quinta-feira, 22 de novembro de 2018

Idosos de Abrigo em Arraias, tiram foto com pedidos de presentes de Natal



Os idosos do Lar Conferência de São Vicente de Paula, situado em Arraias, sul do Estado do Tocantins, a 414 km da Capital, querem um natal inovador. 


Funcionários resolveram organizar uma campanha para que os idosos possam ganhar presentes de acordo com o que estão pedindo.

Os funcionários do abrigo resolveram tirar fotos dos idosos segurando um quadro com a descrição do que querem ganhar de presente. 

O objetivo é atingir pessoas dispostas a doar e assim colaborar para fazer um natal mais feliz e solidário. Os pedidos variam entre vestido, ventilador, meias femininas, camisas, calças, entre outros itens.

Em conversa com a nossa equipe, a técnica de enfermagem nos disse que estão abrigados 19 idosos entre mulheres e homens, e que o lar se mantém através da aposentadoria dos residentes e doações tanto de moradores de Arraias, quanto das redondezas.

Quem quiser colaborar pode estar doando mantimentos, fraldas geriátricas e material de higiene e limpeza. 

As doações podem ser feitas durante as visitas ao Abrigo, localizado na Rua Criminal da Justiça, no centro do município, ou também através de um ponto de coleta que ficará disponível na Clinica Dente Mais, localizada na Avenida JK - Galeria JK Center - em cima do Prédio do Chiquinhos Sorvete e no Jornal Folha Capital na 401 Norte no prédio da auto escola Tocantins.

Além disso, também podem ser doado valores em dinheiro por meio da Conta Corrente Agência 0541 - X C/C 11071 - X em nome de Conferência de São Vicente de Paula.

As doações dos pedidos podem ser feitas até o dia 24 de dezembro, data que marcará o final da campanha com a realização de uma confraternização de natal. 

Mais informações pelo telefone (63)984614483 - Clinica Dente Mais e no (63) 32253780 - Jornal Folha Capital.

Com texto do Jornal Folha Capital

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.