quinta-feira, 15 de agosto de 2019

Fique atento: concurso da prefeitura de Goiânia (GO) tem edital previsto para agosto


A Secretaria Municipal de Assistência Social (SEMAS), prevê a realização de concurso público neste segundo semestre de 2019. 


O edital para mais de 500 vagas deve ser lançado até o final de agosto. 

Em entrevista à rádio Bandeirantes Goiânia, o titular da pasta Mizair Lemes Júnior, explicou como deve ser o cronograma do processo.

Está é a primeira vez que o órgão realiza concurso público. 

"Dado a necessidade da realização do concurso, foi levado ao prefeito Iris e autorizado para ser realizado ainda neste segundo semestre o concurso da assistência social no município de Goiânia. Até dezembro nós estaremos com esse concurso homologado", afirma.

Segundo o titular da pasta, as vagas são para os cargos de psicólogos, assistente social, entrevistadores (que vão a campo), servidores administrativos e nutricionista. 

"Precisamos desses servidores para que a Secretaria exerça as suas funções. O volume de vagas vai girar entorno de 100 vagas para psicólogo, 100 para assistente social e 100 para entrevistadores e a parte administrativa também entorno de 100 e alguns outros cargos uma quantidade menor", detalha.

Os atuais servidores que sejam comissionados ou por contrato também poderão participar do concurso público.

De acordo com o secretário, o processo está com a Secretaria Municipal de Administração para contratação da empresa que fará o concurso. 

"Já fizemos toda a parte burocrática e encaminhamos o processo para a Secretaria de Administração que irá contratar a empresa que irá realizar o concurso. Estamos trabalhando para o edital sair no máximo no final de agosto", afirma.

O concurso é uma determinação do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM-GO). 

"O TCM já especificou o tempo necessário para que ocorra esse concurso, e nós temos o prazo até dezembro para que esse concurso esteja pronto e os possíveis servidores possam tomar posse em janeiro", esclarece Lemes.

Lemes, explica que a SEMAS, tem uma grande demanda por isso a necessidade de um número alto de vagas. 

"A Secretaria de Assistência Social conta hoje com 50 unidades, temos os conselhos tutelares que são seis, mais de 20 Cras e estamos falando de dois turnos e isso acaba aumentando a necessidade. Temos as nossas casas e acolhimento, a demanda é muito grande", conclui.

Fonte: Diário de Goiás 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.