sábado, 30 de março de 2019

Mesmo após lei, farmácias de Campos Belos (GO) se recusam a vender remédios com receita de outros estados



Parece que os proprietários de farmácias de Campos Belos (GO) querem fazer chacota com as pessoas da comunidade ou desejam mesmo permanecer à margem da Lei. 

Todos os estabelecimentos procurados por este jornalista, neste sábado (30), para aviar uma receita de medicamento controlado, expedida em Brasília, se recursaram a vender a medicação. 



Indagados pelo motivo, os atendentes informaram que a "Anvisa em Goiânia" autorizam apenas a venda de medicamentos de receita azul, um escancarado desrespeito ao consumidor e ao paciente.

Foi preciso arrancar o telefone celular do bolso e apresentar a Lei 13.732, de 8 de novembro de 2018, que altera a Lei nº 5.991, de 17 de dezembro de 1973.


Ela dispõe sobre o Controle Sanitário do Comércio de Drogas, Medicamentos, Insumos Farmacêuticos e Correlatos, para definir que a receita tem validade em todo o território nacional, independentemente da unidade federada em que tenha sido emitida.

O que diz a lei?

"Art. 35. ............................................................................................................

Parágrafo único. O receituário de medicamentos terá validade em todo o território nacional, independentemente da unidade da Federação em que tenha sido emitido, inclusive o de medicamentos sujeitos ao controle sanitário especial, nos termos disciplinados em regulamento." (NR)

Art. 2º Esta Lei entra em vigor após decorridos 90 (noventa) dias de sua publicação oficial.

Brasília, 8 de novembro de 2018; 197º da Independência e 130º da República.

MICHEL TEMER
Torquato Jardim
Gilberto Magalhães Occhi"

Noventa dias após 9 de novembro 2018, é exatamente 9 de fevereiro de 2019. Ou seja, desde esse dia que a lei está em pleno vigor e deve ser respeitada por todas as farmácias do país.

A lei veio em socorro aos pacientes que, por diversos motivos, tinham que comprar os medicamentos em outra unidade da federação.

Um exemplo claro eram as consultas feitas em Brasília, com as respectivas expedição de receitas. 

Na hora de comprar o medicamento em qualquer cidade de Goiás ou do Tocantins, estavam proibidos de adquiri-los.

Ou pagava-se uma nova consulta médica para obter uma nova receita ou tinham que voltar a Brasília para obter o tão necessário remédio.

A lei acabou com essa burocracia boba criada no Brasil. 


No entanto, ao menos em Campos Belos, as farmácias dão uma de "João sem braço" e continuam atazanando a vidas das pessoas, especialmente as menos informadas.

Se isso ocorrer com você, mostre o texto da Lei 13.732, de 8 de novembro de 2018. 


Este blog está em contato com a Anvisa, para ver de que maneira isso poderá ser solucionado.

sexta-feira, 29 de março de 2019

Superior Tribunal Militar homenageia Bolsonaro, Mouro, Mourão e outras autoridades da República








O presidente Jair Bolsonaro recebeu hoje (28) a comenda Grã-Cruz da Ordem do Mérito Judiciário Militar, em cerimônia no Clube do Exército, em Brasília. 

O evento marcou o 211º aniversário da Justiça Militar da União, criada em 1º de abril de 1808, pelo príncipe regente Dom João.

“Já fui homenageado no passado, agora subi de grau, Fico feliz em ser reconhecido dessa forma juntamente com outras personalidades”, disse o presidente.

Além de Bolsonaro, também foram agraciados com a comenda o vice-presidente Hamilton Mourão, o presidente do Senado Federal, David Alcolumbre, e a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, assim como os presidentes do Tribunal Superior do Trabalho, João Batista Brito Pereira, e do Superior Tribunal de Justiça, João Otávio de Noronha, e o ministro da Justiça, Sergio Moro.

Ainda foram homenageados os três comandantes das Forças Armadas: Ilques Barbosa Júnior (Marinha), Edson Pujol (Exército) e Antônio Carlos Bermudez (Aeronáutica). Diversas outras autoridades e instituições receberam comendas em outros graus.

A Ordem do Mérito Judiciário Militar foi criada pelo Superior Tribunal Militar em junho de 1957 para reconhecer pessoas e instituições que tenham prestado relevantes serviços à Justiça Militar da União.

Além de ser uma forma de reconhecimento dos trabalhos prestados pelos próprios integrantes da Casa, a comenda também é dirigida a membros de outras instituições.


Texto: EBC

Veja mais fotos

Seu dinheiro e da Saneago em malas de dinheiro: José Eliton está em Posse/GO e foi alvo de pedido de prisão, negada pelo juiz




O ex-governador José Eliton (PSDB) foi alvo de pedido de prisão (preventiva ou temporária) por parte da Polícia Federal, mas o juiz federal Rafael Ângelo Slomp indeferiu na decisão da Operação Decantação 2, deflagrada nesta quinta-feira (28).

A manifestação do Ministério Público Federal, do procurador Helio Telho, foi contrária à prisão, alegando falta de atualidade nos fatos imputados a ele.

"A medida não se mostra adequada, embora haja fundadas suspeitas de que integre a organização criminosa e tenha efetivamente agido para beneficiar a empresa Sanefer possivelmente em troca de propina", diz.

Em nota, a assessoria de José Eliton informou que ele está em Posse, no nordeste goiano, numa audiência como advogado, mas retorna nesta tarde para Goiânia. 


Conforme o texto, o ex-governador "confirma que a PF cumpriu mandado de busca e apreensão em seu apartamento na capital, em que foi apreendido um computador, usado por seu filho mais novo". 

Ele informou ainda que dará uma declaração assim que tiver acesso ao inquérito da continuação da Operação Decantação.

Foram presos durante a operação:



Luiz Alberto de Oliveira - chefe de Gabinete de Gestão da Governadoria até meados de 2017;


Gisella Silva de Oliveira Albuquerque - filha de Luiz Alberto;


Carlos Eduardo Pereira da Costa - sócio da Sanefer Construções e Empreendimentos;


Nilvane Tomás de Sousa Costa - sócio da Sanefer Construções e Empreendimentos;


Robson Borges Salazar - ex-diretor de gestão corporativa da Saneago.

Malas de Dinheiro da Saneago 

De acordo com a Polícia Federal, empresários, dirigentes da empresa e agentes públicos são investigados pelos desvios, cometidos entre os anos de 2012 e 2016.

Ao todo, a operação cumpre cinco mandados de prisão temporária e oito de busca em endereços de investigados e pessoas ligadas ao ex-governador, em Goiânia e Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital.

