segunda-feira, 26 de novembro de 2018

Presidente eleito Jair Bolsonaro vai ao aniversário da Brigada da Infantaria Paraquedista




No dia 24 de novembro, a Brigada de Infantaria Pára-quedista realizou formatura alusiva ao seu 73º Aniversário de criação. 


O evento inicial, que fora presidido Diretor do Departamento de Educação e Cultura do Exército, general Cid, foi composto por uma formatura no Quartel General, onde reuniu-se paraquedistas militares de todos os tempos, amigos da Brigada e diversas autoridades civis e militares e culminou com uma demonstração de salto livre.

O evento anual é realizado para celebrar-se além do aniversário da “velha Brigada”, o Jubileu de Ouro (50 anos) e o Jubileu de Prata (25 anos) das turmas de paraquedistas que por lá se formaram nestes 73 anos. 

A parte mais aguardada pelos jubilandos é quando os militares idosos e aposentados realizaram a tradicional entrada simbólica na Área de Estágio. Este ano foram agraciados com a moeda da Brigada e o Diploma, as turmas de 1968 (Ouro) e 1993 (Prata).

Dentre as autoridades militares presentes, estavam  o presidente eleito Jair Messias Bolsonaro; governador eleito do Rio de Janeiro,Wilson Witzel, o general Augusto Heleno, futuro ministro do Gabinete de Segurança Institucional, o general Fernando, futuro ministro da Defesa, general Mattos, ministro do Superior Tribunal Militar, o general de Exército Braga Netto, comandante Militar do Leste e interventor militar, além do general de Exército Ramos, comandante Militar do Sudeste, com sede em São Paulo.

Breve  histórico da Brigada de Infantaria Paraquedista 

Em 1944, com o mundo ainda em guerra, o capitão do Exército Brasileiro, Roberto de Pessôa, concluiu o curso de elite de paraquedista militar do US Army em Fort Benning, nos Estados Unidos, diplomando-se como o primeiro paraquedista militar do Brasil. 

Graças a seus esforços e de outros 47 militares considerados pioneiros, o Exército Brasileiro cria à Escola de Pára-quedistas, em 26/12/1945, na cidade do Rio de Janeiro, pedra angular sobre a qual edificou-se o paraquedismo militar no Brasil. O primeiro curso de paraquedista militar do Brasil, fora realizado no ano de 1949.

Durante toda a sua história, a Brigada de Infantaria Pára-quedista vem participando de várias operações reais para defender os interesses do Brasil. 

Na história recente, a brigada teve atuação nas operações de pacificação do Rio de Janeiro, em 2010, onde 800 militares da Brigada Paraquedista auxiliaram as forças policiais nas operações de repressão ao tráfico de drogas. 

Conhecida como “Ninho das Águias” e a “Sentinela da Pátria”, a Brigada de Infantaria Pará-quedista é uma tropa de elite do Exército Brasileiro, de emprego estratégico, podendo ser desdobrada em qualquer parte do território nacional em até 24 horas, apoiada pelos meios da Força Aérea Brasileira. 

Tem como símbolos, a sua boina bordô, o brevê asas de prata e o boot marrom.

Com informações do do Defesa TV




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.

Promotoria de Campos Belos e Programa Ser Natureza apoiaram Fica Itinerante

A Promotoria de Justiça de Campos Belos, por meio do Programa Ser natureza, em parceria com as Secretarias Estadual e Municipal de Ed...