terça-feira, 26 de fevereiro de 2019

Alto Paraíso (GO): Estreia “Alaska”, filme goiano que traz a Chapada dos Veadeiros para a telona



A Chapada dos Veadeiros vai invadir as telonas em 22 salas de cinema de 20 municípios brasileiros.

É que vai estrear em 21 de março Alaska, do cineasta goiano Pedro Novaes.

A pré-estreia aconteceu na sexta-feira (22), no Cine Lumière no Banana Shopping, com a presença do diretor e de Jarleo Barbosa, seu parceiro no roteiro.

Alaska conta a história do casal Ana (Bella Carrijo) e Fernando (Rafael Sieg) que se reencontra durante uma viagem pela Chapada, dez anos depois de uma separação abrupta. 

A paisagem torna-se o terceiro personagem do filme. 

Além dessas cenas bem conhecida dos goianos, o dietor transformou pessoas reais em personagens de Alaska.

Entre eles estão José Ronaldo e Ananias, amigos do diretor, que vivem o amigo do pai de Fernando e o peão da fazenda na Chapada dos Veadeiros.

O aproveitamento de pessoas reais como personagens de filmes de ficção tem sido uma tendência do audiovisual na atualidade, observa o diretor Pedro Novaes, nascido no Rio de Janeiro, mas que vive em Goiânia desde a infância. 

“Há uma crise da ficção, daí a busca de representação de personagens reais que levam um naturalismo aprofundado ao cinema de ficção”, disse em entrevista à Sagres 730 nesta sexta-feira.

O lançamento de Alaska ocorreu durante um boom do cinema goiano. 

Dois outros filmes, o documentário sobre a invasão e desocupação do Parque Oeste Industrial, em 2014, e a ficção Vermelha, foram premiados no principal festival de cinema do país. 

Há seis longas goianos na 12ª Mostra O Amor, a Morte e as Paixões, que começou na quarta-feira (20) e vai até o dia 6 de fevereiro, no Banana Shopping.
Pedro Novaes explica que isso acontece por uma conjugação de vários fatores. 

Politicas de incentivo para produções audiovisuais, tanto por parte do governo federal quanto do estadual, como Lei Goyazes e Fundo Estadual de Cultura, e pelos cursos de formação na área cinematográfica, como a graduação em Áudio Visual da Universidade Estadual de Goiás (UEG). 

Getúlio Ribeiro é egresso da UEG.

Fonte: Sagres online

2 comentários:

  1. A estreia Formosa Goiás ja tem programação??

    ResponderExcluir
  2. Se foi gravado na Chapada dos Veadeiros acredito ser de bom tom uma exibição pública e gratuita nas pequenas cidades da Chapada como sinal de gratidão aos que aqui vivem, afinal na região não existe salas de cinema e maioria dos locais não irão se deslocar para os grandes centros para poder assistir! Parabéns pelo projeto! Com amor, fica a dica! ����

    ResponderExcluir

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.