terça-feira, 31 de julho de 2018

Operação contra desmatamento ilegal aplica mais de R$ 1,1 mi em multas na região de São Miguel do Araguaia



Fazendeiros de 30 propriedades diferentes nos municípios de São Miguel do Araguaia, Nova Crixás, Mundo Novo, Bonópolis e Novo Planalto receberam mais de R$ 1.119.000 em multas por pela prática de desmatamento ilegal. 

Ao todo, a extensão de extração irregular de madeira soma 765 hectares, dos quais 88 pertencem a reservas legais e Áreas de Preservação Permanente (APPs). 

As autuações ocorreram a partir do último 25 de junho, quando o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) deflagrou a Operação Desmatamento com apoio do Batalhão Ambiental da Polícia Militar.

Além das multas, agentes apreenderam quatro tratores de esteira, dois tratores de lâmina, uma escavadeira, duas motosserras e dois correntões, bem como 3.750 estacas da madeira Acapu. 

No total, 49 propriedades foram fiscalizadas. De acordo com o chefe da unidade técnica do Ibama em São Miguel do Araguaia, Diogo Freitas, em duas fazendas, parte da madeira apreendida ainda era proveniente de compra irregular. Veja foto de parte da área desmatada:

“Precisamos fazer seis cargas de carretas para dois pátios distintos porque as toras eram muito longas e não caberiam em um único depósito. Parte da madeira foi comprada, mas o documento que valida a relação comercial foi fraudado. 

Sobre a área desmatada, fazendeiros utilizavam-se de correntões de 20 metros de comprimento que, atados a tratores, conseguem derrubar grandes quantidades de árvores em pouco tempo. 

Mesmo com permissão, esse tipo de extração é ilegal em Goiás, porque não se trata de um método seletivo, já que derruba o que estiver pela frente”, explica. 

Segundo Diogo, 128 outras propriedades ainda serão fiscalizadas a partir de setembro. “Casos de desmatamento ocorrem em todo o estado. Fizemos um levantamento via satélite em fazendas da região limítrofe à São Miguel e percebemos 177 sítios irregulares, dos quais 49 já foram visitados. 

As pessoas acreditam que [desmatamentos] não vão dar em nada, por que tratam-se de áreas pequenas, mas estão enganados. Acreditamos que essa operação sirva para evitar novas extrações irregulares”.

Outras regiões detectadas não foram reveladas para não atrapalhar as fiscalizações. Após avaliação, a madeira apreendida poderá ser encaminhada para leilão ou doação.

Fonte: Mais Goiás

Acusada de matar a filha recém-nascida vai a júri popular nesta quarta-feira


O juiz Jesseir Coelho de Alcântara, da 3ª Vara dos Crimes Dolosos Contra a Vida da Comarca de Goiânia, vai presidir, nesta quarta-feira (1º), a partir das 8h30, o júri popular de Márcia Zacarelli. 

Ela é acusada de matar a filha recém-nascida e esconder o corpo durante cinco anos em um escaninho. O julgamento será realizado no Fórum Cível de Goiânia, localizado no Setor Park Lozandes.

Conforme denúncia oferecida pelo Ministério Público do Estado de Goiás (MPGO), Márcia Zacarelli deu à luz uma menina no dia 15 de março de 2011, após ter escondido a gravidez de familiares e amigos. 

A criança seria fruto de um relacionamento extraconjugal. Como seu marido já havia feito vasectomia, não havia como dizer que a criança era dele.

No dia do nascimento da filha, Márcia, ao sentir as contrações, ligou para um amigo que a levou para o hospital. 

O amigo ainda pagou para que ela fizesse parto cesária. Um dia após, ao receber alta, ela tampou o nariz da recém-nascida, matando-a por asfixia. Em seguida, colocou o cadáver dentro de uma bolsa, e o levou para o apartamento onde morava.

Chegando no local, segundo a peça acusatória, Márcia envolveu o cadáver com pano e saco plástico, depois colocou dentro de uma caixa de papelão e o escondeu no escaninho de seu apartamento. 

