Política Integrada de Turismo é debatida na 4ª SICTEG


Foi destaque da 4ª Semana Integrada de Ciência e Tecnologia de Gurupi (4ª SICTEG) o Segmento Governo, que trouxe em sua programação, nos painéis do Workshop Política Integrada de Turismo discussões a respeito da construção de proposições políticas de turismo para a região Sul do Tocantins. 

O Workshop foi iniciado na manhã desta sexta, 19, e seguiu até o final da tarde.

Foram convidados secretários e técnicos da área de turismo dos 17 municípios da Região Sul do Estado, bem como professores e coordenadores de cursos da área de Turismo do Instituto Federal do Tocantins (IFTO) e Universidade Federal do Tocantins (UFT) para a criação da Agenda Integrada de Turismo.

O primeiro painel explanado pelo professor da UFT Campus Arraias, Roosevelt Moldes de Castro, tratou de “Política Pública de Turismo para a identidade regional e construção dos territórios”. 

No espaço ele falou da necessidade de ações como essa serem iniciadas.

“No contexto atual que vivemos essas ações precisam acontecer, porque o turismo passa a ser uma ferramenta agregadora do movimento econômico existente, bem como dos aspectos sociais e ambientais. 

E ver que o município tem essa preocupação, além de dar espaço para outros protagonistas, que são toda a sociedade civil organizada e academia, para que juntos possam trabalhar no fomento do turismo e ele ser uma das molas propulsoras da emancipação econômica me deixa muito feliz”, disse o professor.

O prefeito Laurez Moreira explica que o Workshop vem para pensar ações, criar os polos de turismo e a partir disso esboçar o potencial turístico de cada região, para que posteriormente essa agenda seja construída e desenvolvida. 

“Gurupi é um polo indutor de desenvolvimento e estamos propondo essa ação porque acreditamos que ao ser implementada ela irá alavancar a economia de nossa cidade, bem como de toda a região sul do Estado”, conclui.

“Esse é um momento muito rico de troca de experiências entre nós secretários e academia, principalmente pela importância de abrir esse espaço de conhecimento para o desenvolvimento turístico”, declara a secretária de cultura e turismo de Gurupi, Zenaide Costa.

A presidente do Sindicato Rural dos Trabalhadores de Formoso do Araguaia, Jucilene Almeida, que participou das discussões conta que veio em busca de conhecimento para começar a realizar ações voltadas para o turismo rural em seu município.

“Sou apaixonada pelo turismo, e a minha participação é para buscar exemplos, aprender um pouco mais e poder levar para a minha cidade ideias que irão ajudar no desenvolvimento dessa área”, relata.

O segundo painel abordado no Workshop foi “O valor do Turismo: A importância de agregar valor e inovar na Região Sul do Tocantins”, pelo assessor da diretoria nacional do Sebrae Gurupi, Ricardo Santa Ritta. 

E para unir teoria e prática foi apresentado aos participantes, pela representante da Agencia Seriema Ecoturismo de Rio da Conceição, Fernanda Tainã Castro, um case de sucesso da região Sudeste do Tocantins que pôde ampliar ainda mais os horizontes dos envolvidos na ação.

“Esse diálogo inicial para quem vai começar a mexer com o Turismo é fundamental para a construção de todos os setores que fazem parte do trade, o artesanato, agricultura familiar, hotéis, restaurantes, açougues, farmácias, condutores locais, todos vão ser beneficiados, os atrativos sendo formatados da maneira correta, a participação da universidade, do poder público, todo o círculo envolvido na comunidade é que faz o turismo, e o principal fazer com que a renda gerada fique no município e beneficie todas as famílias envolvidas no processo”, pontua Fernanda Tainã.

A parte final do Workshop foi voltada para a apresentação da metodologia de elaboração do plano integrado de Turismo, complementada com dinâmicas de construção coletiva e grupos de trabalho, que nortearão as atividades seguintes.