontrado em um matagal e enrolado em um lençol.

O crime aconteceu em novembro de 2018 após o criminoso fazer várias ameaças contra a vítima durante as cobranças. 

Na época a Polícia Civil informou que o criminoso contou com a ajuda de quatro adolescentes para cometer o assassinato.

Eles atraíram e executaram José Luiz em uma casa. O homem foi morto com tiros de espingarda e golpes de facão. 

Após o homicídio, o corpo de José Luiz foi enrolado em um lençol e jogado em um matagal. O corpo só foi encontrado quatro dias depois, em estado avançado de decomposição.

O júri de Bruno ocorreu nesta sexta-feira (22). Ele já estava preso e foi condenado por ser mandante do crime, por ocultação de cadáver e por corrupção de menor. 

Somadas, a pena chega a 38 anos e 4 meses de prisão.

Zé Pestana

José Luiz conhecido, também conhecido como Zé Pestana, foi encontrado morto em um matagal no setor Flamboyant em Arraias, no sudeste do estado. 

O crime aconteceu em 18 de novembro do ano passado, mas a vítima foi dada como desaparecida somente três dias depois, quando a Polícia Civil iniciou as investigações. 

Na época, um homem foi preso e quatro adolescentes apreendidos suspeitos de envolvimento no crime.

A polícia suspeitava que a vítima tinha sido morta por dívida de drogas, mas verificou que pertences dele foram levados pelos suspeitos, incluindo uma motocicleta que ainda não foi localizada.

O delegado responsável pelas investigações informou que primeiro identificou dois adolescentes suspeitos de envolvimento no crime. 

Eles levaram os agentes até onde tinham deixado o corpo da vítima. Ainda não se sabe quantos tiros acertaram José Luiz porque o corpo foi encontrado em avançado estado de decomposição.

A Polícia Civil encontrou drogas e munições, além de identificar uma espingarda e um revólver que teriam sido utilizadas no crime. 

Quatro menores foram apreendidos e um homem foi preso por ocultação de cadáver. Todos eles teriam envolvimento com o tráfico de drogas, segundo a polícia.

Com informações do G1

No Exército, como na vida, planejamento e preparo é tudo; questão de vida ou morte


Vídeo do Dia: conheça a Chapada dos Veadeiros


A pedido do MP-GO, Justiça suspende decreto de calamidade financeira de Monte Alegre de Goiás


A pedido do Ministério Público de Goiás, por intermédio da Promotoria de Justiça de Campos Belos, em ação civil pública (ACP) por ato de improbidade administrativa, o juiz Fernando Marney Oliveira de Carvalho concedeu liminar determinando a suspensão do Decreto 010/2018, do município de Monte Alegre de Goiás. 

Determinou também o bloqueio de bens do prefeito Juvenal Fernandes de Almeida no valor de R$ 150 mil.

Na ACP, o promotor de Justiça Bernardo Monteiro Frayha narra que o prefeito Juvenal de Almeida editou o Decreto nº 010/2018 declarando estado de calamidade pública na administração financeira do município, em razão do recebimento de ordem judicial para o bloqueio de repasses federais com o objetivo de pagar os precatórios municipais. 

O decreto foi considerado irregular pelo Tribunal de Contas dos Municípios de Goiás (TCM), devido à falta de amparo legal.

No entendimento de Bernardo Frayha, o decreto é utilizado para justificar a desorganização financeira do município, além de possibilitar a prática de condutas ilegais, como a supressão de serviços básicos da comunidade. 

Entre os cancelamentos estão o contrato com casa de apoio e de condução que levava pacientes ao centro de saúde, suspensão da compra de medicamentos, redução da rota escolar terceirizada, além de contratações de servidores sem a realização de concurso público.

“Não obstante, a indicar que o estado de calamidade financeira se trata apenas de justificativa para descumprimento de normas, o município de Monte Alegre, em maio de 2018, realizou festa com apresentação de shows musicais às custas do erário. 

Em 2019 também foi realizada festa envolvendo gasto público, mesmo após o Ministério Público ter expedido recomendação administrativa para que o evento não ocorresse”, afirmou Bernardo Frayha.

