sábado, 24 de novembro de 2018

Consórcio assume serviços do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros



O consórcio Sociparque, representado pela empresa Socicam, assumirá os serviços de turismo do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros. A companhia deverá investir cerca de R$ 2,2 milhões para a melhoria do apoio à visitação do local. 


Esses serviços foram delegados à empresa privada por meio de concessão. A partir do segundo semestre de 2019, o visitante terá de pagar, no máximo, R$ 33 para acessar o parque.

O resultado do certame foi publicado na edição desta quarta-feira (21) do
Diário Oficial da União. 

Entre as responsabilidades da Sociparque está a melhoria da infraestrutura de apoio aos visitantes, implementação e manutenção de exposição permanente no Centro de Visitantes sobre as riquezas naturais do parque e garantir a adequação das vias de acesso internas, das trilhas e da sinalização. 

A concessão abrange serviços de recepção de visitantes, venda de ingressos, alimentação, loja de conveniência, espaço de campismo das Sete Quedas e transporte interno.

Além disso, a construção de galpão rústico e banheiro seco na área de camping das Sete Quedas, uma sequência de pequenas cachoeiras no interior do parque, reformar o alojamento de pesquisadores, brigadistas e voluntários, montar banheiro no atrativo das Corredeiras e implementar plano de gestão de segurança do parque serão obrigações do concessionário. 

Continuará sob a responsabilidade da atual direção do parque a produção dos Planos de Manejo do espaço, que indica a construção de novas trilhas, e o trabalho de prevenção e combate a incêndios e ilícitos ambientais. 

A partir do ano que vem, a diretoria também será responsável por supervisionar as ações do consórcio.

“Estamos fazendo concessões daquilo que não é próprio de governo. O contrato é para garantir a excelência na qualidade do atendimento aos visitantes, para termos um turismo qualificado, baseado na busca por espaços naturais, que é o que mais cresce no mundo”, afirmou o ministro do Meio Ambiente, Edson Duarte, no evento de lançamento da concorrência.
Ingresso

A Portaria nº 624, de setembro de 2017, do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) previa a atualização da tabela de cobrança de entrada às áreas de conservação federais. 

A mudança afeta o Parque Nacional Chapada dos Veadeiros, que hoje tem entrada gratuita e passará a ter cobrança de ingresso a partir do segundo semestre de 2019.

O ingresso para o público geral custará R$ 33. Aos brasileiros, o valor será de R$ 17; aos residentes no Mercosul, R$ 25; e os moradores das proximidades do parque, R$ 3.

Segundo o diretor do Parque Nacional Chapada dos Veadeiros, Fernando Tatagiba, a cobrança de ingresso para a entrada do local é acessível. "Essa medida não vai inflacionar o mercado, R$ 17 é acessível à população. 

A gente até tentou iniciar a cobrança antes da chegada do consórcio, mas faltava sistema informatizado e estrutura para isso. Com a chegada do Sociparque, será possível implementar a medida do ICMBio", explica.

Proposta

O ICMBio, vinculado ao Ministério do Meio Ambiente, vem há dois anos modelando a proposta de concessões de serviços. 

Paulo Carneiro, presidente do ICMBio, conta que a intenção de conceder a administração do parque nacional à empresa é de alavancar o turismo nas unidades de conservação.

“O visitante elogia a unidade, mas reclama de falta de estrutura”, afirmou, durante o evento Parques do Brasil: Estratégias de Implementação da Visitação, que ocorreu na sede do Instituto em Brasília para anunciar o programa de concessões. 

Segundo Carneiro, os parques nacionais Serra dos Órgãos, Tijuca, Fernando de Noronha e Iguaçu já contam com serviços de concessões e estão entre os mais visitados.

A comissão de licitação voltará a se reunir em 10 de dezembro para avaliar eventuais recursos e dar prosseguimento aos trâmites para assinatura do contrato.

Parque

O Parque Nacional Chapada dos Veadeiros foi declarado Patrimônio Natural da Humanidade pela Unesco, em 2001. 

Localizado no nordeste do Estado de Goiás, entre os municípios de Alto Paraíso de Goiás, Cavalcante e Colinas do Sul, o parque abrange uma área de 240.586,56 hectares de cerrado de altitude, formações vegetais únicas, centenas de nascentes e cursos d’água, rochas com mais de um bilhão de anos e preserva áreas de antigos garimpos. 

O local é aberto para visitação durante todo o ano.


Em outubro do ano passado, um incêndio atingiu 66,014 mil hectares, o equivalente a 28% do parque. 

As ações de combate envolveram o ICMBio, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Corpo de Bombeiros do Distrito Federal e de Goiás, além do Grupo Ambientalista do Torto (GAT).

O Parque Nacional Chapada dos Veadeiros fica aberto para visitação de terça a domingo. É possível entrar entre as 8h e as 12h, e a saída é permitida até as 18h.

A visitação é limitada por trilha: na Travessia das Sete Quedas é permitido acampar 30 pessoas por noite; na Trilha dos Saltos, podem visitar 250 pessoas por dia; na Trilha dos Cânions e Cariocas, 200; e na Trilha da Siriema, 30.

Fonte: CorreioWeb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.

Promotoria de Campos Belos e Programa Ser Natureza apoiaram Fica Itinerante

A Promotoria de Justiça de Campos Belos, por meio do Programa Ser natureza, em parceria com as Secretarias Estadual e Municipal de Ed...