Durante as buscas, os policiais acharam uma mala de dinheiro na casa de uma das mulheres detidas. Segundo a PF, há R$ 800 mil.

A polícia informou que os desvios investigados na operação realizada nesta manhã ocorreram na gestão de José Eliton, que ficou no lugar de Marconi Perillo (PSDB) quando ele renunciou para concorrer à eleição de 2017.

Os mandados judiciais também envolvem sequestro de 65 imóveis, avaliados em R$ 35 milhões.

De acordo com a PF, foi constatado que três empresas, de um único dono, foram beneficiadas em contratos com a Saneago, mesmo com impedimentos fiscais e não sendo especialistas na prestação dos serviços demandados, o que indica direcionamento de licitação.

Fonte: O Popular e G1

Tribunal do júri de Posse (GO) condena integrante do grupo “Os três Patetas”



O Tribunal do Júri da comarca de Posse, localizada no Nordeste goiano, condenou Florisvan Guedes da Silva, integrante do grupo denominado “Os Três Patetas”, a pena definitiva de 28 anos, oito meses e 11 dias de reclusão, em regime fechado, pelos homicídios duplamente qualificado contra as vítimas Joelma Sousa Rodrigues e Lucas Pereira de Almeida, durante uma brincadeira conhecida por “Zerinho ou Um”, que decide quem matará o rival por uma dívida de droga e que também vitimou Jonathan Juran da Hora Silva.

Quanto a este último homicídio qualificado, Florisvan foi absolvido, vez que foi executado por um outro integrante do grupo, Douglas Maciel, já falecido. 


Contudo, ele foi condenado, ainda, pelo crime de associação para o tráfico de droga, a 700 dias-multa, sendo cada dia-multa fixada em 1/30 do salário mínimo vigente na época do fato, ocorrido em 2016.

Segundo denúncia do Ministério Público do Estado de Goiás (MPGO), no dia 10 de maio de 2016, por volta das 21 horas, na Rua Hidelbrando Pereira de Souza, Setor Mãe Bela, Florisvan Guedes, à época com 19 anos, juntamente com Douglas Maciel e Tharly Oliveira Souza (falecidos em 29 de maio de 2016), de “forma livre, consciente e voluntária, por motivo torpe” - dívida de drogas -, matou Jonathan Juran da Hora Silva.

Nesta mesma noite, por volta das 22h58, e na mesma circunstância, o grupo matou Lucas Pereira de Almeida, na Rua Nelson Vieira de Brito, Setor dos Funcionários, tendo no dia anterior e também em igual situação, matado Joelma Sousa Rodrigues. O crime aconteceu às 19h10, na Rua José Balduíno, Centro.

Os autos noticiam que o grupo se autodenominava “Os Três Patetas”, e aterrorizou os moradores de Posse, até a morte de Douglas e Tharly, durante confronto com a Polícia Militar.

De acordo com os autos, os três “uniram-se em comunhão de esforços para a prática de tráfico de drogas neste município ao longo do ano de 2016, tendo comercializado o entorpecente junto a pequenos usuários de droga, assim como realizado a cobrança de dívidas de tráfico empregando métodos extremamente violentos e até mesmo mortais”.

Sorteio macabro

De acordo com o Inquérito Policial, Joelma Sousa, usuária de crack, procurou mais de uma vez o grupo em busca de droga para seu consumo. 


Os três traficantes, contudo, já planejavam a sua morte em razão de dívidas não pagas e também porque acreditavam que ela seria informante da polícia e os estaria delatando aos policias.

O grupo realizou um macabro sorteio para decidir qual dos “Patetas” iria desferir os tiros fatais, tendo os mesmos logo depois se encontrado com a vítima em via pública. 


Florisvan atraiu a atenção de Joelma para que o “Pateta” Douglas efetuasse os disparos fatais, tendo ambos em seguida se evadido do local.

Também foi apurado que a vítima Lucas de Almeida devia aos “Três Patetas” volumosa quantia de drogas, o qual recusava-se a pagar, mesmo tendo sido cobrado pelo grupo por diversas vezes. 


A sessão do Tribunal do Júri foi realizada na sexta-feira (22) e presidida pelo juiz Pedro Henrique Guarda Dias.

Fonte: TJGO


Relembre o caso:
Posse (GO): No 'zerinho ou um', trio decide quem matará rival por dívida de droga; veja vídeo

Posse (GO): em vídeo, jovem que ganha ‘zerinho ou um’ para matar rival nega crime

Formosa (GO) : Morre vigário-geral de Formosa acusado de desviar dinheiro da igreja


Morreu, nesta quinta-feira (28/3), o vigário-geral da cidade de Formosa, em Goiás, Epitácio Cardoso. 

Ele era um dos investigados em uma operação do Ministério Público de Goiás (MPGO), que investiga o desvio de R$ 2 milhões dos cofres da Igreja Católica.

Segundo a defesa do religioso, ele estava internado, ao menos, desde o início deste mês, e faleceu em decorrência de complicações no quadro de pneumonia.

Os advogados não deram detalhes a respeito do quadro de saúde do vigário, mas lamentaram, por meio de nota, a morte do religioso. 

Os defensores consideram as investigações "uma ação penal midiática sustentada tão-somente em condutas atípicas. 

Hoje, todos nós temos a firme convicção de que as injustiças e as misérias do processo penal também causam mortes diretas".

Deflagrada em 19 de março de 2018, a Operação Caifás resultou na acusação de 11 pessoas, incluindo o vigário. 

Além dele, são investigados Thiago Wenseslau, juiz eclesiástico; Waldson José de Melo, pároco da Paróquia Sagrada Família, em Posse (GO); Guilherme Frederico Magallhães, secretário da Cúria de Formosa; Darcivan da Conceição Serracena, funcionário da Diocese de Formosa; Edmundo da Silva Borges Junior, advogado da Diocese de Formosa; 

Pedro Henrique Costa Augusto e Antônio Rubens Ferreira, empresários apontados como laranjas do esquema; Mario Vieira de Brito, pároco da Paróquia São José Operário, em Formosa; Moacyr Santana, pároco da Catedral Nossa Senhora da Imaculada Conceição, também em Formosa; e José Ronaldo Ribeiro, bispo da mesma cidade.

Em 12 de setembro do ano passado, o bispo dom José Ronaldo Ribeiro, acusado de ser mentor do esquema, renunciou ao cargo.

Fonte: CorreioWeb

Estão abertas as inscrições para o Encontro Regional em Campos Belos



São esperados prefeitos, vereadores, secretários, gestores e agentes sociais das 40 cidades da regional.


As inscrições para a segunda edição do 9º Encontro Regional do TCMGO – 2019, que será realizada na 3º Região, em Campos Belos, no dia 2 de abril, podem ser feitas pelo site: www.tcm.go.gov.br/sophos.

