Escola Agrícola de Arraias promove Feira de Ciências do Campo





Com o objetivo de apresentar para a comunidade o trabalho que está sendo realizado na Escola Estadual Girassol de Tempo Integral Agrícola David Aires França, localizada no município de Arraias, foi realizado o XIV Dia de Campo, nos dias 25 e 26. 

O evento contou com apresentações de atividades como a produção orgânica das hortaliças, de mudas frutíferas e arbóreas do Cerrado, de compostagem com a utilização de restos orgânicos, plantio de mandioca e de feijão. 

Outras atividades apresentadas foram sobre a criação de bovinos, suínos e aves.

No primeiro dia, os alunos participaram de palestras sobre manejo e criação de ovinos, os cuidados com a aplicação de defensivos agrícolas, licenciamento ambiental das atividades rurais, alimentação dos bovinos no período da seca, manejo e conservação de solos, agroecologia e crédito rural.

No segundo dia de atividades, os visitantes passearam por uma trilha do conhecimento com temáticas como flores, horta vertical, sertão sustentável, fábrica de ração, entre outros. Em cada ponto da trilha, os alunos falavam sobre suas experiências.

De acordo com Divina Maria Fernandes Vidal, supervisora escolar da Diretoria Regional de Educação de Arraias, a ação da escola agrícola foi um sucesso, porque uniu os conteúdos teóricos com a prática. 

“A escola também reservou espaços para a literatura, para a produção dos alunos nas aulas de Língua Portuguesa, distribuiu mudas para os participantes e houve degustação de alguns produtos como a mandioca”, contou.

“Foram dois dias de intensa movimentação e aprendizado, nos quais destacamos a troca de saberes e o protagonismo de nossos alunos. De ouvintes a monitores, ao longo do evento experimentamos as alegrias da associação entre teoria e prática”, explicou a diretora da escola, Veronice Costa.

Parcerias

Este ano, estudantes de unidades escolares de outros municípios participaram das atividades do Dia do Campo. 

Também estiveram na ação, professores do Colégio Agrícola de Almas, do Colégio Agrícola de Natividade e da Escola Agrícola José Porfírio de São Salvador, unidades escolares que oferecem ensino profissionalizante.

A Escola Agrícola de Arraias contou com o apoio do Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins).

Aprendizagens

O estudante Aldemir Dias, do curso técnico em Agropecuária, falou de sua experiência. “Gostei muito, pois me proporcionou interagir com novas pessoas e demonstrar os conhecimentos adquiridos na sala de aula. Aprendi muito nas visitas às unidades demonstrativas”, disse.

Márcio José Martins, aluno da 3ª série do curso de Agropecuária, ressaltou a importância das ações do Dia do Campo. “Proporciona aos alunos momentos de discussões sobre os trabalhos realizados em salas de aula. 

Outro fator importante é o intercâmbio com estudantes de outras escolas e os agricultores da região, com estes promovemos a troca de ensinamentos”, frisou.

O estudante Ícaro Bertacco ressaltou a oportunidade de aprendizagens com o compartilhamento das informações e experimentos com os visitantes. 

“É quando podemos mostrar para a comunidade que aqui é um lugar de ensino de qualidade, mostrar o que produzimos e as experiências de sucesso realizadas durante o ano. Nesta edição, ensinei e aprendi muito com meus colegas, visitando os diversos stands”, esclareceu.

Fonte: Governo do TO