Os restos mortais foram encontrados muitos anos depois, quando seu ex-marido voltou ao prédio para buscar alguns objetos e estranhou o odor de uma das caixas. 

(Texto: Acaray M. Silva /Foto: Aline Caetano - Centro de Comunicação Social do TJGO)

Artigo: Teoria do deslocamento do eixo circunstancial e a dualidade intra-humana


Por Marconi Burum,

Ocorreu-me um pensamento. O ser humano. Sempre se apossa de uma vontade de vida. Desejos, sonhos, ideias, teses, projetos, ao rigor do tempo oportuno em cada instância das vontades. 


Todavia, o processo de concentração, aliás, de realização, não é necessariamente congruente com horizonte fático do que se galga. Há tantas (na maioria das) vezes um entorpecimento, ou uma dispersão, ou ainda, um enviesamento (ou “des”-priorização) do desejo motriz, o que o aparta da necessária conclusão no lócus do espaço-tempo pretendido. A isso chamarei de teoria do deslocamento do eixo circunstancial – humano.

Para melhor elucidar a questão, vamos pensar em fato comparado. Adiante, um jovem cheio de energias voluptuosas próprias da idade, se vê diante de um singelo dilema espiritual. 

Está no cenário fático de retiro para meditação. Pede em clamor às entidades espirituais que lhe são cultuadas, as bênçãos e forças para se reportar à prioridade da transcendência. 

Quer muito um além-vida que valha tudo mais. Contudo, mais adiante dele, sentada está uma jovem, bela, terna, sensível e sensual, que o atrai abruptamente a concentração.

No evento discursivo metafísico, o deus de seus anseios existenciais. No ato da realidade sensível, a jovem, e suas silhuetas intrigantemente sedutoras. 

No caso em tela, o que temos de fato? Marcadamente, uma dispersão circunstancial crítica, portanto, o deslocamento do eixo desejável numa ordem, ao mesmo tempo lógica, cronológica e sensacional. 

O jovem se perde sensivelmente das duas acepções, tendo, por oportuno, a incapacidade de opção central. Destarte, haverá que reiniciar os processos de invenção dos desejos. Porém, o conflito. Ele é evidente.

Não haveria qualquer problema para a existência, não fosse o deslocamento do eixo desconcentrar os elementos que se circundam na prioridade das coisas de um ser. Isto é, ao homem é dada uma sensorial existência para acervos práticos no lócus da realidade. 

Nasce-se, cresce-se, emociona-se, estuda-se, trabalha-se, experimenta-se, contrai-se matrimônio com múltiplas tipologias de prazer e/ou devoção, brinca-se, enerva-se, ri-se, segue-se acumulando e morre-se.

Em cada ato, ou etapa para esses micro conjuntos que denotam a existência humana, temos exercícios e compromissos que se engendram na pactuação com a vida. 

É como um acordo prévio para cada cena, premiada por sua vez pela capacidade humana de atingir metas de evolução ou de vencimento dos desafios postos para cada etapa. Trata-se de concentração no presente realizável. Conquista mais evolução e implementação quem melhor vencer etapas.

Ora, por oposição semântica, vencer etapas significa derrotar contrastes. E é neste intento que reside uma entidade abstrata que insistentemente desloca nosso eixo de concentração, ou expõe-nos variados cardápios circunstanciais.

Portanto, depreende-se deste aludir que há um vácuo permanente. É como um limbo invisível que leva uma dupla entidade do homem ao traslado constante por múltiplas dimensões não-reais, todavia, imagináveis. 

Isto é, o ser humano é dual na integralidade dos interstícios, sendo que uma das entidades humanas se regozija de um lado, enquanto a outra opera os sistemas cognitivos do outro, e por raras vezes as duas entidades se encontram na concentração de uma mesma meta resultante de êxito para ambas as entidades e para o cerne da justificada existência.

Trata-se, portanto, de re-conhecer a metodologia do alheio que há em nós, essa dispersão de desejos sincrônicos. Exercitar colisões das e nas entidades. Criar métodos de contra-fluxo cuja estratégia seja o equilíbrio no eixo destas duas entidades intra- humanas. 

