quarta-feira, 5 de junho de 2019

Campos Belos (GO): precariedade da sinalização, aliada ao vandalismo, põem em risco vida de condutores de veículos e pedestres




Por Jeferson Victor,

Campos Belos é hoje uma das principais cidades do nordeste de Goiás e do sudeste do Tocantins. Sua localização geográfica a tornou uma cidade polo, onde estima-se que sua população flutuante aproxime de 50 mil pessoas.

Não podemos desconhecer que os administradores municipais sempre pautaram pela segurança de suas ruas e avenidas, porém nenhum conseguiu até agora dar uma resposta convincente e persiste a precariedade de parte da sinalização urbana.

Recentemente o Detran Goiás pintou algumas faixas, sinalizou as vias secundárias e preferenciais, mas além de não terem pintado toda extensão das vias, ainda usaram material de péssima qualidade, as faixas em sua maioria estão praticamente apagadas, em alguns locais não há placas indicando sua existência, como é o caso das proximidades do Compre Bem um e o Supermercado Goiás no centro.

Quem mora na cidade conhece as localidades onde foram instaladas as sinalizações, porém visitante não têm como se orientar, e os pedestres acostumados a atravessarem nas faixas, partem do pressuposto que todos sabem que ali é uma faixa preferencial, muitos não sinalizam com a mão e já vão atravessando.

A faixa em frente ao Itaú acredito seja a que mais acontece acidentes, não há quebra molas e os veículos passam naquele ponto as vezes em velocidades acima do permitido, e isso tem contribuído de forma sistemática para atropelamentos de pessoas que utilizam aquela via.

Não podemos obscurecer que, o vandalismo com relação às placas de sinalização é muito grande e constante. Semana passada amassaram a placa de sinalização de faixa próxima ao Ginásio de Esportes, depois foram lá e acabaram de quebrar.

O entroncamento da Caixa Econômica, é um dos pontos mais perigosos, naquela localidade a sinalização é muito precária, as faixas de pedestres e de indicação de preferencial estão apagadas, é um trecho muito movimentado, e há um fluxo muito grande de caminhões que ali transitam e que muitas vezes retardam a freada, e passam em velocidade inadequada para o trecho.

Em alguns pontos críticos, a prefeitura fez alguns redutores de velocidade, uma medida importante, mas muito ainda precisa ser feito para preservar a vida de quem imagina estar seguro, e que na verdade se expõe ao perigo constantemente.

Quanto à destruição de placas de sinalização, fica difícil encontrar os culpados, mas a população deve ficar atenta e denunciar eventuais flagrantes de vandalismo, e a Administração Pública por sua vez tem que refazer a sinalização com urgência, não se pode esperar que o acidentes aconteçam para que sejam tomadas as devidas providências.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.