Operação do MP flagra prática ilegal de garimpo no Rio Paranã, em Monte Alegre de Goiás



Está em andamento nesta quinta-feira (8/11), na região calunga do Vão de Almas, município de Monte Alegre de Goiás, a Operação Oxum. 

A ação é coordenada pelos promotores de Justiça Bernardo Frayha e Douglas Chegury, e pretende combater a prática de garimpo de ouro clandestino no Rio Paranã. 

Na religião iorubá, Oxum é um orixá que reina sobre a água doce dos rios.

Durante a operação, foram localizadas balsas de garimpeiros, além de terem sido apreendidos material de garimpo e canoas. 

A operação prossegue no período da tarde, com o objetivo de localizar outras balsas, identificar e prender os garimpeiros e, ainda, constatar crimes ambientais graves, como o emprego de mercúrio para separação do metal precioso. 

O mercúrio contamina a água e os peixes, podendo causar câncer. Além disto, segundo apontam os promotores, a extração do cascalho do fundo do rio causa o assoreamento e diminuição da profundidade da calha do rio.

Fonte: MPGO