Ou seja: viver exitosamente significa, por esta hipótese, equacionar os desejos num eixo fático e metafático de tal grandeza que seja possível aos elementos (energias circundantes, físicas, metafísicas e naturais) se fundirem no ponto de convergência e, portanto, capazes de lançar à existência o ato realizável de sucesso, aos moldes que realmente tangenciavam a centralidade de escolha do ente principal.

Doravante, não se relaciona a proposta do texto à penitência das questões. Todavia, o inquietante, prazeroso e ousado desafio de desvendar a tática na coexistência das duas entidades para colisões de objetivos comuns. 


Isto posto, é sinergia reveladora da vida; é harmonia sistêmica da existência; é alento físico-mental, emocional- extranatural; é satisfação do feito, cadenciadamente revivido até o fim possível da vida.

Ou por síntese óbvia, a saber, o que chamam convencionalmente por felicidade. Destarte, compreender as nuances do deslocamento do eixo circunstancial e a dualidade intra-humana é tentar ser feliz, ou ao menos viver em paz!

Nota 1: Veja que não me refiro vulgarmente a escolhas temporais. Não se trata da opção “A”: estudar para a prova do vestibular, e/ou opção “B”: ir a um churrasco na casa de um amigo. São perspectivas atemporais. Estão justapostas no ventre da concentração de desejos realizáveis, à força que maior intensidade se aplique.

Nota 2: O que chamo de “sensacional” no desdobramento possível da ordem dentro do eixo, é o caráter subjetivo inerente ao processo. Ora, a existência pressupõe, grosso modo, uma ordem lógica e uma ordem cronológica. Entretanto, ao humano é denotado uma subjetividade dinâmica que alterna ou altera essa ordem e mexe com os pressupostos, portanto, uma ordem sensacional, em seus conteúdos polissêmicos.

Nota 3: Fico pensando se o ato de violência do humano não se trata de um exemplo de translado, ou desvio padrão junto ao eixo circunstancial. Senão, vejamos. 

O homem anda normalmente em seu dia. Faz planos. Almoça. Dorme. De repente rompe-se a rotina com um desejo abrupto de realizar um mal (ainda que esteja caminhante simultaneamente no eixo da concentração anterior: a vida como ela o foi trabalhada). Parece-me o agir da entidade 2 do humano original. Não falo de “espírito”. 

Refiro-me à dupla natureza humana. Também não troco conceitos de “Cultura x Instinto”. Talho-me a analisar o sensacional intrínseco ao homem que o desloca por dentro de si, seus atos, seus planos com potência à produção de fatos circundantes, ou inércia atitudinal.

Nota 4: Peço a gentileza, Leitor, que mudemos o vocábulo “teoria” contido no título deste trabalho para “hipótese”. Creio que o texto melhor represente uma hipótese que pode, por exercícios nossos (caso seja pertinente), testar o conteúdo analítico acima inquietado. Pensemos se isso faz mesmo algum sentido.

A difícil vida do jornalismo e seus idealizadores


Por Jefferson Victor, 

Levar a notícia em tempo real e com precisão é sempre o objetivo primordial de quem se dedica a esse seguimento de suma importância para que a comunidade esteja sempre informada, e que possa se orientar através dos fatos explicitados.

Em qualquer ponto do planeta que se vá, tem sempre alguém de plantão em busca da notícia, e para isso se arriscam em penhascos, embrenham em matas convivendo com animais selvagens, mergulham com tubarões, participam de operações policiais envolvendo troca de tiros e outras atividades de risco, e nessa rotina muitos já perderam a vida, como foi o caso do jornalista Tim Lopes da Rede Globo de Televisão.

Não existe limites ou obstáculos para esses profissionais, são fascinados pela notícia e vão ao extremo em busca das melhores manchetes, de matérias inéditas, e muitas vezes utilizam de uma certa dose de sensacionalismo que prende a atenção de quem está do outro lado em busca de informações.

