sexta-feira, 25 de janeiro de 2019

Pau no lombo: dez vereadores de Augustinópolis (TO) são presos por 'mesadinha', que chegava até a R$ 8 mil


Investigados por corrupção ativa e passiva dez vereadores de Augustinópolis (TO), norte do estado, divisa com o Maranhão, a 605 km da Capital, recebem uma "mesadinha" que varia de R$ 1mil a R$ 8 mil.

Esse foi o caminho que guiou a Polícia Civil para deflagrar a Operação Perfídia, nesta sexta-feira (25), após denúncia apurada e processada no Judiciário, que determinou hoje a prisão de dez dos 11 vereadores. 


Segundo os investigadores, a mesadinha é negociada e gerenciada pelo vereador Edvan Conceição (MDB), o Neguim da Civil.

O valor é retirado todo mês por cada um na própria sede da Prefeitura Municipal, segundo a Polícia Civil, das mãos do secretário de Administração Paulo Ramos.

A polícia civil interceptou 16.444 telefonemas entre os envolvidos durante 30 dias. 


Nenhuma conversa, segundo os investigadores, tratava de leis ou projetos. 

A transcrição tomou 120 páginas de conversas sobre "conchavos políticos e cobrança para o pagamento" da mesadinha.

Fonte: Jornal do Tocantins

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.