O tema do Encontro Regional deste ano é “Pela Efetividade das Políticas Públicas”. 

O objetivo do tribunal é capacitar gestores, para que consigam resultados cada vez mais eficientes em suas administrações públicas. 

São esperados prefeitos, vereadores, secretários, gestores e agentes sociais das 40 cidades da regional.

O evento será realizado na Câmara Municipal de Campos Belos, das 7h30 às 13 horas. Depois da abertura oficial, será ministrada a palestra: 

“ Operação do Sistema Colare”. A partir das 10h45 estão programados os painéis: Preços Referenciais para Orçamentos de Obras e Serviços de Engenharia , Portal da Transparência e Aspectos Relevantes no Controle da Gestão de Pessoal.

A Prefeitura e a Câmara Municipal de Campos Belos são parceiras do Tribunal de Contas dos Municípios do Estado de Goiás e do Ministério Público de Contas dos Municípios na realização do Encontro Regional.

Calendário dos próximos encontros


Na 3ª Região, terá também encontro na cidade de Águas Lindas, no dia 9.4. Na sequência será na 4ª Região, em Rubiataba (16.4), depois na 5ª Região, em Edeia (30.4). 


No mês de maio, o encontro será na 6ª Região, na cidade de Morrinhos (7.5) e na 1ª Região, em Goiânia ( 27.5).

Fonte: Assessoria de Comunicação do TCMGO

Em Iaciara (GO), ex-integrantes da "Banda Real Som 5" se reúnem durante aniversário do músico Ademar Soares






Um reencontro é sempre algo emocionante e foi assim no aniversário do músico, compositor e fundador da banda Real Som 5, Ademar Soares, que fez muito sucesso em todo estado de Goiás nas décadas de 80 e 90.

Regado a muita música e com encantamento de velhos amigos e com ex-integrantes da banda, a festa aconteceu em Iaciara, no nordeste goiano, no último sábado (23), na casa de Ademar Soares.

A festa de aniversário de Ademar Soares marcou o reencontro de ex-integrantes da banda, após seus caminhos se dividirem nas diversas encruzilhadas e caminhos possíveis de suas vidas, para celebrar a arte da banda Real Som 5.

Num formato inédito, a banda Real Som 5 comandada pelo músico e aniversariante Ademar Soares reviveu as canções que marcaram época durante a trajetória da banda.

Foi um dia de sorrisos e nostalgia, um sábado para ficar marcado nos corações de gerações que estiveram presentes no evento.

As músicas, mesmo tão antigas, além de há muito não ouvidas, receberam o coro de inúmeras vozes que as entoavam como que se ouvidas ainda ontem, tal sua força e magia. Era realmente uma celebração da banda Real Som 5.

Além do aniversariante, participaram da festa os ex-integrantes da banda Manoel baterista, Jhonatan, Djalminha, Ravengar, Hernandes Bispo, Adelson, Edmundo, Rock baterista, Rosa Ferreira e Luzia do Sol.


Fonte: Antônio Carlos

MP pede inclusão de nome de empresários foragidos em lista da Interpol. Operação foi deflagrada em Formosa/GO



A 1ª Promotoria de Justiça de Formosa requereu a inclusão dos empresários André Luiz Gontijo de Souza e Vanessa Maris Araújo Fernandes na lista de procurados da Interpol. 

Eles tiveram a prisão preventiva decretada e encontram-se foragidos desde o dia 22 de março.

A intenção dos promotores que assinam o pedido, Douglas Chegury e Fernanda Balbinot, é que os postos da Polícia Federal na fronteira e aeroportos e demais órgãos de segurança pública permaneçam alertas para capturá-los.

André Luiz e Vanessa Maris são investigados no âmbito da Operação Demóstenes, deflagrada pelas Promotorias de Justiça de Formosa, por suspeita de participarem de organização criminosa voltada para a prática de fraudes em licitações públicas. 


De acordo com as investigações, foram fraudados processos licitatórios de pavimentação asfáltica nos anos de 2017 e 2018.

Os dois empresários são proprietários da empresa Mult-X Construtora e são acusados também de falsidade ideológica e uso de documentos falsos.

As investigações apuraram que foram fraudados oito procedimentos licitatórios que tiveram como objetivo a pavimentação asfáltica, aplicação de lama asfáltica e tapa-buraco nas ruas do município.

A Justiça, atendendo pedido do MP-GO, decretou o bloqueio de R$ 5 milhões dos réus como forma de assegurar o ressarcimento dos prejuízos causados aos cofres públicos municipais.

Fonte: MPGO

segunda-feira, 25 de março de 2019

“O Brasil não é playground do Rodrigo Maia”. Um comentário ponderado e sóbrio de Caio Coppolla


A partir do minuto 5:46"

Vídeo oficial da festa. Como foi o carnaval do entrudo 2019, em Arraias (TO)?



Se se perguntar a cada folião como foi o carnaval de Arraias (TO) em 2019, cada um terá uma história diferente e que, com certeza, marcará a sua vida pelo resto da vida. 


Mas há muitas coisas em comuns para todos os foliões: a sensação de paz, tranquilidade, o molha-molha, a felicidade, a nostalgia e muito namoro. 

E para registrar para sempre esses momentos, a prefeitura de Arraias, coordenada pelo prefeito Wagner Gentil, produziu este vídeo, que mostra as principais caras e atrações da festa. 

Você esteve lá? então, curta aí...  "É show, papai!"

Por venda de lote público sem autorização legal, ex-prefeita de Combinado (TO) é condenada por improbidade administrativa


A ex-prefeita de Combinado, Maria do Socorro Ferreira de Morais, e o ex-genro dela, Dictino Matias Afonso, foram condenados pelo ato de improbidade administrativa devido à comercialização de um terreno público sem a observância das formalidades legais exigidas. 


Ao julgar o caso, o juiz Jean Fernandes Barbosa de Castro, da Comarca de Aurora do Tocantins, ainda declarou nulo o contrato de compra e venda do imóvel.

Segundo consta no processo, a ex-gestora autorizou a venda de um lote de 720 m², que pertencia ao município de Combinado, ao ex-genro, sem cumprir as exigências legais para tal ato. 

“Quando da alienação de imóvel público, há que se observar a presença dos seguintes requisitos: interesse público justificado, prévia avaliação do imóvel, autorização legislativa e licitação”, pontuou o juiz referindo-se à Lei n° 8.666/93, que institui normas para licitações e contratos da Administração Pública.