O promotor de Justiça apontou ainda o pagamento excessivo de diárias aos secretários municipais. 

Como exemplo, citou o então secretário de Saúde, filho do prefeito, que nos anos de 2017 e 2018 recebeu R$ 41.534,82. 

Além disso, descumpre normas de responsabilidade fiscal na gestão, como pagamento com atraso de professores da rede pública municipal e retenção de contribuições descontadas dos funcionários públicos municipais da educação.

Ao proferir a decisão, Fernando de Carvalho afirmou que, ao editar o decreto de calamidade pública, o prefeito não seguiu o previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal, pois deixou de submetê-lo à Assembleia Legislativa. 

Disse ainda que o decreto está sendo utilizado para “fundamentar prática de atos ilegais que ferem princípios da administração pública e podem causar dano ao erário, a exemplo da contratação de pessoal sem realização de concurso público”.

Fonte:Assessoria de Comunicação Social do MP-GO

Arroba é comercializada a R$ 250 em São Paulo


Aplicativo que traz os valores de comercialização da arroba mostra negócio realizado em São Paulo com o valor de R$ 250,00.

A pecuária nacional tem passado por um momento distinto. 

De acordo com dados do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), da Esalq/USP, os preços da arroba negociada no mercado paulista e os da carne no atacado da Grande São Paulo alcançaram patamares recordes reais. 

Oferta restrita de boiadas, melhora do consumo doméstico e exportação em alta mantém viés altista no mercado do boi.

A empresa de assessoria AbroBrazil traz por meio do aplicativo Telegram negócios realizados no dia em tempo real. 

O aplicativo garante que as negociações aconteceram mediante filtros determinados pela empresa.

Firme na alta Para o curto e médios prazos, com a capacidade de suporte das pastagens ganhando ritmo, a oferta restrita de animais de reposição, o boi gordo em alta e os recriadores tendo que repor sua boiada, o mercado de reposição deve se manter firme e em alta. 

Quanto à oferta de animais, segue restrita em todas regiões acompanhadas pelo Cepea. 

De modo geral, o crescente abate de fêmeas em anos recentes resultou em restrição de oferta de animais. 

Nesse sentido, a pecuária nacional vai ter que responder com aumento de produtividade para conseguir atender à crescente demanda por novos lotes para abate, tendo em vista que o abate de fêmeas atingiu volumes recordes nos primeiros meses deste ano.


Hacker fecha acordo e irá entregar conversas sobre invasões de celulares


A Polícia Federal (PF) executou mais um passo para avançar na investigação das invasões de celulares de autoridades da República. 

Na semana passada, foi fechado um acordo de delação com um dos hackers acusados de roubar e vazar mensagens de integrantes da Operação Lava Jato.

O hacker conhecido como Molição se comprometeu em apresentar conversas privadas que estariam armazenadas em servidores fora do país e entregar o aparelho celular que usava para vazar mensagens roubadas.

Além disso, ele irá identificar mais três pessoas que teriam participado dos ataques virtuais. 

A partir dessas informações, a PF pretende esclarecer se por trás das invasões nas contas de Telegram havia uma cadeia de comando que teria planejado e financiado os ataques.

Fonte: Veja

Brasil sobe no ranking de potências militares mundiais




A revista GlobalFirepower faz há 14 anos um elaborado ranking de 137 países com base em seus respectivos poderios militares.

De acordo com o levantamento de 2019, o Brasil subiu uma posição, alcançando a posição de 13ª no ranking mundial das potências militares.

As Forças Armadas do Brasil ultrapassaram o regime islâmico do Irã, permanecendo como a principal força militar da América Latina.


O estudo considera tamanho das Forças Armadas em pessoas e veículos, o orçamento para Defesa, sua infraestrutura e sua geografia.

Pela ordem, no ranking das potências militares do GlobalFirePower, estão à frente do Brasil:

Estados Unidos;
Rússia;
China;
Índia;
França;
Japão;
Coreia do Sul;
Reino Unido;
Turquia;
Alemanha;
Itália;
Egito;

Brasil.