Os fatos jornalísticos acontecem em grande velocidade, e as informações a princípio são meio desencontradas e as vezes imprecisas, e nesse caso, o jornalismo vai divulgando aos poucos os fatos e muitas vezes se faz necessário retificar e atualizar alguns deslizes.

Não se pode desconhecer a essência da matéria jornalística, que é aquela que se publica independentemente da vontade dos envolvidos, sejam elas favoráveis ou contrárias aos interesses das partes.

Esse fato as vezes gera conflitos em função de que muitas vezes se espera do jornalismo apenas o lado bom da história, uma espécie de publicidade a exemplo dos comerciais tão comuns e necessários para sobrevivência dos meios de comunicação.

É fato que em alguns casos o jornalismo pode ser tendencioso, alguns dos grandes grupos da mídia têm um poder paralelo e pode influenciar até mesmo os rumos políticos de uma nação.

Escolhem um lado, e a ele contribuem de forma veemente como meio de formar e reforçar opiniões favoráveis de acordo com suas convicções políticas e até mesmo interesses escusos, mas em quase toda sua plenitude a mídia é pautado por imparcialidade, serenidade e seriedade em suas publicações.

A verdade é que toda matéria jornalística, seja ela produzidas por profissionais da área, ou por amadores sem a devida formação, tem ao certo a busca incessante no mesmo objetivo, trazer a informação filtrada com fatos realísticos e que possam contribuir de forma benéfica à população.

Infelizmente, a urgência com que se publica algumas matérias, é passivo que se cometa erros e até mesmo algumas injustiças perante terceiros, mas nesse caso a lei é clara, o jornalista é responsável pelo ônus da publicação e cabe retratação seja em oportunidade de resposta ou até mesmo perante a justiça como meio de reparar o equívoco.

No caso específico do Blog do Dinomar Miranda, trabalha-se com uma gama expressiva de informações diárias, e as vezes fica difícil de se fazer uma análise precisa do que é fato, são muitos e-mails, telefonemas, mensagens e se torna complicado checar todas as fontes e informações transmitidas em função das localidades em que os fatos ocorrem.

O titular deste Blog tem o zelo pelas informações que lhes são enviadas, a grande maioria é descartada quando se presume a imprecisão ou a tendência de que se pretende atingir terceiros usando o Blog para atender caprichos particulares.

Mas apesar do zelo, da cautela e de todos os meios possíveis, algumas coisas as vezes escapam, principalmente através dos comentários anônimos que muitos escolhem como meio de atingirem seus alvos sem a devida responsabilização.

Comentários representam uma forma de debate onde os leitores convergem ou divergem dos fatos, porém devem ser livres e abertos com os interlocutores devidamente identificados, assim cada um assume a sua responsabilidade e que responda pelos seus atos desonerando o Blog de eventuais ofensas e inverdades

segunda-feira, 30 de julho de 2018

Natividade (TO): Criminosos usam caminhão para furtar cabeças de gado e causam prejuízo superior a R$ 100 mil


Um furto de cabeças de gado na fazenda Nova Querência em Natividade causou um prejuízo de mais de R$ 100 mil a um produtor rural. 

O caso aconteceu nesta sexta-feira (27). Segundo a Polícia Civil, 45 vacas e novilhas foram levadas da propriedade.

A suspeita, segundo a delegada Melicia Ganzaroli, é que os criminosos sabiam que o dono e o caseiro não estavam no local. 

Eles chegaram em um caminhão e retiraram um parafuso da cancela para entrar. Um deles desceu para certificar de que não havia ninguém. Os suspeitos deixaram para trás uma camiseta, que será periciada.

Depois, os ladrões entraram com o caminhão e juntaram o gado, usando um cavalo que estava no local. 

A delegada disse que a ação foi rápida, já que os colchetes da propriedade estavam quebrados. Eles podem ter usado um carro, uma motocicleta ou animais assustados para avançar contra os colchetes.

Durante o depoimento, o caseiro disse que estava voltando com a mulher da cidade de Santa Rosa do Tocantins, quando percebeu um caminhão carregado de gado trafegando em alta velocidade pela rodovia.