Para o magistrado, os envolvidos, ao realizarem contrato de compra e venda de imóvel público sem observar os preceitos legais incorreram nas condutas tipificadas como ato de improbidade administrativa que causam prejuízo ao erário público. 

“Em relação ao requerido Dictino Matias Afonso, embora não exista comprovação que à época dos fatos exercia função pública, está sujeito às sanções previstas na Lei de Improbidade Administrativa, nos termos do artigo 3º, tendo em vista que concorreu para a prática de ato ímprobo e dele se beneficiou, conforme restou demonstrado nos autos”, analisou.

Desta forma, conforme a sentença, Maria do Socorro Morais e Dictino Matias tiveram seus direitos políticos suspensos, estão proibidos de contratar com o Poder Público pelo prazo de três anos e ainda deverão pagar multa civil no valor de três salários mínimos.

Confira a sentença.


No MPE, vereador de Combinado acusa prefeita de vender área irregularmente; gestora alega perseguição política

Prefeitura de Flores de Goiás (GO) abre processo seletivo



A Prefeitura de Flores de Goiás, no Estado de Goiás, publicou o edital nº 001/2019 referente ao seu processo seletivo simplificado que tem por objetivo o preenchimento de 5 vagas imediatas e mais 15 vagas para formação de cadastro reserva, totalizando 20 vagas em disputa.
Vagas

Oficineiro de Capoeira: R$ 998,00 para 40 horas semanais;

Oficineiro de Arte, Música e Contador de História: R$ 998,00 para 40 horas semanais;

Entrevistador do Cadastro Único e Bolsa Família: R$ 998,00 para 40 horas semanais;

Assistente Social: R$ 2.800,00 para 30 horas semanais;

Psicólogo: R$ 2.800,00 para 40 horas semanais;

Supervisor do Programa Primeira Infância no SUAS: R$ 1.800,00 para 40 horas semanais;

Visitador do Programa Primeira Infância no SUAS: R$ 1.050,00 para 40 horas semanais.

As vagas de Supervisor, Psicólogo e Assistente Social são de nível superior. As demais vagas são de nível médio.

Os profissionais acima irão atuar, durante o ano de 2019, na área de Assistência Social nos seguintes locais/programas:

Centro de Referência de Assistência Social (CRAS);
Centro de Referência de Assistência Social Volante (CRAS-Volante);
Serviço de Convivência de Fortalecimento de Vinculo (SCFV);
Programa Primeira Infância no SUAS;
Bolsa Família-IGD.
Inscrições

As inscrições serão realizadas de forma gratuita, entre os dias 28 de março e 09 de abril de 2019, na Secretaria Municipal de Assistência Social, que fica localizada na Praça da Matriz, nº 44, no centro de Flores de Goiás.

Ao se inscrever, o candidato deverá entregar a ficha de inscrição preenchida, disponível no anexo IV do edital, juntamente com os originais e cópias da seguinte documentação:

Curriculum vitae, com os documentos que comprovem as informações de formação e experiência profissional;
Documento de identidade oficial com foto;
CPF;
Comprovante de residência atualizado;
Carteira de Trabalho.
Provas

Este processo seletivo será composto por análise curricular valendo até 20 pontos e por entrevista técnica, também valendo 20 pontos.

Na análise curricular poderão ser avaliados os cursos de pós-graduação ou graduação, de acordo com o nível de escolaridade do cargo, cursos de atualização e aperfeiçoamento na área de assistência social ou na área do cargo e a experiência profissional.

Serão aprovados na análise curricular e convocados para a entrevista apenas os candidatos que obtiverem a nota mínima de 14 pontos.

Serão aprovados na entrevista os candidatos que obtiverem a nota mínima de 12 pontos.
Validade

Este processo seletivo será válido por um ano, a contar da sua homologação, podendo ser prorrogado por mais um ano, conforme necessidade da administração pública.

Fonte: Concursos no Brasil

Ração contaminada mata 13 cavalos no DF e em Formosa (GO)


A Secretaria de Agricultura (Seagri) do DF emitiu uma nota alertando os criadores de cavalos na região de uma suspeita de ração contaminada que teria sido comercializada em Brasília e no Entorno. 


Treze cavalos morreram e outros 17 estão em observação após o consumo de um produto feito de aveia misturada a uma semente chamada crotalária, usada nas plantações para adubação verde do solo.

Os casos foram identificados no Gama, em Formosa (GO), Taguatinga, Recanto das Emas e no Núcleo Rural Tabatinga, região de Planaltina. 

A Seagri notificou o agricultor responsável pela produção, no entanto, ainda há risco de intoxicação de outros animais.

“Alteração no comportamento dos animais ou mesmo uma desconfiança da qualidade da aveia oferecida como ração deve ser comunicada para que possamos analisar caso a caso”, alerta a subsecretária de defesa agropecuária da Seagri, Danielle Araújo.

Após a pasta ter conhecimento das primeiras mortes dos equinos, uma equipe de técnicos do governo visitou as propriedades para analisar os sintomas clínicos dos animais.

Como o problema no fígado é comum em casos de intoxicação, amostras do alimento oferecido aos bichos foram levadas para análise. Na Universidade de Brasília (UnB), uma equipe de pesquisadores detectou que a ingestão das sementes de crotalária acarretou na contaminação dos cavalos.

Intoxicação


Embora visíveis a olho nu, as sementes dessa planta, pretas e parecidas com feijões pequenos, muitas vezes passam despercebidas pelo criador de equinos. “Os agricultores costumam plantar a crotalária para fixar nitrogênio na terra”, explica a subsecretária de defesa agropecuária.

“A gente suspeita que tenham plantado a aveia logo após uma retirada malfeita da crotalária. Então, ela rebrotou junto com a aveia e, na colheita, tudo se misturou.”

A crotalária produz uma substância secundária conhecida como alcaloide pirrolizidínico, que ataca diretamente o fígado, envenenando o sangue e sistema nervoso. Os animais podem ser salvos dependendo do porte, resistência e até mesmo da quantidade do consumo da aveia contaminada. 


No DF, a população de equinos está em torno de 20,4 mil.

Sintomas:

Anorexia (alimentação seguida de vômitos), agressividade, atordoamento, descoordenação, andar cambaleante, andar a esmo, tristeza, espasmos musculares,  mal-estar geral, cabeça baixa, irritação, patas dianteiras em abdução e galope sem rumo


Fonte: CorreioWeb

Na BR-242, fiscalização em Taguatinga (TO) faz apreensão de dois caminhões de gado. Multa chegou a R$ 27 mil



Por Antônio Rubens, 

Na tarde da última quinta-feira (21), foram apreendidos dois caminhões transportando gado, na BR 242, em Taguatinga (TO), por documentação irregular.

