Arraias (TO): Seduc e FNDE promovem formação sobre o Programa Nacional do Livro Didático


Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc) e o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) realizam nesta quarta-feira, 3 de outubro, em Palmas, capacitação sobre os Programas do Livro Didático. 

A formação é voltada para os técnicos das 13 Diretorias Regionais de Educação (DREs) e das secretarias municipais de educação de todo o Tocantins. 

A capacitação visa discutir o Decreto nº 9.099, de 18/07/2017, que trouxe uma série de inovações para o Programa Nacional do Livro e do Material Didático (PNLD).

Conforme o subsecretário da Seduc, Robson Vila Nova, a iniciativa da Seduc busca oferecer a atualização profissional aos servidores das redes de ensino estadual e municipal que atuam nos programas do Livro Didático. 

 “A última formação desta natureza com a participação do FNDE no Tocantins aconteceu ainda em 2014. 

Ao oportunizar essa capacitação, vamos além da operacionalização dos programas, buscamos aprimorar nossa atuação, aproximando as instituições para que possamos fazer uma boa gestão dos Programas do Livro no Estado, no âmbito estadual e municipal”, enfatizou.

De acordo com a Coordenadora de Apoio às Redes de Ensino, do FNDE, Janine de Almeida Meneses, estados e municípios são parceiros imprescindíveis na execução dos programas do livro didático. 

“É essa parceria que nos permite atingir o objetivo principal: que o livro chegue à mão de cada aluno. Reconhecemos a importância dos técnicos que operacionalizam e dos professores que selecionam cuidadosamente as obras mais adequadas às suas realidades”, frisou.

A técnica da DRE de Arraias, Anaídes Costa, participa pela primeira vez da formação com o FNDE. 

Segundo ela, os conhecimentos adquiridos serão multiplicados. “Essa é uma oportunidade de atualização e de nos munirmos de informações para prestar o apoio às nossas escolas e às dos municípios”, disse.

PNLD 2019

Dentre as novidades do PNLD está a consulta às escolas sobre o modelo que deveria ser adotado pela rede de ensino. 

No Tocantins, cerca de 400 escolas estaduais participaram e optaram pela modalidade que atende aos grupos de escolas da Diretoria Regional de Educação, ou seja, serão enviados os livros escolhidos pela maioria das unidades daquela região. 

O maior benefício é sanar as dificuldades com remanejamento de livros, nos casos de alunos transferidos e novatos.

As obras para 2019 serão as primeiras já alinhadas à Base Nacional Comum Curricular (BNCC). 

Para colaborar com a implementação da Base, as escolas também receberão manuais para os professores de educação física e de educação infantil, além de livros de projetos integradores e materiais digitais em DVD.

Outras inovações foram citadas pela coordenadora estadual do PNLD, Célia Maria Moraes. 

“A partir de 2019, as obras serão consumíveis, ou seja, o aluno não terá mais que devolver os livros para a escola ao final do ano. As escolas poderão escolher também, pela primeira vez, as obras literárias”, destacou.

Fonte: Governo do TO