quinta-feira, 13 de setembro de 2018

Olha que legal: Borras de café são transformadas em biojoias e objetos de decoração





Uma das bebidas mais consumidas no mundo e queridinha dos brasileiros, o café gera cerca de 20 milhões de toneladas de resíduos por ano em todo o mundo, segundo pesquisa da Universidade de Navarra, na Espanha. 

A borra de café, que vai diariamente para o lixo e gera impacto ambiental, pode se transformar em diversas utilidades, como as biojoias e objetos de decoração desenvolvidos pela Recoffee Design (www.recoffeedesign.com.br). 

Além de bonitas, as peças se inspiram em um modelo de negócio conhecido como Upcycling, que dá um novo uso e propósito a um produto que seria descartado e acrescenta um valor agregado.

Com design minimalista e geométrico, as peças são exclusivas e de características únicas. 

“Assim como o desenvolvimento do material, meu processo de criação também é bastante experimental. Gosto de me debruçar no ateliê, cortar e lixar as peças para ir compondo os elementos. 

Assim vão surgindo novas ideias e produtos”, conta Ana Paula Naccarato, sócia e responsável pela produção, que é baseada em aglutinantes naturais e resíduo de café.

São mais de 60 modelos de produtos da Recoffee Design, que apresentam tons terrosos da cor do café, do mais claro ao forte. 

Há, ainda, objetos de decoração como relógios de parede, vasos, luminárias e bandejas, com preços que variam entre R$ 35 e R$ 240. 

O último lançamento da marca são os revestimentos, que são produzidos sob encomenda, com tamanho e nível de coloração customizados.

Da faculdade para o mundo

O projeto começou há dois anos com o trabalho de conclusão de curso de Ana Paula, que é formada em Design de Produto, e sempre teve uma ideologia profissional ligada às questões ambientais. 

Após alguns testes experimentando formas de reaproveitar os insumos produzidos pelo café, chegou a uma resina vegetal atóxica que misturada à borra resultou em um composto aerado que, apesar de rígido, confere leveza ao material 100% moldável.

A ideia saiu da faculdade, e assim nasceu a startup Recoffee Design, que também conta com o administrador Rafael Fortes Guimarães e o biólogo Sérgio Luiz Camargo, na empreitada de tornar a produção ainda mais sustentável. 

“Essa é uma proposta muito ligada à nova economia, tanto as marcas como os clientes estão mais atentos ao ciclo produtivo. 

Prezamos por uma cadeia de produção ecofriendly e temos a permanente ambição de maximizar o conteúdo de matérias-primas recicladas em nossas fórmulas” explica Sérgio, que por 13 anos trabalhou com tecnologia sustentável.

As vendas são feitas por meio do e-commerce da marca e no showroom, em Ribeirão Preto (SP), onde iniciou-se a operação comercial há um ano. 

Além de firmar novas parcerias e projetos, a expectativa da empresa é ampliar os pontos de venda físicos pelo país, principalmente em cidades metropolitanas; para isso, oferece pacotes para compras em atacado.

Sobre a Recoffee Design

Fundada em 2017 em Ribeirão Preto (SP), a marca investe na criação de biojoias e objetos de decoração a partir do reaproveitamento da borra de café. 

São mais de 60 modelos, disponíveis no e-commerce e showroom. www.recoffeedesign.com.br.