Segundo os fiscais da Receita Estadual que fizeram a detenção, os caminhões estavam com documentos contrários ao endereço do carregamento da carga.

As documentações foram emitidos como se o carregamento fossem na cidade de Combinado (TO), mas, ao serem abordados pela fiscalização, os motoristas dos veículos não souberam responder onde carregaram os caminhões, se carregados em alguns destes município de Taguatinga, Ponte Alta do Bom Jesus ou Dianópolis.

A empresa responsável pelo transporte disse à fiscalização que “os motoristas havia se confundindo com o endereço da fazenda onde foram carregados os caminhões, pois não sabiam se a fazenda ficava no município de Taguatinga ou Combinado”. 

Empresa pagou impostos referentes a 66 cabeças de gado bovino dando um valor de: B/C = 142.560,00; ICMS= 17.107,20; MULTA= 10.264,32

Sendo um total de R$ 27.371,32, recolhidos aos cofres públicos do Estado do Tocantins (TO).

Após procedimento da fiscalização, os caminhões foram liberados.

Os fiscais disseram que é normal na região este tipo de apreensão que “por estarmos numa fronteira de Estado, muitas empresas tentam fugir da fiscalização para sonegar os tributos correspondentes com a carga que está transportando, mas estamos atendo a esse tipo de delito”.

Oportunidade: Fort Atacadista contrata para nova loja em Ceilândia Norte




Seletivas acontecem hoje e amanhã, 25 e 26 de março, para 150 vagas de trabalho

Em ritmo de expansão no Distrito Federal, a rede Fort Atacadista está recrutando novos profissionais para sua nova loja prevista para inaugurar este ano. São, ao todo, 150 postos de trabalho na cidade de Ceilândia. 

As seletivas já começaram e acontecem, nesta segunda-feira (25) e amanhã, dia 26. 

Serão vagas em cargos variados, como: operador de caixa, repositor de seção, auxiliar de perecíveis, auxiliar de prevenção, além da área administrativa na parte de televendas. 

As vagas também são para pessoas portadoras de necessidades especiais (PCDs).

Os interessados devem comparecer no endereço: QNQ 03 conjunto 05 lote 16 Igreja Ministério do Avivamento Labareda de Fogo, das 8h30 até as 17h, munidos de todos os documentos disponíveis como, RG, CPF, CTPS, escolaridade com o segundo grau completo, e, para os homens, reservista. 

“Temos cargos disponíveis para todos que buscam novas oportunidades de trabalho em uma empresa que está crescendo e em que as pessoas podem crescer junto “, diz Marilene Moura, gerente de gente e gestão do Grupo Pereira, detentor do Fort Atacadista e que tem duas lojas no Distrito Federal e 34 unidades espalhadas no Brasil.

domingo, 24 de março de 2019

UFT: Câmpus de Arraias oferta curso de Libras



Os interessados em se inscrever para o curso de Língua Brasileira de Sinais (Libras) no câmpus de Arraias devem ficar atentos aos prazos. As inscrições seguem até o dia 29 de março.

Para se inscrever é simples, basta ir ao Bloco Bala, no 1º pavimento, na Coordenação do Curso de Turismo, de segunda a sexta-feira, das 09h às 11h e das 15h às 17h.

As aulas serão ministradas todas as segundas e quartas-feiras, entre às 16h30 e às 18h. O início das aulas está previsto para o dia 01 de abril de 2019.

Para esclarecimento de dúvidas entre em contato pelos telefones (63)3653-3432 e (63) 3653-3421.

Artigo: crimes digitais e a legislação brasileira





Por Gabriel Prates,


O advento da internet mudou o mundo a partir da década de 60, hoje provavelmente o maior sistema de engenharia já criado pelo homem, no início a internet era um projeto apenas militar chamado ARPANET.

Hoje é uma rede com centenas de usuários no mundo inteiro que estão conectados através de notebooks, smarphones, dispositivos como sensores de dados, consoles para jogos e até mesmo maquinas de lavar; já é realidade casas inteligentes onde podemos controlar o banho após um longo dia de trabalho utilizando o celular; cirurgias estão sendo executadas através da internet a forma como fazemos negócios, nos relacionamos, estudamos e até mesmo compramos comida. E realmente o mundo mudou e com isso, a forma de cometer crimes também.

"A internet vem modificando o comportamento humano, incentivando a paixão pelo conhecimento, educação e cultura. Isso, entretanto, não é de graça; vem acompanhado da inseparável e sempre (má) companhia criminosa: os criminosos digitais". (KAMINSKI, 2003, p.28).
Os criminosos também mudaram para a plataforma digital, não é difícil abrirmos os jornais é encontrarmos manchetes cujo o tema diz: “Hackers clonam cartões de crédito” ou “Quadrilha é presa por desvio de dinheiro pela internet”.

Há algum tempo a internet era vista como uma terra sem lei onde os criminosos estavam impunes por não existir normas ou meios de investigação eficazes que pudessem punir os malfeitores.

As fraudes bancárias podem ser punidas utilizando o artigo. 155, §4º, II, in verbis:

Furto

Art. 155 - Subtrair, para si ou para outrem, coisa alheia móvel:

Furto qualificado

§ 4º - A pena é de reclusão de dois a oito anos, e multa, se o crime é cometido:

II - com abuso de confiança, ou mediante fraude, escalada ou destreza;

Estelionato

Art. 171 - Obter, para si ou para outrem, vantagem ilícita, em prejuízo alheio, induzindo ou mantendo alguém em erro, mediante artifício, ardil, ou qualquer outro meio fraudulento:

Pena - reclusão, de um a cinco anos, e multa, de quinhentos mil réis a dez contos de réis.

Não só os delitos contra o patrimônio migraram para a internet, também começaram a aparecer ameaças, perfis falsos difamatórios e Fake-News com calunia.

O Código Penal Brasileiro trás em seu bojo capítulos que versa sobre crimes contra a honra e a liberdade individual que pode ser perfeitamente aplicado ainda que o crime tenha sido cometido em ambiente virtual, senão vejamos:

Calúnia

Art. 138 - Caluniar alguém, imputando-lhe falsamente fato definido como crime:

Pena - detenção, de seis meses a dois anos, e multa.

§ 1º - Na mesma pena incorre quem, sabendo falsa a imputação, a propala ou divulga.

§ 2º - É punível a calúnia contra os mortos.

Difamação

Art. 139 - Difamar alguém, imputando-lhe fato ofensivo à sua reputação:

Pena - detenção, de três meses a um ano, e multa.

Injúria

Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro:

Pena - detenção, de um a seis meses, ou multa.

