sexta-feira, 18 de outubro de 2019

Trapalhada sem fim: Governo de Goiás tira o ensino médio do Colégio Felismina, em Campos Belos (GO)


Desabafo de uma professora “FELIS”

"Segundo o reordenamento da rede, o Colégio Felismina, em 2020, irá ofertar apenas o Ensino Fundamental.

Estarrecimento é o que melhor descreve a minha reação com essa notícia, visto que é uma mudança drástica e abrupta, que afetará as vidas de muitos alunos, famílias, professores e o próprio Colégio Felismina, que deixará de ser colégio para retornar ao status de escola – a meu ver, um retrocesso.

Compreendo que em todas as instituições sociais, existem líderes que coordenam e tomam decisões por um determinado grupo. 

Todavia, não entendi como uma decisão tão séria e impactante é tomada de forma sigilosa, sem consultar a comunidade escolar envolvida e sem apresentar as devidas justificativas.

Quando cheguei ao Colégio Felismina no final de 2006, fui prontamente acolhida pela, então diretora, Junia Januária Garcia. Sinceramente, como sou de Novo Alegre – TO, nem tinha ouvido falar no Colégio Felismina. 

Entretanto, na época, ao comentar que iria trabalhar no Felismina, várias pessoas me falaram que era um excelente colégio. 

Senti um enorme entusiasmo com esses comentários e curiosa para entender o porquê dessa excelência.

Com o passar do tempo, percebi que os alunos, professores, demais funcionários e o próprio colégio tinham uma energia especial, que construiu uma atmosfera diferenciada no processo educacional.

Fiquei honrada em fazer parte de uma unidade de ensino que visa a formação intelectual sem desvincular da humana. 

Uma unidade que acompanha seus alunos, ao longo dos anos, numa trajetória rumo ao conhecimento. 

O Colégio Felismina possui algumas peculiaridades fascinantes: a maioria de seus alunos, devido ao fato de estar há muito tempo nessa unidade, possui uma história de identificação com o colégio, desenvolveu o “ser Felismina”, um sentimento de pertencimento; além disso, muitos alunos “novatos” exprimem sua alegria e satisfação em fazer parte desse “ser Felismina”.

Assim foi construída essa bela e exitosa história do Colégio Estadual Felismina Cardoso Batista.

É com muito pesar que recebi a notícia que o Colégio Felismina não poderá ofertar mais o Ensino Médio. É triste ver uma conquista tão emblemática, a implantação e manutenção do Ensino Médio, que já demonstrou seu êxito, ser aniquilada.

Para mim, que nem sou de Campos Belos, é uma perda enorme, é a destruição de uma história de sucesso e ainda em curso, que teria tanto a ofertar para a comunidade. 

É a desconstrução de uma identidade feita com luta, esforço, dedicação, persistência e competência. É desconsiderar o envolvimento socioafetivo de cada aluno com o Colégio.

Fico me perguntando o porquê dessa decisão, dado que ainda não foi apresentado nenhum argumento e o Colégio Felismina, notoriamente, oferece uma escolarização e uma educação de qualidade, tanto no Ensino Fundamental quanto no Ensino Médio.

Até quando viveremos tempos sombrios na educação, nos quais uma unidade escolar é “desconstruída” apesar de seus bons resultados? Apesar de ofertar ensino de qualidade? "

Por Lívia Geralda Queiroz, professora do Colégio Estadual Felismina Cardoso Batista – com orgulho: Uma professora FELIS

3 comentários:

  1. É com muita tristeza que nos ex alunos do Felismina recebemos essa noticia, são tantas histórias de amor e carinho que temos com professores e com a unidade que daria para escrever um livro. Sinto orgulho em dizer que estudei 11 anos nesse colégio maravilhoso, e você Lívia sempre foi uma professora maravilhosa. Infelizmente más administrações do colégio e do governo veio a acontecer esse fato.

    ResponderExcluir
  2. é realmente revoltante,um retrocesso mesmo....

    ResponderExcluir
  3. Isso é por conta do IFGoiano, que ao invés de reforçar o ensino na região está competindo com as antigas escolas. É revoltante e triste. O IF não tem como atender todos os alunos (e nem quer). Isso não é justo com a cidade.

    ResponderExcluir

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.