SENAR forma primeira turma do Curso Técnicos em Agronegócio de três polos do Tocantins



O Curso Técnico em Agronegócio da Rede E-Tec oferecido gratuitamente pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR/TO), órgão vinculado à Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Tocantins (FAET), coordenado pelo presidente, Paulo Carneiro, formou na noite dessa – sexta-feira, 10, a primeira turma no Estado do Tocantins. 

A solenidade aconteceu no auditório da instituição, os formandos fazem parte dos polos presenciais dos municípios de Almas, Arraias e Palmas.

O curso Técnico em Agronegócio tem carga horária total de 1.230 horas, distribuídas em dois anos (quatro semestres), no formato semi-presencial (80% da carga horária a distância e 20% presencial). 

O objetivo principal do curso é formar profissionais habilitados na aplicação dos procedimentos de gestão e de comercialização do agronegócio, visando os diferentes segmentos e cadeias produtivas da Agropecuária Brasileira.

O presidente Paulo Carneiro, em seu discurso parabenizou todos os formandos por essa grande conquista e ressaltou que:

 “dessa forma é possível elevar o nível de escolaridade dos participantes e melhor prepará-los para atender as demandas do mercado de trabalho, que hoje é bastante competitivo. 

Para nós do SENAR, hoje é motivo de muita comemoração e a sensação de dever cumprido, ver o sorriso de cada um de vocês e saber que nós fazemos parte desse grande sonho, é motivo de muita alegria. 

Nosso objetivo é trabalhar para ter cada vez mais uma mão de obra qualificada no campo, portanto, investir diariamente em capacitação para termos profissionais que atuem da melhor forma, é a chave do sucesso ” Comemorou o presidente.

A aluna Leticia Milhomem Bonfim, comemorou com muita emoção essa conquista, “hoje estou muito feliz e só quero agradecer primeiramente a Deus, e também ao SENAR por me proporcionar esse curso totalmente gratuito, e que com toda certeza só irá acrescentar e muito na minha vida pessoal e profissional, foram dias que ficarão marcados na minha memória. ” Finalizou a aluna.

Fonte: Surgiu