Batida entre ônibus da Real Maia e um carro particular deixa dois mortos na GO-118




Um grave acidente da rodovia GO-118, na madrugada desta quinta-feira (2), próximo a São João da Aliança (GO), nordeste do estado, deixou duas pessoas mortas.

A batida frontal ocorreu por volta das 2h da manhã, entre um veículo Punto branco e um ônibus da Real Maia, que fazia o trecho Goiânia/Palmas.

Nenhum passageiro do ônibus teve ferimentos graves. 


Mas os dois ocupantes do Punto morreram. o motorista, o fisioterapeuta Aristóteles Deusdara, servidor da prefeitura de São João da Aliança, morreu na hora.

A passageira, também servidora da secretaria de Saúde do município, chegou a ser socorrida para um hospital de Brasília, mas não resistiu aos graves ferimentos e também morreu.

Segundo relato do Boletim de Ocorrência, o acidente ocorreu na baixada antes do "BFF" de São João da Aliança e pelos vestígios encontrados no local, o ônibus da Real Maia deslocava-se pela GO-118 no sentido de São Gabriel a São João D'Aliança e o Punto seguia em sentido oposto, com a colisão próxima ao km 91. 

Só a perícia vai dizer de fato o que ocorreu, mas testemunham afirmaram o que o carro Punto perdeu o controle e invadiu a pista contrária. 

Um dos passageiros do ônibus teve fratura em um dos braços, sendo também socorrido e encaminhado pelo Copo de Bombeiros para Brasilia.

A policia técnico cientifica foi acionada e o IML recolheu o corpo do motorista e o encaminhou para a cidade de Formosa (GO).

O ônibus sofreu apenas pequenas avarias. Já carro de passeio ficou totalmente destruído.

Ontem mesmo a Prefeitura de São João d'Aliança emitiu nota de pesar pelo falecimento dos dois servidores.

"A Prefeitura Municipal de São João d'Aliança e a Secretaria Municipal de Saúde, manifestam o mais profundo pesar pelo falecimento do fisioterapeuta, Aristóteles M. Deusdara Neto e da nutricionista, Jéssica. 

Eles partiram deixando muitas lições de amor, amizade, profissionalismo, ética e humanidade.

Muito respeitosamente, prestamos nossa condolências e mais sinceros pêsames."