Servidores da Saúde de Campos Belos (GO) fazem paralisação relâmpago




Dezenas de servidores municipais da saúde do município de Campos Belos (GO) se mobilizaram na manhã desta terça-feira (2) em ato relâmpago contra a prefeitura.

Os servidores cobram do prefeito Eduardo Terra o cumprimento do Plano de Carreira da categoria, entre outras reivindicações.  

Segunda uma Nota divulgada pelo Sindicato dos Servidores Municipais (Sindbelo), a Lei que Instituiu o Plano de Carreira da Saúde foi aprovada em 2015 e nunca saiu do papel.  

"A paciência da categoria esgotou-se, não sendo descartada a possibilidade de greve contra essa situação", avisa o Sindbelo. 

Ainda de acordo com a Nota, o governo municipal cortou um quarto do salário dos professores, não paga os quinquênios dos servidores, desobedece à Lei que instituiu o Plano de Carreira e "pratica outros ataques aos direitos dos servidores público municipais". 

Questionada se o ato está relacionado com as eleições e ou com alguma campanha política, uma servidora afirmou que a categoria não está ligada a qualquer movimento partidário, apenas querem seus diretos assegurados. 

Os servidores se reunirem na Praça da Matriz da cidade, empunhado faixas e cartazes, e depois desfilaram pela Rua do Comércio, em protesto.