segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

Ritalina: 1º Encontro da Rede Nacional de Escolas Desmedicalizadas


Estão abertas as inscrições para o 1º Encontro da Rede de Escolas Desmedicalizadas, que será realizado dia 31 de janeiro, na Casa Tombada, em São Paulo (SP). 

O evento terá a participação do professor Denis Plapler, sociólogo e doutorando pela Faculdade de Educação da USP (Universidade de São Paulo).

Com o tema “Desescolarizar a educação, desmedicalizar a infância, descolonizar a América Latina”, a reunião vai discutir os efeitos da epidemia de metilfenidato, mais conhecido pelo nomes comerciais de Ritalina ou Concerta, para tratamento de crianças com TDAH (Transtorno do déficit de atenção com hiperatividade)

O Brasil já é o segundo maior consumidor desta droga em todo o mundo, atrás apenas dos Estados Unidos, em dez anos nosso consumo cresceu 775%, de acordo com levantamento realizado pela UERJ (Universidade Estadual do Rio de Janeiro).

O debate terá a participação por Skype de Alexandre Cavalcanti, da Vila-Escola Projeto de Gente, localizada em Cumuruxatiba (BA), Alcinda Mariaíndia e Dyuna-Rosa, da Casa do brincar, sonhar e saber, de Botucatu (SP); Fernando Leão, da Escola Vila Verde, que fica em Alto Paraíso (GO) e Sonia Goulart, como representante da CONANE (Conferência Nacional de Alternativas para Nova Educação).

O encontro tem como público-alvo profissionais da educação e da saúde e interessados no tema. A participação é gratuita.

Veja a programação

14h – Abertura – Angela Castelo Branco (A Casa Tombada)

14h30 – Denis Plapler – Educação Democrática para Desmedicalização da Infância

15h – Alexandre Cavalcanti – Vila-Escola Projeto de Gente/ Cumuruxatiba – BA

15h20 – Alcinda Mariaíndia – Dyuna-Rosa – Casa do brincar, sonhar e saber/ Botucatu – SP

15h40 – Fernando Leão – Escola Vila Verde/ Alto Paraíso – GO

16h – Sonia Goulart – CONANE (Conferência Nacional de Alternativas Para Uma Nova Educação)

17h30 – Conclusão

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.