segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

Homem processado em nome do irmão é absolvido pela justiça, após exitoso trabalho do Delegado de Campos Belos (GO)




No dia 3 de dezembro comemora-se do Dia do Delegado. 

E para comemorar  a data, nada melhor do que se publicar uma decisão da Justiça de Goiás que inocentou um homem, processado em nome do irmão, após exitoso trabalho do delegado de Polícia de Campos Belos, Carlos Eduardo Florentino. 

O cidadão S.S.S estava sendo processado criminalmente pelo Estado, personificado no Ministério Público do Estado de Goiás porque seu irmão D.S.S estaria cometendo crimes de receptação e estelionato em Goiás.

Quando foi preso, no Município de Ocidental, Entorno de Brasília, identificou-se como sendo S.S.S.

Na época da prisão, o Delegado de Polícia responsável pelo caso não providenciou a identificação criminal de 
D.S.S , e, por ter se identificado como S.S.S, o processo criminal correu contra seu irmão de forma errônea, inclusive com condenação e expedição de mandado de prisão.S.S.S, morador de Campos Belos.

Correndo o risco de ser preso de forma injusta, ele recorreu ao Delegado de Polícia de Campos Belos, para ver o que poderia ser feito para não ser preso.

Após ouvi-lo, o Delegado fez a análise técnico jurídica acerca dos fatos, representou juntou ao Poder Judiciário e providenciou a identificação criminal de 
D.S.S visando evitar a injustiça que estava se instalando.

Após o procedimento realizado, o Delegado de Campos Belos realizou um minucioso relatório acerca dos fatos e apontou a falha do Judiciário e do Ministério Público ao estar processando o irmão, ao invés do verdadeiro criminoso, que não respeitou nem mesmo o nome e gente sangue do seu mesmo sangue.

Após decisão condenatória em primeira instância, o processo subiu para o Tribunal de Justiça de Goiás e, em sede de Revisão Criminal, veio a absolvição de 
S.S.S.

No bojo da decisão, o Desembargador fez questão de citar o trabalho do Delegado Carlos Eduardo Florentino, que resultou no reconhecimento da inocência do homem.

Apesar de estar acostumado a prender pessoas, um ofício que desagrada muita gente, neste caso o trabalho desse profissional teve efeito reverso ao provocar a inocência de alguém.

Neste dia do Delegado de Polícia é oportuno repetir a frase, bastante exposta nas academias de polícia, de que "o Delegado de Polícia é o primeiro garantidor dos Direitos Humanos, pois ele será a primeira pessoa a analisar o Direito de liberdade e fará de tudo para poder garanti-lo, por meio de sua análise técnico jurídica".

Um comentário:

  1. Parabéns à Polícia Civil de Campos Belos na pessoa do Delegado Carlos Eduardo por esse belo trabalho.

    ResponderExcluir

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.

De Campos Belos (GO): Escolinha K10 mede forças com o Goiás e Atlético Goianiense

Por Morgana Tavares, A Escolinha de Futebol K10, presidida pelo ex-jogador de futebol profissional Kássio Fernandes, compareceu pe...