segunda-feira, 19 de agosto de 2019

Morre Mãe Maria Dias, parteira e matriarca da comunidade Quilombola Lagoa da Pedra. Tinha uma sabedoria sem igual




Morreu na tarde deste domingo (18), aos 89 anos, mãe Maria Dias, histórica parteira e matriarca da comunidade Quilombola Lagoa da Pedra, Distrito de Canabrava, em Arraias, sudeste do Tocantins.

Dona Maria Dias era uma lenda na região.

Além de ser "mãe" de toda a comunidade, com sua sabedoria e amor indistinto, de suas mãos habilidosas nasceram mais de cem crianças da comunidade e das regiões circunvizinhas.

Era também uma baluarte e referência histórica-cultural, porque manteve viva e transmitiu a centenas de pessoas valores culturais e religiosos caros à cultura afro. 

Dançadeira de Súcia e de São Gonçalo, tinha um carisma que não cabia em seu coração.

O coração afro-brasileiro chora. 

Não apenas a comunidade quilombola Lagoa da Pedra fica mais pobre, mas o todo estado do Tocantins, que perde uma personalidade humana rara. 

A repercussão da morte  de Mãe Maria Dias foi grande. 
Nas redes sociais, principalmente. 

"Nós do coletivo de mulheres negra Oorun Obinrin nos solidarizamos com a família e nos colocamos à disposição caso necessite de alguma coisa. Que o Otun acolha mãe Maria Dias, no seu coração", escreveu um representante do Coletivo.

"Que triste! meus sentimentos a todos familiares e amigos nesse momento tão difícil. Que Jesus o abrace e conforte a todos", disse uma moradora da comunidade. 


"Descanse em paz Tia Maria Dias, Sentiremos muito a sua presença em nosso meio, mas estarás sempre presente em nossos corações". 

Veja Mais Sobre

Na Tela do Cinema 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.