Ameaça

Art. 147 - Ameaçar alguém, por palavra, escrito ou gesto, ou qualquer outro meio simbólico, de causar-lhe mal injusto e grave:

Pena - detenção, de um a seis meses, ou multa.

Parágrafo único - Somente se procede mediante representação.

Os crimes tipificados acima são classificados como crimes ou delitos transeuntes, o que significa que no mundo real esses crimes não deixam vestígios.

Contudo, no ambiente virtual tudo deixa vestígio, o que é melhor para a investigação, e na fase de inquérito policial o delegado de polícia conseguirá produzir um conteúdo probatório mais significante.

Outra forma de garantir o direito quando vítima de crime na internet é procurar um tabelião de notas(cartório) para lavratura de uma ATA NOTARIAL das ofensas, ameaças e até mesmo de dano quando houver invasão do seu site pessoal ou da sua empresa para que a prova seja mais robusta dentro do processo e que o criminoso seja punido exemplarmente.

A legislação brasileira tem aprovado leis tais como a Lei 12.737/2012 que ficou conhecida como lei Carolina Dieckmann, também 12.965/2014 (Marco Civil da Internet).

O Marco Civil da Internet, oficialmente chamado de Lei N° 12.965/14, é a lei que regula o uso da Internet no Brasil por meio da previsão de princípios, garantias, direitos e deveres para quem usa a rede, bem como da determinação de diretrizes para a atuação do Estado.

Recentemente também foi aprovada a Lei 13.709//18 mais conhecida como LEI GERAL DE PROTEÇÃO DE DADOS (LGPD) A Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais é a legislação brasileira que determina como os dados dos cidadãos podem ser coletados e tratados, e que prevê punições para transgressões.

A aprovação de leis para garantir direitos e fazer justiça dentro da internet é sinal de que o Brasil está se movimentando e a internet não é mais uma terra sem LEI.

Acordo com a TAP vai beneficiar Brasília e cidades vizinhas, entre elas Alto Paraíso e Cavalcante (GO)


Além de aumentar o fluxo de turistas na Capital Federal, o acordo do stopover assinado na semana passada entre o Governo do Distrito Federal e a empresa aérea portuguesa TAP vai beneficiar cidades próximas a Brasília. 

A secretária de Turismo, Vanessa Mendonça, se reuniu, nesta sexta-feira (22), em Brasília, com os prefeitos de Cavalcante (GO), Josemar Freire, e de São Jorge(GO), Martinho Silva, e secretários de Turismo das cidades de Formosa (GO), Ian Thomé, e de Cavalcante, Wesley Silva.

De acordo com a secretária de Turismo, a intenção do GDF é trabalhar junto com outros estados para aumentar o número de turistas no Brasil “Queremos que os turistas de Brasília também visitem as belezas naturais de outras cidades próximas. 

Além das atrações arquitetônicas, cívicas, gastronômicas e ecológicas que oferecemos, a nossa capital está rodeada de lugares históricos e com belezas naturais que encantam os europeus que têm, por característica, viajar para vivenciar novas experiências e culturas”, afirmou Vanessa Mendonça.

A reunião com os prefeitos teve o objetivo de unir esforços entre o Distrito Federal e as cidades próximas à Brasília para impulsionar a economia e a geração de empregos por meio de um vasto cardápio de atrações turísticas. 

“Brasília e cidades vizinhas devem estar preparadas para receber o grande fluxo de turistas que estamos esperando. Precisamos investir em rotas, infraestrutura, sinalização e qualidade de atendimento e do receptivo”, enfatizou a secretária de Turismo.

Para a próxima segunda-feira (25), Vanessa Mendonça organiza uma reunião com secretários de Turismo de estados do Centro-Oeste para que destinos como Pantanal, Bonito e Jalapão também sejam oferecidos para os clientes da TAP que optarem por fazer stopover em Brasília. 

“Unir as atrações de Brasília com turismo ecológico em outros estados é o produto que o mundo quer comprar. Quando oferecermos esse cardápio de variedades iremos atrair turistas e operadoras do mundo inteiro”, frisou a secretária de Turismo.

Stopover 

Os passageiros que embarcarem pela TAP em Portugal com destino ao Brasil poderão ficar até cinco noites em Brasília sem aumento do preço da passagem. 

A Capital Federal é uma das pioneiras nesse tipo de parceria com a TAP. 

A expectativa do GDF é que não só a rede hoteleira e o comércio de Brasília sejam impactados positivamente com a parada de turistas europeus na cidade, mas também as cidades do Entorno e da Região Metropolitana do DF.

Com uma diversificada rede hoteleira que oferece quase 40 mil leitos, Brasília tem variedade de opções de lazer, gastronomia, compras, atividades culturais, exposições, parques, vida noturna e criatividade. 

O aeroporto Juscelino Kubitschek é o 3º maior do Brasil em movimentação internacional de passageiros e o maior hub doméstico do país.

Considerada o 3º polo gastronômico do Brasil, Brasília foi a primeira colocada em um pesquisa realizada pelo Ministério do Turismo do Brasil sobre a aprovação dos turistas estrangeiros. 

Os restaurantes da capital federal tiveram 97,7% de aprovação. 

O prêmio Travellers’ Choice 2018, organizado pelo Trip Advisor, concedeu à cidade a segunda colocação na categoria “destinos em alta” na América do Sul.

Com informações da Secretaria de Turismo

Menores suspeitos de assassinato em Arraias (TO) são internados pela Justiça


A Justiça do Tocantins determinou a internação de quatro adolescentes suspeitos de participação no assassinato de José Luiz Bispo Ferreira em novembro de 2018. 

O crime foi em Arraias, na região sul do Tocantins, e chocou os moradores pela violência e crueldade empregadas. 

A vítima recebeu vários tiros a queima rouba, golpes com facas e até um facão.

A investigação aponta que o homicídio foi motivado por uma dívida relacionada ao tráfico de drogas. 

O promotor João Neumann Marinho da Nóbrega, que cuidou do caso, afirma que um dos adolescentes participou do crime como mandante, junto com uma pessoa maior de idade que não foi identificada, enquanto os outros três receberam dinheiro pela execução.

A internação dos adolescentes deve durar no mínimo seis meses e no máximo três anos. 

Eles serão liberado se completarem 21 anos de idade antes do fim do período de internação. 

Eles estão no Centro de Assistência Socioeducativo Estadual (Case) de Palmas.

Fonte: G1

sexta-feira, 22 de março de 2019

Vamos rir...pense num cabra frouxo


Vídeo do dia: em Lavandeira (TO), aguaceiro toma conta de escola, enquanto políticos escarram no rosto dos cidadãos



Uma escola estadual de ensino médio de Lavandeira (TO), sudeste do estado, é o retrato de como os gestores políticos administram a questão da educação no país.