Na comparação com as demais nações latino-americanas, de acordo com os números da GFP, o Brasil tem uma ampla vantagem bélica.


Com um efetivo de 334,5 mil militares na ativa (15.º do ranking) e 1,34 milhão na reserva (7.º do ranking), as Forças Armadas do Brasil têm 1,67 milhão de pessoas que podem servir o país em uma eventual guerra, informa a Gazeta do Povo.

Informações do Renova Mídia.

Uma rifa em prol da pequena Victoria


"A rifa é para custear o tratamento da pequena Victoria e a cirurgia que ela vai fazer em janeiro.

Estamos precisando ainda mais. Como falei nesta semana, ela passou mal, tivemos que trazer as pressas para Brasilia.

Estamos precisando de pessoas para ajudar a vender, pois eu cuido dela o tempo todo.

Quem quiser nos ajudar a vender, me procure pois estamos precisando muito da solidariedade de todos."

Mamãe de Victória 

Já publicamos sobre o caso 




Prefeito de Arraias (TO), Wagner Gentil, responde servidores


Diretor geral da ANM Victor Hugo Bicca (centro)

"Meu caro Dinomar, os direitos dos servidores não foram negados, porque não deixamos de reconhecê-los e nem dissemos que não seriam pagos. 

Simplesmente não tivemos disponibilidade financeira e o Índice de Pessoal foi extrapolado nos três últimos meses.

E qual é a função do gestor? Conseguir recursos para honrar os compromissos.

Disso eu não me esquivo.

Hoje mesmo estou em Brasília buscando destravar mais de 1 milhão de reais na ANM (Agencia Nacional de Mineração), oriundos do CEFEM da Itafos. 


Nos meses de julho a novembro é quando o FPM fica lá embaixo, porém conseguimos quitar as folhas de pagamento, graças a economia que fizemos, não atrasando em nenhum mês os salários de nossos servidores. 

Portanto, e respondendo a Aspmet, não é protocolando ofício no MP que vai efetivar o pagamento dos atrasados.

MP não tem a vara mágica de fazer dinheiro.

O que vai acontecer é que agora em dezembro, com alguns recursos extras que vamos receber, nós temos a certeza de que vamos pagar o que os nossos servidores têm direito, o que nunca deixamos de reconhecer, pois a nossa administração prima pelo respeito a todas as categorias.

Seriedade e Compromisso é o nosso lema."


Wagner Gentil, prefeito de Arraias (TO)

sexta-feira, 22 de novembro de 2019

Recado dos servidores públicos de Arraias (TO) ao prefeito Wagner Gentil


"Os servidores do quadro geral da prefeitura municipal de Arraias (TO) solicitam ao prefeito Antônio Wagner Barbosa Gentil, comprometimento e respeito com a categoria. 

Pois o pagamento dos direitos adquiridos foi negado (progressão /2018 e data base/ 2019).

Foi realizado um acordo que está registrado em ata, no dia 19 de agosto do corrente ano, entre o prefeito, a gestora de recursos humanos, Grazielle Ribeiro dos santos bento e os servidores, onde o pagamento ficou confirmado para setembro e outubro/2019, mas conforme resposta através do ofício Nº 155, o prefeito afirma que a data para quitação da dívida é incerta.” 

Tem outros compromissos.

O descaso com a classe traz um sentimento de insatisfação e indignação aos funcionários. 

À frente dessa luta está a associação (Aspmet) que assessora juridicamente, monitora e ampara toda a categoria no que diz respeito a direitos e deveres trabalhistas.

A Aspmet protocolou no dia 18/11 o ofício de Nº 253, pedindo ao ministério público providências com base na conduta ilegal e imoral do gestor acima citado. "

ASPMET

Preço da carne sobe 35% nos açougues. Bom para os produtores rurais e ruim para os consumidores



A carne bovina começou a sumir da mesa do consumidor. O motivo foi o reajuste médio de 35% no preço do produto nos açougues, o que tem levado muita gente a reduzir o consumo e a migrar para outras proteínas, como frango, suínos ou peixe.

