terça-feira, 7 de maio de 2019

Companhia das Letras e Instituto Vertere lançam Sapientia - Olimpíada do Futuro



Já estão abertas as inscrições para a 1ª edição a Sapientia – Olimpíada do Futuro, uma iniciativa da Companhia das Letras e do Instituto Vertere para envolver toda a cadeia escolar (estudantes, professores e escolas) em uma olimpíada de conhecimento transdisciplinar. 


A inscrição é gratuita e pode ser feita pela internet até 31 de maio. Estudantes do ensino Fundamental II, do ensino Médio e até mesmo não-estudantes podem se inscrever.

Com a provocação “Você é um cidadão do século 21?”, a Sapientia – Olimpíada do Futuro tem como principal propósito colocar os jovens no centro das discussões sobre as constantes ondas de transformação do mundo. 


Como toda olimpíada de conhecimento, a Sapientia quer despertar a curiosidade para novos saberes, capazes de desenvolver nos jovens as competências exigidas para um futuro muito próximo, com novas maneiras de trabalhar, de produzir e, até, de impactar o mundo.

Diferente das olimpíadas de conhecimento já existentes no Brasil, a Sapientia – Olimpíada do Futuro não irá focar somente em uma disciplina como Matemática, Química ou Robótica. 


As provas farão uma abordagem transdisciplinar do conhecimento, buscando conectar as disciplinas curriculares a linguagens e conhecimentos mais próximos à vida, habilidades e competências para o século 21, como Economia, Sustentabilidade, Direito, Linguística, e a vertente STEAM, sigla em inglês para Ciência, Tecnologia, Engenharia, Artes e Matemática.

A obra 21 lições para o séculos 21, best-seller escrito pelo professor israelense Yuval Noah Harari e publicada pela editora Companhia das Letras, foi uma grande fonte de inspiração para a Sapientia.

A Olimpíada contempla duas fases online, a 1ª com questões de múltipla escolha e a 2ª com uma prova discursiva baseada em um dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU


Já na terceira fase os 21 finalistas terão que criar um projeto real sobre alguma questão impactante e novamente com foco em um dos 17 ODS da ONU. O projeto tem que necessariamente ter aplicabilidade em alguma comunidade ou contexto.

Os inscritos têm à disposição o Syllabus, um documento preparado pela comissão pedagógica da Sapientia com sugestões de estudos, bibliografia, disciplinas e conhecimentos que serão tratados nas provas.

“As habilidades do século 21 são o cerne da Sapientia. Como acontece em toda olimpíada de conhecimento, queremos despertar uma nova forma de pensar as disciplinas. 


Diferente de outras olimpíadas de conhecimento que tem como foco apenas uma disciplina, criamos uma em que será possível trabalhar diversas áreas do saber utilizando inclusive a agenda 2030 da ONU”, comenta Daniel Lavouras, diretor do Instituto Vertere, e criador das Olimpíadas Brasileiras de Economia (OBEcon), Astronomia (OBA), Biologia (OBB) e Geografia (OBG).

“Do ponto de vista pedagógico, essa olimpíada inova ao trabalhar uma concepção ampliada de inteligência, convocando os estudantes a desenvolver habilidades não só cognitivas, mas interpessoais, intrapessoais, linguística, espacial e comunicativa. 


Para os professores é uma oportunidade de atualização de conhecimentos por meio de uma metodologia inovadora para abordagem dos conteúdos tradicionais”, explica Felipe Pimentel, coordenador pedagógico da Sapientia – Olimpíada do Futuro.

Matinas Suzuki Jr., COO Companhia das Letras “o processo de aprendizado está se transformando rapidamente e a Companhia das Letras vê na Sapientia - Olimpiada do Futuro um caminho inovador de se aproximar dessas mudanças profundas no conhecimento. 


A temática da Sapientia é inédita em Olimpíadas do mundo inteiro, baseada na Agenda 2030 da ONU. São temas atualíssimos e interdisciplinares, como a sustentabilidade e o STEAM (Ciência, Tecnologia, Engenharia, Artes e Matemática), que são enfocados pelo importante historiador e pensador contemporâneo Yuval Noah Harari. 

É uma oportunidade rara de engajar estudantes, pais, professores e escolas em discussões e que definirão os rumos do planeta nas próximas décadas.”

Veja o vídeo da Sapientia – Olimpíada do Futuro: https://youtu.be/1R3TniNn6io

Acompanhe nas redes sociais: https://www.facebook.com/olimpiadadofuturo/ e https://www.instagram.com/olimpiadadofuturo/


Site para inscrição e mais informações: https://olimpiadadofuturo.com.br/


Sobre o Instituto Vertere

O Instituto Vertere tem atuado como catalisador de pessoas, iniciativas, tecnologias e soluções no âmbito da educação e do conhecimento como forma de impactar positivamente a educação no país. 


O objetivo é conectar professores e alunos, a curiosidade ao saber, a escola ao mundo. A principal causa apoiada pelo Instituto são as Olimpíadas de Conhecimento e Científicas.


Sobre a Cia das Letras

Fundada em 1986 por Luiz Schwarcz e Lilia Moritz Schwarcz nos fundos da gráfica Cromocart, que pertencia ao avô de Luiz, a editora surgiu com foco original em literatura e ciências humanas, sempre atenta à qualidade do texto, das traduções, do projeto gráfico e do acabamento em todas as etapas do processo de edição. 


Rumo à Estação Finlândia, do americano Edmund Wilson, foi um dos quatro primeiros títulos publicados e logo se tornou um grande sucesso; no total, foram 48 lançamentos no primeiro ano. Hoje são mais de 30 anos de Companhia, 16 selos dedicados aos mais variados segmentos e cerca de 5 mil títulos publicados sem nunca perder de vista a ênfase na imaginação, na qualidade e na experiência de leitura que marcam cada um de seus livros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.