domingo, 15 de setembro de 2019

Governo do Tocantins diz que investe em obras que favorecem desenvolvimento do Estado


O governo do Tocantins tem investido em diversas obras em diferentes regiões do Estado. Infraestrutura, transportes e logística são áreas que recebem construções para alavancar o desenvolvimento econômico e social do Tocantins. 

Segundo a secretária estadual da Infraestrutura, Cidades e Habitação, Juliana Passarin, o governo está retomando os investimentos no Estado.

“Nosso objetivo é melhorar a vida das pessoas nos municípios e gerar empregos. Tudo que está em execução atualmente irá impactar diretamente na vida dos tocantinenses”, afirma a gestora.

Na área dos transportes, a pavimentação asfáltica dos 26,25 quilômetros da rodovia TO-141, que liga Palmeirópolis à divisa do Estado de Goiás, está bem adiantada, na Região Sul tocantinense. 

A rodovia terá pista simples de mão dupla com faixa de domínio de 80 metros. A obra foi orçada no valor de R$ 24,1 milhões, com prazo de entrega em 540 dias.

Também estão em execução as obras de reconstrução da pavimentação asfáltica em outros 411,38 quilômetros de extensão em um total de 14 trechos de rodovias estaduais, o que abrange 14 municípios nas regiões Sudeste e Central do Estado.

Os trechos foram escolhidos a partir de uma estratégia de fortalecimento da infraestrutura e logística de transporte e desenvolvimento por meio das rodovias tocantinenses. 

Os trechos são: de Dianópolis a Novo Jardim, de Novo Jardim à divisa Tocantins-Goiás, do entroncamento da TO-040 à Ponte Alta do Bom Jesus, de Ponte Alta do Bom Jesus ao entroncamento da BR-242, em Taguatinga, de Taguatinga a Aurora, de Aurora a Lavandeira, de Lavandeira a Combinado, de Combinado a Novo Alegre e de Novo Alegre à divisa TO-GO.

Além do entroncamento da TO-110, que dá acesso ao balneário turístico dos Azuis, em Aurora do Tocantins, da TO-080, entre Palmas e Paraíso, da TO-070, entre Porto Nacional e Brejinho de Nazaré, e da TO-255, entre Porto Nacional e Monte do Carmo. 

Estas obras foram orçadas em R$ 146,6 milhões. São investimentos que fazem parte do Contrato de Restauração e Manutenção de Rodovias (Crema) na segunda etapa do Projeto de Desenvolvimento Regional Integrado e Sustentável (PDRIS).

Estradas Vicinais

O PDRIS-Vicinais tem por objetivo melhorar o escoamento da produção tocantinense e a trafegabilidade das vias promovendo a integração regional. O projeto prevê o envolvimento das três esferas governamentais. 

O governo do Estado executa as obras por meio do financiamento do Banco Mundial e a prefeitura realiza a manutenção após a conclusão dos serviços. No Tocantins, 61 municípios já foram beneficiados pelo projeto.

Estão em andamento quatro contratos do PDRIS-Vicinais. Ao todo estão em construção 112 pequenas e médias obras de drenagem nas estradas vicinais e patrolamento em 324,44 quilômetros que abrangem 11 municípios e duas reservas indígenas.

O investimento é de mais R$ 14 milhões. Desse montante, R$ 3,6 milhões estão sendo investidos em 34 obras de drenagem e patrolamento de vias em duas reservas indígenas, na Karajá Xambioá, em Santa Fé do Araguaia, e na Reserva Araguaia, que inclui os municípios de Lagoa da Confusão, Formoso do Araguaia e Pium.

Infraestrutura urbana

Em Paraíso do Tocantins, três bairros começaram a receber obras de infraestrutura. 

O projeto prevê a realização dos serviços de pavimentação asfáltica, drenagem pluvial, sinalização viária e passeios com acessibilidade no Jardim América, no Jardim Paulista e na Vila Milena. O investimento é de R$ 15.112.068,59.

O recurso foi obtido com financiamento da Caixa Econômica Federal. Na cidade, serão 36,2 quilômetros de pavimentação e urbanização completa.

Reestruturação e ampliação de Hospitais

Na área de infraestrutura para a saúde, o governo está com obras em andamento em dois hospitais. 

No Hospital Geral de Palmas (HGP), as edificações são de ampliação, reforma e adequação. Já no Hospital Geral de Gurupi (HGG), a obra é de construção da unidade de saúde.

Após a conclusão da reforma, o HGP contará com 598 leitos – 392 para internação, 86 para Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 90 para Pronto Socorro. 

A unidade será reformada para permitir o atendimento de 150 pacientes por dia. O investimento na obra do HGP é de R$ 84,6 milhões.

O HGG será uma unidade de porte III de alta complexidade e atenderá toda a Região Sul do Tocantins. 

Já está com cerca de 50% da primeira etapa da obra construída. A estrutura será composta por 200 leitos, Unidades de Terapia Intensiva (UTI) adultas, pediátricas e salas de cirurgia que vão beneficiar 27 municípios das regiões Sul e Sudeste. 

O investimento é de cerca de R$ 29,2 milhões.

Fonte: Governo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.