Viatura em alta velocidade causa acidente de trânsito durante perseguição em Iaciara (GO)




Uma caminhonete da frota de viaturas da Polícia Militar se envolveu em um acidente de trânsito durante perseguição na tarde deste domingo (1°), em Iaciara a 529 quilômetros de Goiânia. 

No carro atingido pela viatura estava um casal de 55 anos que teve ferimentos leves.

Imagens de câmeras de segurança (veja no vídeo) mostram uma moto e, em seguida, a caminhonete da PM avançando pela Avenida Brasília em alta velocidade. 

O carro do casal está passando pela Praça Cirilo Sabath, quando é atingida pela viatura no cruzamento entre as vias.

Com o impacto, a viatura tombou. Conforme relata o filho do casal, que preferiu não se identificar, os policiais estavam em perseguição de dois rapazes em uma motocicleta quando um deles saltou do veículo, foi preso e colocado dentro da caminhonete. 

Contudo, o condutor da Honda Biz fugiu e continuou sendo acompanhado pelos policiais.

De acordo com o rapaz, no cruzamento das vias a viatura atingiu o carro do casal. No momento do acidente, o suspeito que estava preso foi arremessado para fora do veículo, que atingiu também um poste de energia. 

“Eles acionaram a ambulância para um dos dois policiais, que teve arranhões na perna e ficou em choque. 

A cidade é tranquila e quase não tem movimento na rua então eles não estavam esperando pelo que aconteceu”, relata.

O filho conta ainda que precisou levar os pais ao hospital por conta própria. A mãe está passando por exames e teve ferimentos na perna e o pai não teve lesões. O rapaz conta que a viatura não estava com sirene e giroflex ligados no momento do acidente e que a preferência no cruzamento era dos pais.

Por meio de sua assessoria de imprensa, a PM informou não saber até o momento se o giroflex e a sirene estavam desligados por opção dos policiais ou por falha nos equipamentos. 

Além disso, a corporação afirmou que vai entrar em contato com o batalhão responsável pela região de Iaciara para averiguar as circunstâncias do ocorrido.

Fonte: Mais Goiás