Funcionários de empresa colocam fogo em pneus e fecham entrada de empresa responsável pela obra da GO-447 em protesto por atrasos de salários. Obra de Perillo começou em 2014



Funcionários que trabalham nas obras da GO-447, em Divinópolis de Goiás, fecharam na manhã desta segunda-feira (01) a entrada do pátio da empresa LocTec engenharia, como forma de protesto.

Os funcionários estão há dois meses sem receber salários.

“Bloqueamos a entrada de acesso ao pátio da empresa com o intuito deles resolverem a pendência financeira com nós funcionários da empresa”, disse um funcionário.

Em forma de protesto, os funcionários colocaram fogo em pneus para bloquear a entrada do pátio.

Os funcionários disseram ao blog que só vão encerrar o protesto quando a empresa pagar todos os funcionários.

Um deles disse que a empresa está levando as maquinas embora. “Parece que eles pretendem levar tudo embora, os maquinários já estão sendo levados”.

Além de funcionários, os prestadores de serviços (terceirizados) também estão há vários meses sem receber.

“É lamentável que isso esteja ocorrendo”, lamentou outro funcionário da empresa.

A empresa é responsável pelas obras da GO-447, que liga Divinópolis de Goiás, passado pelo Distrito de Vazante até o entroncamento da GO-118 no município de Monte Alegre de Goiás.

A construção da nova rodovia, que integra o programa Rodovida Construção, tem 61 quilômetros de extensão e custo deve passar de R$ 100 milhões.

As obras foram iniciadas na campanha para reeleição do então governador Marconi Perillo em 2014. Por enquanto a empresa não concluiu nem 50% da obra.

Com informações de Antônio Carlos