"Os bandidos agora voltaram contra a população rural. O gado virou produto caro e requisitado no mercado e de fácil negociação. É lucro certo. 

E qualquer animal subtraído tem um custo elevado. Muitos [produtores] ficam anos sem vender animais para esperar o lucro e quando se dão conta perdem todo o patrimônio com atitudes criminosas", comentou Melicia.

Ainda segundo ela, muitos fazendeiros que são alvos de furtos não registram boletim de ocorrência por medo. 

"Quando vão a delegacia e pela questão de localização geográfica, quando registram o furto, já se passaram muitas horas e se perdem vestígios e provas dos autores que agem em bando e de forma coordenada", informou.

O gado furtado tem marcas LJ e LO.

Outros casos

Também nesta sexta-feira (27) foi registrado um furto a gado em São Salvador. A delegada informou que a ação dos criminosos foi semelhante. Não foi informado o número de gado furtado. Os animais têm a marca JR.

Há três meses, outro furto foi registrado na Fazenda Veneza, em Natividade. Na época, foram levadas 70 cabeças de gado, com a marca FV, causando um prejuízo de mais de R$ 140 mil.

A delegada informou que denúncias anônimas ou qualquer informação sobre os crimes podem ser enviadas por meio desse telefone: (63) 99240-6443

Fonte: G1

sábado, 28 de julho de 2018

48 horas de protesto


Nas últimas 48 horas, o Blog ficou fora do ar, em forma de protesto.

Tudo porque entendi que estão usando ações judiciais para pressionar e calar este canal de comunicação. 

São duas ações judiciais que o canal está respondendo por supostos comentários ofensivos de terceiros.

Para evitar novamente este tipo de interpelação jurídica, este Blog não vai mais aceitar comentários.

quarta-feira, 25 de julho de 2018

Social: Pense num aniversário arretado de bom



No último fim de semana, estive em Campos Belos para rever a família, cuidar de algumas coisas urgentes, quando fui convidado e tive a grata satisfação de participar da festinha de aniversário do nosso amigo "Leo Açougueiro".

Sua esposa Franciele, filha do vereador Baiano, com esmero, preparou uma baita recepção para ele e convidados. 

Pense numa festa arratada de boa. 

A música e animação ficou por bom conta do carismático e competente cantor Beto. 

Além de muita gente bonita, clima hiper descontraído, o "Boteco do Leo" ganhou decoração especial e uma comidinha deliciosa. 

Como sou apaixonado por caldo de mocotó, este então, estava top. Apimentado, saboroso, quetinho...

Ao meu amigo Leo, muitas felicidades e sucesso na vida. Continue sendo este cidadão trabalhador, honesto,  família, amoroso e extremamente educado.  Parabéns! 





Queda no FPM gera crise em municípios goianos


A queda no repasse do FPM, Fundo de Participação dos Municí­pios, de 34% neste mês de julho em relação ao mês de junho vai apertar ainda mais orçamento da maioria dos municípios goianos. 

Neste ano, em relação ao mesmo período de 2017, os municípios têm recebido menos recursos do Fundo de Parti­cipação dos Municípios. A expecta­tiva é que no próximo dia 30 de ju­lho, data do próximo repasse esta situação se confirme.

O FPM, repassado pelo gover­no federal, é composto pelo IPI– Imposto de Produto Industriali­zado e pelo Imposto de renda, é a principal receita da maioria dos municípios goianos.

Haroldo Naves, prefeito de Campos Verdes e presidente da FGM–Federação Goiana dos Mu­nicípios, diz que dos 246 municí­pios goianos, cerca de 180, a gran­de maioria, tem como principal receita o FPM e, com a queda na arrecadação, vão ter que cortar mais gastos para manter a gestão que já vem sofrendo muito com a falta de recursos com a crise finan­ceira que se arrasta desde 2016.

“É uma situação dramática. Os municípios já estão à míngua há muito tempo. É certo que nestes meses a arrecadação sempre cai. Mas caiu muito devido a retração da atividade econômica que foi acentuada ainda pela recente gre­ve dos caminhoneiros. 

