terça-feira, 29 de outubro de 2019

Deputado diz ter conseguido R$ 45 milhões de emenda para readequação do Parque Estadual de Terra Ronca


O deputado federal Lucas Vergílio (SD) diz ter conseguido articular R$ 45 milhões de emenda não impositiva de bancada para readequação do Parque Estadual de Terra Ronca, no nordeste goiano. 

O parque guarda centenas de grutas e cavernas.

O projeto do parque será feito pelo Ministério do Turismo. 

Lucas e o presidente da Goiás Turismo, Fabrício Amaral, falam sobre o tema amanhã com o governador Ronaldo Caiado (DEM). “Muda todo o nordeste goiano”, diz Lucas.

Com a readequação e investimentos, o Parque seria federalizado e se tornaria Parque Nacional de Terra Ronca.

O Parque Estadual de Terra Ronca, com área aproximada de 57 mil hectares, está localizado nos municípios de Guarani de Goiás e São Domingos. O parque abriga um dos maiores sítios de cavernas e grutas da América Latina, muitas delas ainda não mapeadas.

A formação do complexo deve-se à ação dos rios que nascem na Serra Geral, ganham volume sobre os maciços de quartzito e erodem o maciço de rochas calcárias, localizado dentro do parque. O nome Terra Ronca deriva do rugido dos rios que atravessam as cavernas e do burburinho das cachoeiras que se formam no seu interior.

A gruta mais conhecida é a que dá nome ao parque, Terra Ronca, que se caracteriza pelo seu enorme pórtico e pela grandiosidade dos salões. O vão de entrada atinge 96 metros de altura e 120 metros de largura, com salões medindo 760 metros de comprimento e 100 metros de altura, onde ocorre anualmente a cerimonia religiosa de Bom Jesus da Lapa.

Destacam-se também a gruta de São Mateus, uma das maiores do país; a gruta Angélica, que pode ser contemplada com uma travessia de sete horas por suas infindáveis galerias subterrâneas; e a gruta São Bernardo/Palmeira, com salões repletos de curiosidades e em cujo interior unem-se dois rios. A região é coberta pela vegetação do cerrado e cortada por vários rios.

Fonte: Antônio Carlos 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.