domingo, 23 de dezembro de 2018

Polícia Militar divulga relatório anual de ações do Comando de Policiamento do Interior




O responsável pelo desenvolvimento das ações e operações dos Batalhões e Companhias Independentes Operacionais da Polícia Militar do Estado do Tocantins (PMTO), o Comando de Policiamento do Interior (CPI) divulgou nesta sexta-feira, 21, o relatório anual das atividades desenvolvidas entre os meses de janeiro e novembro de 2018.

O CPI agrega os seguintes Batalhões Operacionais: 2º BPM, com sede em Araguaína; 3º BPM, com sede em Pedro Afonso; 4º BPM, com sede em Gurupi; 7º BPM, com sede em Guaraí; 9º BPM, com sede em Araguatins e as companhias independentes: 1ª CIPM, em Arraias; 2ª CIPM, em Dianópolis; 3ª CIPM, em Colinas; 4ª CIPM, em Lagoa da Confusão e 5ª CIPM em Tocantinópolis.

Conforme o relatório apresentado, neste ano a PM dispôs de um efetivo total de 1.437 militares no policiamento do interior, área do CPI, dentre operacional e administrativo. 

Foram empregados 335 PMs em Araguaína; 276 em Gurupi; 181 em Araguatins; 126 em Arraias; 96 em Tocantinópolis; 99 em Colinas; 90 em Dianópolis; 86 em Guaraí; 72 em Pedro Afonso; 56 em Lagoa da Confusão.

Com esse efetivo operacional o CPI tem sob sua responsabilidade 108 cidades para serem policiadas, correspondendo a 77,7% do total das cidades do Estado, com uma população aproximada de 1.020.345 (um milhão, vinte mil e trezentos e quarenta e cinco) habitantes, segundo população estimada do IBGE/2018, o que corresponde a 65,60% do total da população do Estado.

Prisões

Na análise dos dados de produtividade no ano de 2018 a Polícia Militar realizou 1.965 prisões com auto de prisão em flagrante, 370 prisões por Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), 225 cumprimentos de mandados de prisão e 257 apreensões de menores infratores.

Apreensão de drogas

No que tange a apreensão de entorpecentes, a Polícia Militar apreendeu aproximadamente 24 kg quilogramas de drogas dentre maconha, crack, cocaína e outras.

Armas de fogo

Referente a armas de fogo, a Polícia Militar apreendeu 237 armas brancas, 353 armas de fogo e 4.337 munições.

Sobre o CPI

O CPI é um Grande Comando da Polícia Militar do Tocantins com encargo de realizar o policiamento ostensivo, preservar a ordem pública e executar as demais atividades de Segurança Pública em sua área circunscricional, com a finalidade de proporcionar aos cidadãos condições plenas para o usufruto dos direitos e cumprimento dos deveres constitucionais.

Para consecução dos seus fins, implica planejar e gerir situações, eventos e oportunidades que ensejam a aplicação de recursos humanos e materiais em prol desse compromisso permanente.

Em razão da obrigatoriedade da manutenção da segurança social, o CPI busca avaliar, ano a ano, as atividades executadas, os resultados obtidos, as demandas e os recursos disponíveis, na busca incessante pela informação mais sólida e eficiente possível.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.