"Procuro meu pai"


"Eu me chamo Maria Glória de Assunção de Souza, conhecida como Manelina, filha de Maria Altair Assunção Barbosa.

A minha mãe tinha problema mental e na década de 60, o Manoel Botelho andava por Monte Alegre de Goiás, juntamente com um rapaz que se diziam ser primos, o Olavo.

Tocaram um bar em Monte Alegre que eles compraram de Arlindo Xavier e Amélia e quando eles foram embora vendeu de novo para os mesmos donos.

Muitas das vezes iam até ao Povoado Prata, neste mesmo município. O Manoel Botelho, não sei muito dele, só sei que ele era de Patos de Minas ou Unai (MG).

O Manoel Botelho chegou a ficar até noivo de uma moça de Monte Alegre GO, quando estava próximo o casamento, eles fugiram.

O Olavo e o meu pai, que é Manoel Botelho, ele sabe da minha existência pois, ele deu a minha avó, Antônia, dinheiro, quando eu nasci, no dia 17 de outubro de 1961, para ajudar pois a minha mãe, que não tinha condição financeira. 

Não sei se o meu pai Manoel Botelho ainda é vivo. Mas tenho muita vontade de conhecê-lo.

Devo ter irmãos, irmãs, tios e tias. Gostaria tanto de conhecê-los, aos menos pelo fotos.

Por favor, me ajuda. 

Eu moro no Povoado Prata Município de Monte Alegre de Goiás, sou casada tenho 3 filhas e 6 netos.

Sou professora aposentada, não estou atrás de herança, quero simplesmente conhecer a minha origem e poder chamá-lo de pai, porque só sei do lado de minha mãe e de meu pai nada. 

Se vocês aí conseguirem encontrar o paradeiro de meu pai Manoel Botelho, ficarei grata pelo resto da minha vida. 

A minha mãe já tem mais de 6 anos que faleceu. 

Vou deixar o meu telefone para qual quer contato; é (62) 34611080, (62) 96482297, (62) 96717669. 

Já procurei na internet, deixei recado mais infelizmente não obtive sucesso. Porque não tenho o nome completo dele foi a tia Domingas que já faleceu que me falou em vida que o nome dele é Manoel Botelho.

Povoado Prata, Município de Monte Alegre de Goiás, 14/08/2018

Antecipadamente agradeço a cooperação de todos,"

Maria Glória de Assunção de Souza