O preço da arroba do boi já subiu 44% desde o início do ano e o quilo da vaca casada para os açougues já aumentou quase 50% nas últimas semanas. Um dos motivos seria o aumento das exportações, que reduziu a oferta no mercado interno.

O presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Carnes Frescas no Estado de Goiás (Sindiaçougue-GO), Sílvio Carlos Yassunaga Brito, conta que os aumentos têm sido praticamente diários nos últimos 50 dias, fazendo com que o preço da vaca casada subisse de R$ 10,20 para R$ 15. 

“Foi um aumento muito grande num período muito pequeno e nem conseguimos repassar tudo para o consumidor”, destaca.

Ele dá o exemplo do acém, cujo quilo passou de R$ 16,90 para R$ 23,90, e do contrafilé, cujo preço subiu de R$ 25,90 para R$ 34,90, uma alta de 35%. Para Yassunaga, este reajuste é muito pesado diante de uma inflação praticamente estabilizada no País. 

“Os açougues, que já estão com suas margens espremidas, hoje também estão aterrorizados, com medo de que falte produto no mercado interno”, afirma o empresário.

Isso porque a informação que chega a eles é que a oferta de animais no mercado está muito baixa. 

O temor é de que esteja havendo um represamento de bois à espera de mais aumento de preços em dezembro, quando a demanda tende a crescer naturalmente, por conta das festas de fim de ano.

“Num primeiro momento, o consumidor até aceita um aumento porque migra para outras proteínas e sai em busca de promoções. Mas muita gente acaba desistindo mesmo de comprar”, ressalta o presidente do Sindiaçougue. O resultado, segundo ele, é uma forte queda nas vendas.

Quantidade

O comerciante Raimundo Coelho Pinto, da Casa de Carnes Fortaleza, diz que o consumidor está reclamando muito do reajuste e que suas vendas já caíram 20%. 

Segundo ele, o preço está subindo praticamente todos os dias e os clientes estão reduzindo muito a quantidade comprada ou até desistindo de comprar a carne bovina.

Raimundo conta que o quilo da picanha passou de R$ 27,99 para R$ 39,90. “Com isso, quem comprava dois quilos de carne, hoje só está levando um”, conta. Também já é comum ver clientes que resolvem levar frango depois de se informarem sobre o preço da carne bovina. 

Ele garante que o estabelecimento não consegue repassar todo reajuste que recebe da indústria e que está trabalhando com uma margem bem menor. “Para ter uma margem adequada, minha carne de primeira, que hoje custa R$ 27,99, teria que ser vendida por R$ 35”, garante.

Fonte: O Popular

Hospital de Amor Infanto Juvenil de Barretos “ projeto caminhada passos que salvam”. Caminhada em Arraias (TO) ocorre no dia 24



Adrenalina à flor da pele é o que nós, voluntários do Hospital de Amor de Arraias, sentimos hoje, a dois dias para a Caminhada Passos que Salvam. 

Caminhada que ao conscientizar a população sobre os sinais e sintomas do câncer infanto-juvenil, favorece o diagnóstico precoce dos cânceres comuns a crianças e adolescentes. 

Arraias, assim como mais de 600 cidades por todo o Brasil, irá as ruas neste domingo, dia 24 de novembro num pensamento só: ajudar a salvar vidas, abraçando uma causa tão nobre e necessária, visto que as estatísticas apontam números elevados de diagnóstico tardio dessa patologia.

Vista sua camisa do Hospital de Amor e venha participar conosco. Nos concentraremos em frente ao Quartel da 1ª CIPM, às 7:30 min. 

A Caminhada Passos que Salvam terá momentos de parada para reflexão sobre o tema e distribuição de água. 

Acontecerá também panfletagem por todo o percurso. O evento encerrará no Clube Social Arraiano com apresentação artística e informações diversas acerca do Hospital do Amor.

Venha!!!

#hospitaldeamor

#caminhadapassosquesalvam

20 anos de reclusão: homem é condenado por feminicídio em Arraias (TO). Foram 12 facadas para matar uma menina de 17 anos



O Ministério Público do Tocantins (MPTO) teve suas teses acolhidas pelo Tribunal de Júri realizado nesta terça-feira, 19, na Comarca de Arraias, que resultou na condenação de Romário Silva da Rocha a 20 anos de prisão pelo crime de feminicídio, bem como ao pagamento de indenização no valor de R$ 15 mil aos familiares de Nadiny Malheiros de Melo.