As imagens são um tapa da cara de todos nós, país, estudantes, contribuintes, cidadãos.

A problemática é velha e a cada ano, no período chuvoso, as águas das chuvas desabam nas salas de aulas, áreas de administração, banheiros, laboratórios.

No vídeo, os estudantes arrastam rodos para amenizar o aguaceiro, enquanto professores expõem suas aulas.

Uma indignidade absurda. 


Mas não adianta o blog publicar, se a comunidade não reagir. 

Cidadania não se exerce apenas de dois em dois anos, nas épocas de eleições. 

Enquanto não houver uma proatividade da comunidade local, os mau gestores da coisa pública continuaram a escarrarem na cara de todos, com imagens como estas. 

Profissionais de saúde de Campos Belos declaram greve em defesa dos seus direitos




Depois de tentar de todas as formas fazer o Prefeito Eduardo Terra (PR) entender que é seu dever cumprir lei, os profissionais de saúde de Campos Belos perderam a paciência e decidiram entrar em grave com início da paralisação nesta sexta-feira (15).

Desde o segundo semestre de 2015, passou a vigorar no Município de Campos Belos o plano de carreira dos profissionais de saúde, que assegura o direito à progressão salarial por nível de habilitação e atualização profissional. Mas o Prefeito vem se negando a implantar o plano. 

Em vez disso, optou por acionar a justiça tentando obter a declaração judicial de inconstitucionalidade da lei, porém, sem êxito. 

O Prefeito vem se negando também a reajustar o piso salarial profissional nacional dos Agentes Comunitários de Saúde e dos Agentes de Combate às Endemias.

O SINDIBELO informa que, com relação aos profissionais de educação e de outras áreas da administração pública municipal, não está descartada a possibilidade de esses segmentos também irem à luta contra o mal costume do Prefeito Eduardo Terra de desobedecer leis quando se trata de direitos dos trabalhadores no serviço público. 

É o caso dos professores que tiveram suas cargas horárias de trabalho, de uma hora para outra, reduzidas de 40 para 30 horas semanais com a proporcional redução de salários e do não pagamento correto da correção salarial com base no PSPN. 

Mesmo depois de o sindicato obter sentença judicial favorável ao retorno desses professores à carga horária de 40 horas semanais e dos salários antes percebidos, o Prefeito preferiu recorrer da decisão. 

Ele vem deixando de pagar também, a muitos servidores de todas as áreas, os quinquênios assegurados no Regime Jurídico Único.

Segundo o Presidente do SINDIBELO, Professor Antônio Brabosa, a parir do lançamento da grave nesta sexta-feira, várias atividades serão realizadas tais como: visita ao Ministério Público em defesa do cumprimento das leis que asseguram os direitos dos trabalhadores, passeatas e carreatas pela cidade, anúncio da grave para a comunidade em carro de som, atos públicos de protestos contra as omissões do Prefeito, entre outras legítimas pressões sociais contra dos desmando do governo local.

Esse processo de luta do SINDIBELO, que vem contanto com o apoio da CUT-Brasília desde os seus momentos preparatórios, com destaque para a participação da dirigente sindical cutista Olízia Alves, está demonstrando a importância da organização e da luta dos trabalhadores quando seus direitos são retirados ou ameaçados.

Fonte: SINDIBELO

Prefeitura de Campos Belos faz operação tapa buraco




A prefeitura de Campos Belos desencadeou uma operação de tapa-buracos para tentar minimizar os estragos feitos pelas chuvas na pavimentação asfáltica.

O trabalho tem sido feito em diversas ruas e avenidas, inclusive na Avenida das Indústrias, alvo de publicação deste blog.






Desatenção total no Povoado Riacho. Fecharam o posto de saúde, creche e escola





"Prezado Dinomar Miranda,

Queria muito que o senhor publicar no blog os descasos com o povo do Povoado Riacho.

Já se fechou a creche e o colégio e agora fechou o posto de saúde.

Dizem que é para reforma e era para um mês. Passaram-se três meses.

O povo de lá só é lembrado na época da política. Lá também tá só mato. Veja as fotos que enviei ao senhor. 

Queria que o senhor publicasse para ver eles tomam uma iniciativa, porque o povo está sofrendo com a falta do posto de saúde

Tem várias pessoas que sofrem hipertensão diabetes e estão se acabando por falta de atenção. 

O povo de lá, para vim à cidade consultar paga R$ 20 reais de transporte e não tem condução para vim e muitas das vezes são pessoas necessitadas.

Muito obrigado pela atenção."

Adolescente ameaça colega de escola pelo whatsapp


Policiais Civis de Campos Belos, em tipica atividade investigativa preventiva, apreendeu menor que teria ameaçado pelo aplicativo Whatsapp um outro adolescente. 

O menor infrator ameaçou dar tiro na cabeça do colega de sala de aula, supostamente por ciumes de uma menina, coleguinhas da mesma classe.

Policiais deram voz de apreensão em flagrante após a vítima ter comparecido à delegacia, em pânico, porque o autor das ameaças teria mandado uma foto de uma arma, com o texto criminoso.

Diante do fato, foi determinado, pela autoridade policial, que se procedesse a apreensão em flagrante do menor pela prática do ato infracional análogo ao crime de ameaça, tipo penal previsão no artigo 147 do Código Penal Brasileiro.

Após os procedimentos, o menor foi recolhido à Delegacia de Policia local onde passou a noite para ser apresentado ao Ministério Público da Comarca para decidir sobre a possibilidade de internação ou não do menor.

Com informações da PC

Profissional Coach em Campos Belos



A comunidade de Campos Belos (GO) terá pela segunda vez a realização de uma evento voltado para o desenvolvimento de líderes e profissionais.

A idealizadora é a Profissional Coach Renata Santos, que é filha de Campos Belos e uma das pioneiras a trazer essa metodologia à região.

O evento é um seminário com o nome "Líder que inspira" e acontecerá no Hotel Serra Verde, dia 23/03/19.

Contato e informações: 62-999211361 ou @_renatasantoscoach

quinta-feira, 21 de março de 2019

Palestra sobre o Dia Internacional da Luta Contra a Discriminação Racial, no IF-Goiano de Campos Belos



O dia 21 de março é reconhecido pela ONU (Organização das Nações Unidas) como o Dia Internacional da Luta Contra a Discriminação Racial. 

O NEABI (Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas) do IF Goiano - Campus Campos Belos organizou uma palestra e roda de conversa nesta quarta-feira, dia 20 de março, com o objetivo de problematizar a temática da discriminação racial e de suas perspectivas históricas, sociais, científicas e estatísticas. 

