quarta-feira, 1 de agosto de 2018

Arraias: 278 anos de história celebrada em uma manhã diferente


Arraias (TO) completa hoje 278 anos de vida e história. 

Para celebrar o crescimento e as transformações da cidade, desde o seu primeiro nome até o que se tornou atualmente, os moradores aproveitaram programação durante toda a manhã, inclusive com o tradicional Encontro e Feira da Agricultura Familiar.

A festividade começou às sete horas, com concentração na Praça da Matriz para Maratona nas categorias feminina e masculina. 

Logo depois, às oito horas, a programação destaca o início da décima edição do Encontro e Feira da Agricultura Familiar com exposição de produtos da agricultura familiar, peças artesanais, além de apresentação de danças folclóricas na Praça da Matriz.

No mesmo lugar, a Prefeitura Municipal de Arraias, lançou o Projeto Paçocar, que trabalhará com o resgate da tradicional paçoca de pilão de Arraias, visando gerar renda, especialmente para famílias desempregadas.

Simultaneamente, estiveram na programação atividades esportivas também a partir das oito horas, como Futsal feminino na quadra da Escola Militar, Torneio de society masculino na Praça da Juventude e Torneio de vôlei de areia na Quadra de areia. 

Torneios de sinuca, dama e levantamento de peso feminino e masculino, na Feira Coberta municipal movimentaram o dia de hoje. 

A partir das 22 horas, a atração de fechamento é a Banda Skema 6, de Brasília (DF).

História

A cidade foi fundada após a chegada de imigrantes de quilombos destruídos para um lugar próximo a área do município, que passou a ser conhecido como Arraial da Chapada dos Negros, o que deu início ao nome que hoje a cidade possui.

Arraias tem como padroeira Nossa Senhora dos Remédios e conta com uma área de 5.787 km² para desenvolver a agropecuária, minério e turismo cultural. 

Os principais pontos turísticos são: A Biquinha, Gruta da Lapa, Muralhas de Pedra, Morro da Cruz e Chapada dos Negros.

Arraias, localizada a 413 quilômetros de palmas, na região Sudeste, foi fundada em meados do século XVIII, por quilombolas.

Informações Jornal do Tocantins