O crime ocorreu no dia 05 de novembro de 2016, no setor Buritizinho, em Arraias. Consta nos autos do processo que Romário se mudou de Goiânia (GO), com companheira e filhos, para a cidade tocantinense. 


Uma vez instalados, o condenado começou um relacionamento extraconjugal com a vítima, que na época tinha 17 anos.

“Romário deliberou pela execução do crime para agradar a companheira e por considerar a vítima apenas como um objeto para a satisfação de desejos sexuais. 


Ele apanhou uma faca e deslocou-se até a casa da jovem para assassiná-la, oportunidade em que chegou ao local e já partiu de imediato para cima dela, golpeando-a, desferindo contra ela aproximadamente doze golpes de faca, na presença de familiares, provocando inúmeros ferimentos no corpo e causando a morte da adolescente”, disse o promotor de Justiça João Neumann Marinho da Nóbrega, responsável pelo caso.

O acusado encontra-se preso desde o ano de 2016 na cadeia pública de Arraias. 

Os jurados acataram três qualificadoras apresentadas pelo MPTO: motivo torpe, utilização de recurso que impossibilitou a defesa da vítima e prática do crime em razão de a vítima ser do sexo feminino, no contexto da violência doméstica e familiar, que caracteriza o feminicídio.

O cumprimento dos 20 anos de reclusão será, inicialmente, em regime fechado. 

Fonte: MPTO

A identidade digital para a criação de partidos políticos



Por Edmar Araújo*

As notícias sobre a dificuldade que o presidente da República Jair Bolsonaro teria para criar um partido político por meio de assinaturas digitais têm suscitado alguns debates, tanto no meio político como na área de segurança da informação.

Isso porque o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) não acataria qualquer outra assinatura além da produzida por meio de certificados digitais no âmbito da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira – ICP-Brasil. 

A razão disso reside exatamente na segurança técnica e jurídica da certificação digital brasileira, pois nenhuma outra confere presunção de validade jurídica a assinaturas digitais.

Segundo a Medida Provisória 2.200-2, de 24 de agosto de 2001, a ICP-Brasil foi criada para garantir a autenticidade, a integridade e a validade jurídica de documentos em forma eletrônica, das aplicações de suporte e das aplicações habilitadas que utilizem certificados digitais, bem como a realização de transações eletrônicas seguras. 

E não restam dúvidas de que ela atenda bem a este postulado.

O mesmo diploma legal estabelece que todas as declarações constantes dos documentos em forma eletrônica produzidos com certificação ICP-Brasil presumem-se verdadeiros em relação aos signatários. 

Noutras palavras, afiliar-se a determinado partido político por meio virtual só pode ser legal e verdadeiro se feito com certificados digitais ICP-Brasil.

Muito se alega que o certificado digital está restrito a um monopólio. Vejamos os números oficiais desta Infraestrutura: 17 Autoridades Certificadoras de 1° nível, 96 Autoridades Certificadoras de 2º nível, 1443 Autoridades de Registro, 25 Prestadores de Serviço de Suporte, seis Prestadores de Serviço de Confiança e 26.872 Agentes de Registro.

Com tantos entes credenciados, não é possível dizer que haja concentração abusiva de determinado serviço ou produto nas mãos de empresas. Aliás, no mercado de certificação digital podem atuar tanto as privadas quanto as públicas.

Entretanto, em termos de titularidade, a certificação digital está restrita a 0,2% da população. 

De fato há raros serviços digitais para pessoas físicas que possam ser utilizados com o certificado ICP-Brasil. 

Mas a população não está excluída dos benefícios do certificado digital. Entre as aplicações, destacamos o Conectividade Social, aplicação que permite o envio das declarações referentes ao FGTS. 

Em 2018, havia 800 milhões de contas e quase que todas foram movimentadas com certificados ICP-Brasil pelos empregadores brasileiros.

