sábado, 29 de dezembro de 2018

No Natal, bebida causa tragédia em Campos Belos (GO), com uma mulher morta e uma criança em estado grave




Uma garrafa de "cana 51" entre os pertences das vítimas, além da confissão do motorista.


Esta foi a prova mais cabal do envolvimento do álcool em um capotamento ocorrido um dia após dia de Natal (26), que acabou por ceifar a vida de uma mulher e deixar uma criança gravemente ferida, no município de Campos Belos, nordeste de Goiás.

Era por volta de 12h40, quando uma família trafegava pela rodovia GO-452, entre o povoado do Barreirão e a cidade de Campos Belos.

Todos voltavam da confraternização natalina, feita em casa de familiares no distrito de Pouso Alto.

Os familiares voltavam para Campos Belos, logo após o almoço, quando o motorista do Palio, de cor prata, Placas LCN-9389, de Brasília, que tinha ingerido muita bebida alcoólica e não possuía a carteira de motorista, perdeu o controle do carro e capotou várias vezes.

No carro, havia quatro pessoas, o motorista Adão Júnior Xaiver, de 35 anos; a namorada dele, Zelia Pereira dos Santos, 60 anos; o idoso Manuel Xavier do Bonfim, 73 anos, e a pequena Anna Luisa Rodrigues, de apenas 8 anos de idade. 


"Logo após a curva, o carro saiu voando", disse uma testemunha. 

A namorada do rapaz, Zelia Pereira, foi jogada para fora do veículo e morreu imediatamente, em virtude das gravíssimas lesões.  

A criança, Anna Luisa, sofreu gravíssimos ferimentos e foi transferida imediatamente para um hospital de Goiânia, onde permaneceu em estado de coma até este sábado (29), quando recobrou a consciência, após duas delicadas cirurgias.

Adão Júnior também foi socorrido ao hospital de Campos Belos, com ferimentos graves. Mesmo preso em flagrante, teve que ser encaminhado para um hospital da capital.

Segundo o Boletim de ocorrência da Polícia Civil, foi possível constatar que o motorista teria feito o uso de bebida alcoólica antes de pegar na direção do veículo. 


Os ocupantes, segundo autoridades, também estariam sem o cinto de segurança. 

"Por isso, ao fazer sua análise técnico jurídica acerca dos fatos apresentados, foi deliberado pela determinação para que se providenciasse a investigação pelo crime de homicídio na direção de veículo automotor estando sob a influência de álcool, bem como também o crime de Lesão Corporal na direção de veículo automotor, também estando sob a influência de álcool em concurso material com duas vítimas, aumentado pelo fato de não ter habilitação para poder dirigir veículo automotor, tipos penais previstos nos artigos 302 §1º inciso I e 3º, artigo 303 §§ 1º e 2º, todos do Código de Trânsito Brasileiro", enquadrou a autoridade policial.

Sob forte comoção e muita revolta dos familiares dela, o corpo de Zelia Pereira foi sepultado no cemitério municipal de Campos Belos (GO).

Um comentário:

  1. Mais se a mulher foi arremessada quem está dentro do carro na segunda foto?

    ResponderExcluir

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.