O repas­se do governo federal do FPM, 22, 5%, já é muito pequeno, e com esta grande crise que vivemos gera uma situação difícil para os municípios, explica o presidente da FGM.

Haroldo Naves afirma que quando assumiu a prefeitura de Campos Verdes reduziu de 10 para 3 o número de secretarias e em torno de 60 % os cargos comis­sionados. 

Mesmo assim diz con­tinuar com poucos recursos para investir em melhorias no municí­pio já que o governo federal não reajusta os diversos programas em parceria com os municípios.

“O governo federal tem que au­mentar o repasse para os municípios. Temos só 14% de todos os impostos pagos no país. É muito pouco. Em países desenvolvidos este percentual chega a 25%. 

Além disso os diversos programas que os municípios têm com o governo fe­deral não são reajustados há bastan­te tempo mas o custos dos serviços continuam aumentando”, reclama.

Afirma ainda que vários prefei­tos estão tomando atitudes drás­ticas para tentar manter a gestão funcionando o mínimo necessário possível. 

“Tem prefeito cortando cargos comissionados, outros dei­xando de investir em obras como a melhoria das estradas vicinais para se prevenir do período chuvoso, re­duzindo o tempo de trabalho fun­cionando só meio período, entre outras alternativas”, destaca.

O Presidente da FGM analisa que se a receita continuar cain­do da forma que está e não hou­ver nenhum socorro do Estado e, principalmente do governo Fede­ral, a situação em muitos municí­pios pode piorar ainda mais, in­clusive inviabilizando a gestão por falta de recursos. 

“Alguns municí­pios já estão com dificuldades de manter a folha de pagamento em dia diante da escassez de recursos. Estamos vivendo uma das piores crises nos municípios”, conclui, Haroldo Naves, prefeito de Cam­pos Verdes e presidente da Fede­ração Goiana dos Municípios.

Fonte: DM

terça-feira, 24 de julho de 2018

Vaquejada em Divinópolis de Goiás é considerada a maior e melhor do Nordeste Goiano. Festa acontece de 26 a 29 de julho


Ocorre neste fim de semana, em Divinópolis de Goiás, nordeste do estado, a festa de vaquejada que atraem vaqueiros e público de várias localidades do Brasil, e é considerada a maior e melhor do Nordeste Goiano. 

O tradicional evento movimenta a economia da cidade durante os dias da festa mais esperada pelos Divinopolinos.

A vaquejada em Divinópolis teve inicio em 1983, quando dois amigos trouxeram esta novidade para a cidade, Generino e Jaime (baiano de Santa Maria) começaram a organizar as primeiras festas de Vaquejada.

Desde então a festa vem crescendo em grandes proporções, com uma ótima estrutura para as disputas de vaquejadas, bailes e shows para o público, a premiação entre os vaqueiros esse ano chega a 60.000,00.

As atrações musicais serão diversas nessa 35º edição do evento. Neste ano, a festa ganha um palco fixo, que será inaugurado na quinta-feira (26), no primeiro dia de Vaquejada, pelo prefeito Alex Santa Cruz e equipe.

Quinta-feira (26), terá vaquejada regional, a partir das 18hs, abertura do evento com rainha da vaquejada e princesa dos vaqueiros, em seguida culto religioso, finalizando com um grande churrasco e show com a banda Forró A3. Entrada franca.

Sexta-feira (27), começa a vaquejada profissional, a banda Coração Cigano e a dupla Robson & Raphael animam a noite da galera.

Sábado (28), banda Arreio de Ouro, Clara Barreto e o cantor Leandro Freitas são as atrações da noite.

Domingo (29), tem a disputa final da vaquejada e acontece o show mais esperado da festa, a dupla Humberto & Ronaldo prometem fazer um mega show, no mesmo dia ainda tem a dupla Thalles & Junior.

Haverá ainda o tradicional forró todos os dias na barraca do vaqueiro. Os visitantes e população local terão ai opções de lazer no clube Recreativo Monjolo, piscinas, área para churrasco, sauna, parquinho quadra de areia e o rio Galheiros.