O evento contou com 141 presentes dentre discentes do campus e comunidade externa.

A comissão organizadora do evento foi composta pelas(os) professoras(es) Thalita Cintra (Educação Física), Flávio Oliveira (História), Davidson Freitas (Matemática), Maria Antônia (Português), Keila Mara (Administração), Diego Carlos (Geografia).

O evento contou com palestra com a aluna Kamila Narciso (3º ano de Informática), que apresentou parte de sua pesquisa de iniciação científica sobre a história do racismo, e em seguida, houve uma roda de discussão com os professores Flávio Oliveira, Davidson Freitas e Thiago Coelho e a participação dos alunos com questionamentos, experiências e observações.

Para o professor Flávio, a realização deste evento é de suma importância porque contribui para “a motivação de alunos e da comunidade em provocar um debate sobre questões relacionadas ao racismo e discriminação racial tendo em vista a consideração desses processos como construção sócio-histórica e não meramente como posicionamentos ideológicos de grupos específicos”.

“Como presidenta do NEABI 2019, acredito que essa foi uma ação de extrema importância para a nossa instituição, pois traz questões de relevância aos estudantes e comunidade, além de propiciar um espaço específico para discussões extracurriculares. Poder ouvi-los é satisfatório e engrandece nosso trabalho”. Afirmou a professosa Thalita Cintra.

A professora ainda ressalta a importância das ações do NEABI e a sua implicância nas atividades do Campus Campos Belos: 

“O NEABI existe no campus desde 2016 e agora estamos com o desafio de ampliar o alcance de suas atividades e atribuições; é um núcleo multidisciplinar que visa priorizar as experiencias e realidades dos alunos e comunidade.”

Clique aqui para visualizar mais fotos do evento

Fonte: Assessoria de Comunicação Social e Eventos - Campus Campos Belos

Palco de série da Netflix, Natividade (TO) se destaca pelas festas religiosas e arquitetura




A Netflix escolheu o município de Natividade, no Tocantins, para gravar sua primeira série original de suspense sobrenatural.


‘O Escolhido’ baseia-se na história mexicana Niño Santo, possui sete capítulos e traz no seu elenco principal a atriz Paloma Bernardi e o ator Renan Tenca.

Parte dos figurantes foi formada por moradores da cidade tocantinense, trazendo mais naturalidade para a ambientação da série.

A história gira em torno de três médicos que são enviados para um vilarejo no Pantanal para vacinar a população contra uma mutação do vírus da zika. Porém, eles acabam presos em uma comunidade que segue um líder que prega a cura por meio da fé e não de medicamentos.

A série ainda não tem data de estreia, mas está prometida para chegar ao streaming ainda em 2019. Além de ‘O Escolhido’, Natividade também já serviu de cenário para outras produções, como a novela da TV Globo ‘O Outro Lado do Paraíso’.

Para descobrir os segredos que encantam em Natividade, seguem abaixo cinco curiosidades sobre o município.

Patrimônio Histórico e Artístico Nacional

O belo conjunto arquitetônico, urbanístico e paisagístico de Natividade foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em 1987. A cidade faz parte do programa Monumenta, do Ministério da Cultura (MinC), que visa a recuperação e a preservação do patrimônio histórico brasileiro.

Natividade se destaca pela sua charmosa arquitetura colonial, festas religiosas, folclore e gastronomia. Sua história começa no ciclo do ouro, por volta de 1734, quando ocorreu a ocupação da região por bandeirantes, escravos, mineiros, sertanistas, missionários e criadores de gado. O município chegou a ser um dos maiores arraiais da então Capitania de Goiás.

Os visitantes podem conhecer um pouco da história da cidade visitando o Museu Histórico de Natividade. No local, funcionava uma antiga cadeia, da época do Império.

A construção abriga o Centro de Artesanato e Apoio ao Turista, a Oficina de Ourivesaria Mestre Juvenal, uma loja de comercialização de produtos artesanais, além de uma exposição permanente com artefatos encontrados na região.

Festas religiosas

A religiosidade é uma importante marca de Natividade com festejos como a Romaria de Nosso Senhor do Bonfim, considerada a maior festa religiosa do Estado, e a Festa do Divino Espírito Santo de Natividade.

A cidade guarda ainda as ruínas da Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, construção iniciada pelos escravos no século XVIII, mas que não chegou a ser concluída.

Região das Serras Gerais

A região das Serras Gerais é conhecida como a nova rota turística do Tocantins. O local engloba, além de Natividade, os municípios de Almas, Arraias, Aurora, Dianópolis, Paranã e Taguatinga (região sudeste do Estado).

As Serras Gerais fazem parte da maior cadeia de serras do Brasil e, além das maravilhas naturais, guardam tradições, arquitetura colonial, história e cultura, como as Cavalhadas, as festas do Senhor do Bonfim e do Divino Espírito Santo, entre outras festas folclóricas e religiosas herdadas do colonialismo e da era do ciclo do ouro.

Em toda a região, o ecoturismo é propiciado por uma profusão de rios, canyons, cachoeiras e cavernas. A Cachoeira Paraíso, em Natividade, possui diversas quedas d’água de médio e pequeno porte, em meio a pedras e paredões rochosos formando, ao longo do percurso, piscinas naturais de águas verdes e transparentes.

Em meio à fauna, à flora e outras belezas naturais, o visitante pode apreciar também os centros históricos de Natividade, Dianópolis e Arraias, que em suas ruas estreitas e muros de pedra construídos por escravos guardam memórias da história do Tocantins.

Joias

As joias de Natividade são famosas por sua tradição, seu design e sua originalidade. O conhecimento técnico vem sendo passado por várias gerações e promovendo a inclusão social de jovens, dando oportunidade a eles de construírem uma carreira e terem sua renda.

As joias artesanais de Natividade já foram reconhecidas em diversos projetos de apoio à cultura no país. Uma das técnicas que mais chama atenção nas peças é a filigrana, um trabalho ornamental herdado dos portugueses, feito de fios muito finos e pequeninas bolas de metal, soldadas de forma a compor um desenho. O metal é geralmente ouro ou prata, mas o bronze e outros metais também são usados.

Amor Perfeito

O famoso biscoito Amor Perfeito é feito de polvilho de mandioca tradicional. A receita foi criada há mais de cem anos e permanece a mesma. O biscoito ganha forma todos os dias em uma cozinha construída no quintal da casa da doceira Tia Naninha.

O processo permanece artesanal com os biscoitos sendo moldados manualmente e assados em forno de barro. Na época da festa do Divino Espírito Santo, são feitos em forma de pomba e servidos de graça aos visitantes.

Fonte: AF Notícias