segunda-feira, 23 de setembro de 2019

Artigo: IV Seminário de Identidade, Didática e Mediações Pedagógicas na Formação de Professores


"Mesmo diante de inúmeros desafios, acadêmicos de Pedadogia da UEG – Câmpus Campos Belos organizam e realizam Seminário.

Encerrou-se na última quinta, 24, o IV Seminário de Identidade, Didática e Mediações Pedagógicas na Formação de Professores. 

O evento foi organizado pela turma do 3º ano de Pedagogia, realizado pela Universidade Estadual de Goiás – Câmpus Campos Belos e contou com o apoio do IF Goiano – Campus Campos Belos.
O evento, que aconteceu de 20 a 23 de maio, teve como principal foco a formação da identidade docente. No contexto educacional atual encontramos características peculiares das quais emergem novas questões, impasses e possíveis reviravoltas que, por sua vez, influenciam na atuação e na formação de professores.

Na noite de abertura, segunda-feira, realizada na Câmara Municipal de Campos Belos, além da presença de autoridades do Poder Legislativo Municipal e do Prefeito Eduardo Terra, foi constituída uma mesa redonda composta pelo Prof. Me Fabiano Arantes, do IF Goiano – Campus Campos Belos, das Professoras Drª Magda Costa e Drª Sonia Neiva, da Universidade Federal do Tocantins e do Prof. Dr. Rosolindo Vila Real, da Universidade Estadual de Goiás – Câmpus Campos Belos. O tema da mesa redonda foi: “Formação de professores e docência: questões, impasses e reviravoltas”.

No segundo dia foram ministrados minicursos e oficinas no câmpus da UEG. Temas que abordaram a Base Nacional Comum Curricular, a Educação Quilombola, o processo Ensino-Aprendizagem e muitos outros fizeram parte da programação.

Na quarta-feira, novamente na Câmara Municipal de Campos Belos, a Prof. Drª Kátia Curado, da Universidade de Brasília (UnB) apresentou a palestra “Formação e identidade docente em tempos de conservadorismo”.

Ao longo do evento foram abertos espaços para apresentações artísticas e culturais, mas a noite de encerramento foi reservada para momentos de descontração com apresentações de vários artistas locais, como alunos e professores da UEG – Câmpus Campos Belos e convidados externos. Na ocasião tivemos a participação do cantor Beto Costa, Higor Ramiro e muitos outros.

Mais de 350 inscrições foram realizadas para o evento, cuja carga horária total chega a 30 horas. 

Diante de todo o contexto em que a UEG – Campus Campos Belos está inserida, inclusive com a possibilidade de fechamento da unidade por conta do reordenamento da universidade, a realização do o IV Seminário de Identidade, Didática e Mediações Pedagógicas na Formação de Professores representa uma vitória para toda a comunidade acadêmica. 

Sem o apoio de comerciantes locais, professores, alunos e até autoridades políticas, muito dificilmente este projeto teria se tornado realidade.

O ambiente universitário é um local onde a política e a democracia devem sempre ser respeitadas. 

Dentro do próprio câmpus houve resistência de alguns segmentos no que implicava na realização deste evento. Alguns defendiam que o momento não era propício. 

Os motivos eram diversos: uns diziam que ao invés de realizarmos um evento deveríamos protestar; outros diziam que não deveríamos fazer nenhum evento já que não tínhamos apoio financeiro da reitoria. 

Enfim, esta comissão resolveu assumir todos os riscos e seguiu em frente. Buscamos apoio externo e conseguimos recursos suficientes para realização deste seminário. 

Este foi o nosso protesto e mostramos que a comunidade acadêmica, mesmo em tempos de adversidades, está engajada com o ensino, a pesquisa e a extensão.

É importante destacar que tanto o Seminário de Pedagogia quanto a Semana de Letras são eventos que fazem parte do calendário acadêmico. Não inventamos nada. 

Apenas reunimos esforços para que não ficássemos sem nosso evento, afinal, acadêmicos precisam de horas complementares para integralizarem suas matrizes curriculares e profissionais da comunidade externa precisam de formação continuada.

Com o apoio incondicional daqueles que pensam na Universidade Estadual de Goiás – Campus Campos Belos como uma instituição transformadora da realidade social local, buscamos superar todas as dificuldades e conseguimos torná-lo realidade. 

Deixamos aqui, os nossos mais sinceros agradecimentos àqueles que acreditaram neste evento. 

O fracasso talvez possa ser uma consequência, mas nossa causa jamais será a desistência. Finalmente, encerramos com uma frase da Prof. Me Luciana Nogueira, que resume bem o que significou pra todos nós este momento: 

“Não há motivo para festa. Mas há motivo para luta. E é isso o que este evento representa”.

Texto: Comissão Organizadora – 3º Ano de Pedagogia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.