terça-feira, 6 de agosto de 2019

Apertando o cerco: AGR abre canal para clientes da Enel fazerem reclamações


A Ouvidoria Setorial da Agência Goiana de Regulação, Controle e Fiscalização de Serviços Públicos (AGR) montou uma estrutura robusta para atender as reclamações de toda a população goiana (pessoas físicas e jurídicas) que se sintam prejudicadas pelas ações da distribuidora de energia Enel Goiás, que adquiriu a Celg em 2017.

Todas as demandas a serem registradas serão encaminhadas pala a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para análises e devidas providências. 


Contudo, o ouvidor da Agr, Francisco Viera de Macedo, esclarece que a Agência é muito ágil na apreciação das reclamações e na tomada de providências.

Apenas este ano, a empresa já foi multada em R$ 13,46 milhões devido a falhas verificadas pela AGR na operação e a manutenção do sistema de suprimento de energia e por demora na liberação ao livre acesso aos geradores de energia ao sistema da Distribuidora.

A reestruturação da Ouvidoria da AGR é uma decisão política e administrativa do governador Ronaldo Caiado e do presidente da Agência, Eurípedes Barsanulfo da Fonseca, como forma de acolher os consumidores que se sintam prejudicados pelos problemas provocados pela Enel Goiás.

Nos últimos dois anos tem crescido, sistematicamente, as reclamações dos consumidores de energia. 

Em 2018 foram 108.857 contatos efetuados na Aneel, passando de uma média mensal de contatos em 2016 de 3.476 para 12.924, em 2019.

Os consumidores que se sentirem lesados pela empresa Enel Goiás devem procurar a Ouvidoria da AGR através dos telefone 167, pelo site: 

www.agr.go.gov.br/ouvidoria ou pessoalmente na Avenida Goiás, 305, 3º andar, Edifício Visconde de Mauá, Centro, Goiânia.

O canal aberto para reclamações da Enel com a AGR é mais um sinal de que paciência do governador Ronaldo Caiado (DEM) com a empresa italiana parece estar chegando cada vez mais ao fim da linha. 


Fonte: Mais Goiás

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.