A respeito da alegação de que os serviços públicos no Brasil vivem na idade da pedra, é importante ressaltar a modernização de inúmeros serviços que deixaram de ser ofertados no balcão para estarem disponíveis 24h, como o Processo Judicial Eletrônico. 

A pesquisa “Políticas Públicas do Poder Judiciário. Uma Análise quantitativa e qualitativa do Impacto da implantação do Processo Judicial Eletrônico – PJe na produtividade dos Tribunais” verificou que enquanto os processos físicos mostram uma média de 144,19 dias no tempo cartorial, período em que o processo não está aguardando uma decisão, mas sim a realização de alguma tarefa judicial, os processos judiciais eletrônicos apresentam uma média de 97,36 dias, o que indica redução de 48% do tempo no trâmite pelo PJe. 

O certificado digital ajudou a modernizar o fluxo processual do judiciário, o que significa mais acesso a justiça.

Por fim, destacamos a questão do preço. Em 2017, determinada Autoridade Certificadora venceu licitação para prestação de serviços de emissão de certificados digitais ICP-Brasil. Cada certificado digital, do tipo A3, custou R$ 40.

Considerando que este certificado tenha sido emitido com validade de três anos, seu custo seria de R$ 1.12 por mês para identificar e assinar com elevada segurança técnica e jurídica todas as transações em meio digital.

Não estamos a falar de uma assinatura digital superior, mas apenas daquela que detém os melhores mecanismos para associar uma pessoa ou empresa a um par de chaves criptográficas. A ICP-Brasil é o direito de ser quem se é na internet.

*Edmar Araujo é presidente-executivo da Associação das Autoridades de Registro do Brasil (AARB)

Universo Nerd: Planeta DeAgostini confirma presença na CCXP 2019 e traz grandes novidades para o universo geek




O São Paulo Expo vai ficar pequeno para receber tantas novidades dos universos pop e geek com a Comic Con Experience 2019! 

O evento, que começa oficialmente no dia 5 de dezembro (quinta-feira), conta mais uma vez com a presença da Planeta DeAgostini, que trará um estande repleto de detalhes com suas coleções imperdíveis e inovações para fãs e colecionadores.

A editora preparou lançamentos exclusivos como: o modelismo mais esperado do ano, o Iron Man, que tem 60 cm de altura. 

Ele conta com 100 edições de peças bem desenhadas, que são acompanhadas por fascículos didáticos repletos de curiosidades tanto do mundo dos quadrinhos, quanto das telonas desse super-herói milionário, filantropo e playboy que tanto adoramos! Ainda no estande haverá o Homem de Ferro já montado para que os fãs possam ver todos os seus detalhes.

Além disso, será lançada a coleção com figuras dos personagens queridíssimos do game Street Fighter, que conta com 60 edições, sendo as três primeiras dos ilustres Ryu, Chun Lee e Ken.Assinaturas, colecionáveis raros e muitas histórias em quadrinhos

Entre outros itens das famosas coleções que estarão em exposição, a editora estará com o serviço de assinatura disponível para os colecionáveis de Street Fighter e Iron Man, e quem adquirir a inscrição no evento poderá levar na hora as duas primeiras edições primeiras edições com um preço especial.

Ainda, a Planeta conta com sua nova edição de quadrinhos em capa dura do Batman, em comemoração aos 80 anos do super-herói, HQs do lendário Príncipe Valente e os novos livros do card game mais famoso do mundo, Magic: The Gathering, que traz contos inéditos com as principais histórias do Multiverso.

E não para por aí: o famoso droid da saga Star Wars, o R2-D2 que fez sucesso na CCXP de 2018, estará presente e disponível para assinaturas também! 

E mais: a editora levará bustos e colecionáveis de edições antigas de alguns personagens, incluindo de Star Wars, para vender com preços promocionais. Demais, não é mesmo?

Não fique fora da CCXP 2019, venha conferir o incrível estande da Planeta DeAgostini e todas as novidades I-M-P-E-R-D-Í-V-E-I-S que ela preparou para os admiradores do universo nerd!