Operação reúne entidades e promove fiscalização em bares de Dianópolis (TO)


Na noite de sexta-feira, 13, foi desencadeada no município de Dianópolis, na região sudeste do Tocantins, a Operação Alvará, que fiscalizou bares, verificando condições sanitárias, presença de crianças e adolescentes em situação de risco, perturbação do sossego e buscando por armas e drogas ilícitas.

A operação contou com participação do Ministério Público Estadual (MPE), Polícia Militar, Conselho Tutelar e Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria Municipal de Finanças e da Vigilância Sanitária. 

A ação foi concentrada no Setor Bela Vista, local onde ultimamente têm ocorrido diversas mortes relacionadas ao tráfico de drogas.

A maioria dos estabelecimentos fiscalizados foi interditada pelos fiscais da Prefeitura em razão da ausência de documentos, em espacial o alvará de funcionamento, que é requisito legal para esse tipo de atividade comercial. A interdição persistirá até que as pendências sejam sanadas.

A operação foi coordenada pelo Ministério Público, representado pelo Promotor de Justiça Luiz Francisco de Oliveira. 

Ele informou que “o objetivo da Operação Alvará é unir forças para juntos atuarmos de forma efetiva pela legalidade e contra a violência existente em Dianópolis”. 

Ainda de acordo com Luiz Francisco “a Prefeitura deverá ser alvo de uma Recomendação Ministerial para que tenha mais critério no momento de liberar as licenças para os estabelecimentos”.

A operação continuará, sendo estendida a todos os demais bairros de Dianópolis.

Fonte: MPTO