sexta-feira, 7 de dezembro de 2018

Telhado do Centro de Convivência desaba em Campos Belos. Ninguém ficou ferido. Idosos eram os maiores usuários do local



Desmoronou, na manhã de ontem, quinta feira (06), o telhado do Centro de Convivência ABCB, um galpão usado para atividades de idosos e deficientes físicos no setor Industrial, na cidade de Campos Belos, nordeste do estado. 

Por sorte, não havia ninguém no local e nenhuma pessoa ficou ferida.

Segundo relatos de vizinhos, por volta das 06h, ouviu-se um grande barulho. 

Ao chegarem no local, depararam-se com todo telhado do galpão no chão. Toneladas de madeiras e telhas estavam caídas.

Um cenário desolador.

O prédio foi construído no governo do ex-prefeito Aurolino Santos Ninha e passou por reforma e ampliação durante a gestão do ex-prefeito, já falecido, Anjo Rodrigues Galvão, como descreve placa afixada na parede do que restou dos escombros do local.

Ao lado do galpão que desmoronou, funciona um posto médico, local muito frequentado por moradores em busca de atendimento médico naquela localidade.


O galpão que desmoronou funcionava como Centro de Convivência e ali, todos os dias, cerca de 35 pessoas eram atendidas com várias atividades, como dança, exercícios físicos, brincadeiras, confecção de artes, dentre outras atividades.

De acordo com o depoimento de uma ex-funcionária, ela disse ter trabalhado na no lugar e era comum ouvir estalos no telhado. Mas as atuais servidoras não confirmam a informação. "Nunca vimos nenhuma anormalidade que chamasse a atenção para o fato".

Foi grande o número de curiosos que foram ao local para ver o que tinha restado do prédio e todos são unanimes em afirmar que foi um milagre que seus frequentadores não estivessem no galpão na hora do desmoronamento. "Foi questão de minutos", afirmam.

Dois médicos que estiveram no local informaram que seria impossível alguém sobreviver diante de tanto material que desabou do telhado e reconheceram ser mesmo uma coisa divina não haver pessoas ali naquele momento.

Funcionários da prefeitura, que é a responsável Centro de Convivência, também foram ao local do desabamento.

O anexo ao lado está temporariamente fechado até que se avalie os riscos.

Pessoas da comunidade que foram ao local notaram que existe um vão muito grande entre as paredes e que não havia uma coluna de sustentação no meio, o que pode ter ocasionado o incidente. 

"Trata-se de uma construção de bloco e que, aparentemente, é desprovida de colunas de sustentação", afirmou um deles.

A prefeitura de Campos Belos até agora não soltou nenhuma nota sobre o episódio. 

Culpa ou culpados à parte, o que se espera agora é que todas as obras desta natureza sejam vistoriadas e que se meça os riscos e a segurança de cada uma.

Afinal são vidas em jogo.

Se esses frequentadores estivessem praticando exercícios físicos como previsto para as 07h, poderia ter ocorrido uma enorme tragédia, sem precedente na cidade.

É preciso que as autoridades chequem as informações de que ali haviam estalos que evidenciavam falhas estruturais e se houve falta de manutenção ou mesmo descaso com as evidências.

Houve uma planta confiável para o desenvolvimento da obra ou foi realizada na questão do achismo? A falta de uma coluna de sustentação não seria o principal ponto das investigações?

São perguntas que precisam ser respondidas.

Felizmente o episódio não deixou vítimas, mas há indícios de sérias falhas estruturais na obra, que precisam ser investigadas. 






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.

De Campos Belos (GO): Escolinha K10 mede forças com o Goiás e Atlético Goianiense

Por Morgana Tavares, A Escolinha de Futebol K10, presidida pelo ex-jogador de futebol profissional Kássio Fernandes, compareceu pe...