quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Chefes de segurança das cinco regiões operacionais do Estado alinham melhorias para o Sistema Penitenciário


Com intuito de fortalecer as ações de segurança nas unidades prisionais, a Superintendência de Administração dos Sistemas Penitenciário e Prisional do Tocantins, ligada à Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju), está realizando durante todo o mês de agosto reuniões com os chefes de segurança das diferentes regiões operacionais do Estado. 

Nesta quarta-feira, 21, o encontro é realizado no município de Gurupi, com a participação de servidores das regiões 4 e 5, que contemplam os municípios localizados ao sul do Estado.

O cronograma de reuniões teve início na quinta-feira, 15, em Araguaína, com os chefes das regiões 1 e 2 [norte], onde foram discutidas demandas administrativas e operacionais, além disso, foram apresentadas propostas de reestruturação do sistema penitenciário. 

O último encontro será realizado na segunda-feira, 26, em Palmas e contará com a participação dos servidores da região operacional 3 [central].

Os encontros estão sendo realizados para alinhar o trabalho desenvolvido na segurança das unidades, analisar as ações do primeiro semestre e discutir melhorias para o plano de reestruturação do sistema. 

“Nós optamos em fazer reuniões regionais devido à economia e a facilidade de tratar sobre assuntos específicos de cada região, o principal objetivo é apresentar as propostas do plano de reestruturação do sistema penitenciário, pois o chefe de segurança é uma peça fundamental na gestão e execução da pena”, ressaltou o superintendente Orleanes de Sousa.

Reestruturação do Sistema

Para se adequar as propostas apresentadas no Plano Estadual de Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Tocantins (PESSE) e aperfeiçoar as ações desenvolvidas pela Seciju, o Sistema Penitenciário e Prisional do Tocantins (Sispen/TO) passará por reestruturação. 

Entre os principais objetivos está à otimização do trabalho dos servidores, aparelhamento, além de apresentar melhorias nas estruturas físicas das unidades.

O superintendente explica que a ideia é preparar toda a equipe para as modificações. “O principal ponto da reestruturação é a adequação ao Plano Estadual da Segurança Pública, ao qual nós estamos inseridos, pois o Sistema Penitenciário tem que estar preparado para receber toda a reformulação das forças de segurança pública”, explicou Orleanes.

Reunião com gerências

Em continuidade ao trabalho de qualificação dos Sistemas Prisional e Penitenciário, também foi realizada na segunda-feira, 19, reunião com os gerentes e chefes de diferentes setores do Sispen, a fim de discutir melhorias para as diferentes áreas do sistema e efetivar as políticas públicas voltadas para a Execução Penal.

Regiões operacionais


As 39 unidades prisionais do Tocantins são dividas em cinco regiões operacionais. 

Na região 1 estão os municípios de Araguaína, Tocantinópolis, Babaçulândia, entre outros municípios que tem unidades prisionais; Na região 2, municípios como Arapoema e Guaraí também estão inseridos; A região 3, conta com a capital Palmas, Paraíso, Porto Nacional, e outras cidades centrais; Na região operacional 4 contemplas as unidades como Cariri e Talismã; Já a região 5, Dianópolis, Paranã, e demais estabelecimentos penais contemplados nesta divisão operacional.

Sugestão de legenda: Reuniões contam com participação dos chefes de segurança de cada região.

Sugestão para Facebook: Chefes de Segurança participam de reuniões para discussão do plano de reestruturação do Sistema Penitenciário!

Foto: Cidadania e Justiça/ Governo do Tocantins

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.