segunda-feira, 2 de setembro de 2019

Em Campos Belos (GO), morre Wilson Alves, da Igreja Presbiteriana e funcionário da operadora OI na cidade



Por Jefferson Victor,

Morreu na manhã desta segunda feira (2), de causas naturais, Wilson Marcos Alves dos Santos, 44 anos, mais uma vítima do câncer, essa doença que tanto tem assolado a nossa região.

Wilson vinha passando por um longo tratamento de saúde, passou pelo Hospital Santa Helena e posteriormente o Hospital Araújo Jorge, em Goiânia, onde esteve internado numa UTI pelo período de 30 dias.

Na segunda-feira dia 26 de agosto, sofreu um AVC, seu estado de saúde agravou muito, e na quinta feira (29) foi diagnosticado morte cerebral. 


Hoje por volta das 07h, não aguentou as consequências da doença e morreu.

Foi uma luta, disse emocionada sua amiga Mara Costa Ribeiro, que congrega na mesma igreja que ele, a Presbiteriana de Campos Belos, localizada ao lado do Compre Bem II.

Segundo ela, todos os esforços da família e amigos foram feitos, mas o seu quadro sempre piorava, e com isto aumentava o sofrimento de todos, principalmente familiares.

Wilson Alves nasceu em Taguatinga (TO), mas veio para Campos Belos (GO) ainda garoto. Ingressou na Telebrasília, depois Brasil Telecom, e por último a OI, onde permaneceu pelos últimos 20 anos.

Frequentava a Igreja Presbiteriana havia 18 anos. Presbítero por cinco mandatos, era uma espécie de liderança entre seu grupo de amigos de fé, sempre tomava a frente no que precisava, tinha obsessão por organizar comemorações religiosas em acampamentos, Jornadas Missionárias, e distribuição de cestas básicas para a população carente. Em suma, era um líder.

Muito perfeccionista, sempre recomendava uma quantidade maior de alimentos em suas reuniões, tinha medo que faltasse comida aos convidados.

Wilson Alves era desportista, gostava de jogar pelada com os amigos, e quando mais novo foi jogador do Juventude e também do Verona, onde atuou enquanto teve condicionamento físico.

A maioria de sua família descende do Barreirão, a família Tavares, muito conhecida na região. Era irmão de Dema e de Preto da OI, Sobrinho de Domingos de Braz e Detina Tavares, era filho de Dona Joaquina.

Wilson deixa o filho Guilherme de 14 anos e sua esposa Rosangela Santos Araújo Alves, a qual esteve ao seu lado durante todo o período de tratamento, sempre amparada pelos seus irmãos de fé que sempre mostravam otimismo e partilhavam todos os momentos de sofrimento.

O seu corpo, que será velado na Igreja Presbiteriana em horário ainda não confirmado, já está se deslocando de Goiânia, mas o sepultamento está previsto para as 9 horas da manhã desta terça-feira (03), no cemitério local.

Desde já externamos os nossos sentimentos à família enlutada, amigos e rogando a Deus que conforte a cada um nesse momento tão difícil.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.