quinta-feira, 11 de abril de 2019

Vereador de Taguatinga (TO) questiona os gastos com reformas e o coletor de lixo



Por Antônio Rubens, 

Munidos de documentos referentes a reformas executadas pelo município de Taguatinga, o vereador Lindomar de Almeida, vem questionando os gastos da atual administração com algumas obras e reformas.

Segundo o vereador, com relação ao caminhão de lixo, existe algumas duvidas que o atual gestor ainda não esclareceu.


Ele  como por exemplo que “a prefeitura abril licitação para contratação de um caminhão 6x2, e o que esta trabalhando e 4x2, e o ano também não corresponde com pedido pela licitação, superior a 2014, e o caminhão que esta trabalhando tem ano 2012 e modelo 2013, fora dos padrões pedidos pela licitação, e também queremos saber qual o valor pago pela prefeitura, um caminhão 6x2 ou 4x2, tem diferença de preço”.

Mas o que está preocupando o vereador é o valor que esta recebendo esse caminhão, “vamos pedir ao nobre prefeito o valor das custa do caminhão ao município, sabemos que o valor de um caminhão coletor 6x2 é superiores a um 4x2, vamos pedir ao nobre prefeito esses documentos para esclarecer essas duvidas”. Fala o vereador.

Outro assunto que vem deixando o parlamentar preocupado são as reformas da Casa de Farinha e a Escola Municipal do povoado de Altamira, “temos documentos aqui que está nos deixando com muitas duvidas quanto a lisura dessas obras, a escola esta recebendo uma reforma após pouco mais de 7 meses da primeira.

"Algo estranho, também sou construtor e sei muito bem quando devemos fazer um paliativo ou uma reforma de verdade, agora imagina o nosso prefeito que tem o diploma de engenheiro, será que na primeira reforma não deu para identificar a necessidade de um trabalho mais amplo, e assim evitar gastos desnecessários aos cofres públicos do município, já que o prefeito vem reclamando sempre que a prefeitura se encontra afundada em dividas, e com a primeira reforma foram gastos um bom dinheiro e na atual mais de R$130.000,00”.

Outra obra que vem levantando muitas suspeitas é a reforma da casa de farinha do mesmo povoado, “olha só, segundo o portal da transparência, a obra teve inicio em 01/04/2018 com termino em 01/12/2018 e já foram gastos com mão de obra cerca de R$ 29,500,00, e ainda não foi apresentados os gastos com materiais, e a casa da farinha ainda deve ser reinaugurada no dia primeiro de maio desse ano”.

O vereador Lindomar foi prefeito interino por seis meses até ocorrer às eleições suplementares e teve uma aprovação bem elevada junto a população e funcionalismo público do município.

“Os meus questionamentos é ver que o nosso prefeito sempre tem dito que tem vereadores que estão contra o progresso de Taguatinga, e não aceita ser contrariado quanto aos seus atos como administrador, mas o papel do vereador e justamente fiscalizar o trabalho do executivo, então prefeito, se não quiser ser questionados, é só ser transparente com a sua administração, coisa que a população da nossa cidade não esta vendo. Vamos continuar fazendo o nosso trabalho de fiscal do povo, eu e os outros oito vereadores”, afirma. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.