quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Médico denuncia esquema de propina envolvendo o Plansaúde, empresários de Palmas e até o sobrinho do Governador


Um áudio muito compartilhado em grupos do WhatsApp, no último sábado, 18, expõe um possível esquema fraudulento envolvendo o Governo do Tocantins, empresários e até um parente do governador do Estado, Mauro Carlesse (DEM). 

(ouça o áudio completo no final da matéria)

O áudio, segundo apurado até agora, trata-se de uma gravação telefônica vazada entre o médico e coordenador do Pronto Atendimento do Hospital Oswaldo Cruz de Palmas, Luciano de Castro Teixeira, e um dono de site de notícias da Capital, conhecido como Guimarães. 

Na mídia, o médico denuncia o repasse de 23% dos valores pagos pelo Governo do Estado, segundo ele, em forma de propina, para que os hospitais continuassem atendendo os beneficiários do Plansaúde. 

A denúncia veio à tona um dia após o Hospital Oswaldo Cruz informar que iria encerrar na segunda-feira, 19, o atendimento aos usuários do Plano de Assistência à Saúde dos Servidores Públicos do Estado do Tocantins,

Em um trecho do diálogo, o médico Luciano de Castro cita os nomes de Claudinei Aparecido Quaresemin, que seria sobrinho do governador Mauro Carlesse, Franklin Douglas e o diretor do Plansaúde, Inejaim José Brito, como os responsáveis pela operacionalização do possível esquema fraudulento.

Ainda segundo o médico, existe uma denúncia formal sobre a fraude dentro sistema de saúde do Tocantins. 

No diálogo, Luciano de Castro diz que um novo edital, lançado pelo Governo do Estado, ''vai privilegiar hospitais construídos recentemente'' e que isso é uma ''manobra para direcionar e beneficiar as empresas que fazem parte do esquema de propina.''

A redação do Sou de Palmas apurou que o médico que faz as denúncias é conhecido com Luciano de Castro, e já foi candidato a prefeito da Capital (1.341 votos) em 2012 e a Deputado Federal (2.316 votos) em 2018, não logrando êxito em nenhum dos pleitos.

Em maio do ano passado, o médico Luciano de Castro publicou um vídeo em seu perfil do Facebook denunciando um médico do Hospital Geral de Palmas por omissão de socorro. 

A denúncia teve grande repercussão na época.

O site Sou de Palmas tenta contato com o médico, Luciano de Castro e com os citados por ele no áudio.


Fonte e texto: Site Sou de Palmas 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.