quinta-feira, 13 de junho de 2019

Força Jovem empata em casa e não vai à final do tocantinense da 1ª divisão


Na tarde quente desta quarta-feira, 12, em Lavandeira, o Tocantinópolis arrancou o empate com o Força Jovem, 1 a 1, e o primeiro é finalista do Campeonato Tocantinense 2019. 

Após vencer a primeira partida das semifinais por 1 a 0, o TEC tinha vantagem de empatar para avançar a grande final do torneio.

Em busca da sua primeira final Estadual, o estreante na elite do tocantinense correu atrás dos gols desde os primeiros minutos, porém o Força Jovem não aproveitou as oportunidades que criou. 

Já o Verdão do Norte, uma equipe experiente, além de jogar com o regulamento a seu favor, não desperdiçou a chance quando ela apareceu.

Jogo

Em uma partida movimenta, os dois times criaram inúmeras oportunidade, mas balançaram as redes apenas duas vezes. Os gols foram todos no primeiro tempo e mesmo com a pressão feita pelo Força Jovem no início do jogo, foi o Tocantinópolis que abriu o placar. 

Aos 31 minutos da etapa inicial, após cobrança de escanteio, o lateral esquerdo Júnior subiu e abriu a contagem no marcador para o TEC no Estádio Professor Leyvalmir Rodrigues.

Em desvantagem e com a necessidade de virar o jogo para avançar, a Águia Azul não deixou o TEC comemorar por muito tempo e quatro minutos depois de sofrer o gol buscou o empate. 

Aos 35 minutos do primeiro tempo, Wanderson Negrão acabou derrubado na área e a arbitragem assinalou pênalti. O próprio artilheiro bateu e deixou o placar igual no Ninho da Águia. Assim as duas equipes se encaminharam para os vestiários com o resultado igual e a vaga na final indefinida.

A segunda etapa teve o mesmo enredo da primeira, muita movimentação e poucos gols. O Força Jovem até tentou, mas não conseguiu romper a defesa do TEC. O jogo acabou empatado e o tricampeão Estadual Tocantinópolis está em mais uma final do Tocantinense em sua história. Essa é a 9ª vez que a equipe chega à decisão.

Os comentários de Hamilton Mendes: 

Uma tarde de quarta-feira (12) histórica foi vivenciada pela comunidade da região sudeste o representante da região no Campeonato Tocantiniense entrou em campo para enfrentar o adversário que veio do outro extremo do estado.

Força Jovem e Tocantinópolis fizeram um jogo de alto nível, digno de uma semifinal.

O Verdão do Norte, mesmo com o resultado ao seu favor, já que tinha vencido o jogo da ida por 1 a 0, um empate era suficiente, entrou no começo do jogo, partindo para cima, atacando a Águia Azul do Sudeste, tentando surpreender, usando principalmente a velocidade de Felipinho e Marquinhos Bala.

Mas a grande chance de gol foi do time da casa, aos 5 minutos da primeira. Wanderson Negrão deu uma bela assistência e Foguinho saiu na cara do gol desperdiçando a oportunidade.

O jogo continuou num ritmo intenso com chances para os dois lados e aos 31 saiu o primeiro gol. Felipinho teve a chance depois de uma troca de passes, bateu a bola desviou na zaga e foi pra escanteio.

O mesmo Felipinho cobrou, Dayvson desviou no primeiro pau e a bola encontrou o zagueiro Junior que escorou com a barriga, mandando para o fundo das redes de Paulo Nunes, aumentando a vantagem esmeraldina no confronto.

O Força Jovem, foi imediatamente para cima, buscando o gol e aos 35 minutos, a bola levantada na área, Wanderson Negrão foi derrubado, pênalti assinalado pelo árbitro Tarcísio Matos, que o atacante artilheiro do time na competição foi para cobrança, e converteu.

Tudo igual no professos Leyvalmir Rodrigues. Negro Dé ainda tentou boa jogada no final do primeiro tempo, mas o goleiro Carlão fez uma boa intervenção.

Na segunda etapa o Força Jovem veio com tudo , logo no começo do primeiro, a bola sobrou para Foguinho que acertou um belo chute, para novamente uma grande defesa de Carlão.

O Jogo seguiu em alta voltagem, com o Azulinos tentando de todas as formas possíveis chegar pelo menos ao gol que levaria a cobrança de pênalti, bem postado taticamente e contando com os escapes no contra-ataque, o Tocantinópolis também levava perigo, tendo uma grande chance aos 38 minutos, bola que o zagueiro Danilo salvou para o time de Lavandeira, quase em cima da linha do gol.

Aos 43 minutos, o zagueiro Geovane foi expulso, e com um mais o Força Jovem colocou pressão, mas não conseguiu converter em gols.

A última chance clara de gol foi de novo do Tocantinópolis que em novo contra ataque, a bola sobrou pra Felipinho que finalizou para fora. Fim de Jogo no Ninho da Águia, empate de 1 a 1, que coloca o TEC em mais uma final do Tocantinense.

O Força Jovem, caçulinha da competição, caiu de pé, com uma campanha memorável, conquistando a simpatia de todos torcedores e pessoas envolvidas na competição.

O zagueiro Weles um dos destaques do time Azul declarou no final da partida que “infelizmente é o futebol que nos proporcionam essas adversidades. Infelizmente não conseguimos fazer o segundo gol. Agora é levantar a cabeça e dar continuidade a carreira da gente”, comentou o zagueiro do Força Jovem.

Já o atacante Marquinhos Bala, fez um depoimento emocionado ao repórter Calos Augusto “Quero agradecer a Deus! Estou aqui por minha mãe. Esse é meu primeiro ano no profissional, e não foi fácil a longa distância percorrida. É um sentimento de gratidão”, disse o atacante do TEC, emocionado, à equipe Craques do Rádio.

FORÇA JOVEM

Paulo; Jair Jr (Randeilson) , Uesles, Danilo e Fábio Jr; Agenor (Rodrigo), Flávio Lucio (Rominha), Foguinho e Gordo; Wanderson e Dé. Técnico Célio Ivan


TOCANTINÓPOLIS

Carlão; Bernardo, Souza, Giovane e Júnior; Rodrigo Castanhal , Marquinhos Bala, Dutra e Felipinho; Roni (Carlinhos) e Daivison (Vinicius) . Técnico Roberto Oliveira

Público 400 pagantes 17 não pagantes Renda de R$ 4.000,00

Fonte: Craques do Rádio e Jornal do Tocantins 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.