segunda-feira, 10 de dezembro de 2018

Crueldade sem tamanho. É preciso endurecer a "cana"



Quatro indefesos cachorrinhos foram achados por uma moradora de Divinópolis de Goiás, nordeste do estado, cobertos de piche.

O piche é uma substância resinosa, de cor negra e muito pegajosa, derivada do petróleo, muito usada para fazer e colar asfalto, e que se obtém à partir da destilação do alcatrão ou da terebintina.

É altamente tóxica, obviamente.

A heroína resgatou os filhotes e t
em cuidado deles desde então. Os bichinhos estavam sem se alimentar e com muita dor, segunda contou a moradora.  

"Eles estão em busca de um lar. Quem tiver interesse de adotar é só ligar 62 998362522. É muito cruel o que o ser humano é capaz de fazer com os animais", resignou Franciele Braz, filha da heroína.

É um pedido nosso para que a Polícia de Divinópolis de Goiás localize, detenha os criminosos e os entregues às garras da Justiça. 

A resignação ainda é maior porque maltratar animais no Brasil equivale a crime ambiental, de menor poder ofensivo.  

As penas são leves e não passam de um ano de detenção, com liberdade e pagamento de penas alternativas. 

Há no Congresso Nacional um movimento para endurecer as penas para esse tipo cruel e covarde de criminosos. 

Os projetos de lei têm contato com a nossa colaboração para andar e serem aprovados. 

Chega de injustiça, né gente. Criminosos desse "naipe" têm que pagar com mais intensidade por essa extrema falta de humanidade.      





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.