Confira o valor dos ingressos para os shows:

Quinta-feira – entrada franca
Sexta-feira – R$ 20,00
Sábado – R$ 30,00
Domingo – 20,00
Passaporte para todos os dias – R$ 50,00

Pontos de venda: Karisma modas e distribuidora do Carlito.

Com informações de Antônio Carlos

Homem morre após bater carro em ponte na BR-020, em Vila Boa (GO)


Um homem de 50 anos morreu após se envolver em um acidente de trânsito na noite de sábado (21) na BR-020, em Vila Boa, no Entorno do Distrito Federal. 

Ele estava conduzindo um GM Monza e levava como passageiro um idoso de 68 anos, que foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado para o Hospital Municipal de Formosa.

Testemunhas disseram para a equipe do Corpo de Bombeiros que o veículo seguia pela rodovia em direção a cidade de Vila Boa, quando ao passar em uma ponte, no quilômetro 95, o condutor do veículo teria perdido o controle da direção e batido na lateral da ponte. 

Com o impacto da batida, o veículo capotou.

O condutor do veículo foi levado antes da chegada dos bombeiros por uma ambulância de Alvorada para o Hospital de Vila Boa. Ele apresentava lesões na cabeça e nas pernas. 

Ele chegou a ser socorrido, no entanto, morreu após dar entrada na unidade de saúde.

O Corpo de Bombeiros de Formosa socorreu um idoso de 68 anos que estava no veículo. Ele estava com hematomas nos olhos, confusão mental e pressão alta. A vítima foi estabilizada e, posteriormente, encaminhada para o Hospital de Formosa.

Como a identidade dele não foi informada pela corporação, não foi possível checar seu estado de saúde.

Fonte: Mais Goiás

Campos Belos: morre Joãozão Construtor, pai do professor e radialista Carlos Augusto


Por Jefferson Victor,

Morreu nesta segunda-feira (23), aos 67 anos, João Batista Chaves, o popular Joãozão mestre de obras, um dos mais conhecidos construtores da região.

Natural de Goiânia, Joãozão veio para Campos Belos na ocasião da construção do atual Hospital Municipal, no ano de 1975 onde trabalhava como pedreiro.

Nesse meio tempo, conheceu Neide Oliveira, com quem se casou e deste relacionamento nasceram seus dois filhos, Karina e Carlos Augusto.

Joãozão, com o passar do tempo, especializou-se na arte de construção e era o muito requisitado para as grandes obras na cidade, e por vezes se deslocava para outros municípios para realizar obras de grande porte.

Nos anos 80 trabalhou para a prefeitura e participou ativamente das grandes construções da época, estádio, balneário do rio Bezerra e calçamento das principais avenidas com bloquetes, portanto, deixou sua marca no progresso do município de Campos Belos.

Apaixonado por futebol, quando jovem, jogou em vários times amadores, e mais tarde tornou-se participante do time de veteranos denominado Renascença.

Participava ativamente do futebol e das cervejadas e churrascos que sucediam os eventos, era um entusiasta e adorava seus companheiros de clube.

Era um ferrenho torcedor do Vila Nova goiano e sempre que podia frequentava o Serra Dourada para torcer e sofrer pelo time, já que o Vila vem padecendo na segundona e sem perspectiva de subir.

Ultimamente morava em Goiânia, mas estava em Campos Belos participando da construção da casa de sua filha Karina, uma forma carinhosa de ajudar sua filha neste empreendimento.

Segundo familiares, Joãozão tinha problemas de saúde, e na sexta-feira passada deu entrada no Hospital Municipal com um quadro de hipertensão, teve uma leve melhora, mas nesta segunda-feira por volta das 14h30 faleceu ao lado do seu filho Carlos Augusto, dizendo estar preocupado com ele e Karina.

É mais um grande homem que se foi, mas deixou o seu legado de bom pai e amigo de seus amigos, participou ativamente da construção desse Campos Belos.

Ele entra para a história como um ser que ajudou a desbravar essa tão pobre região à custa de muito sofrimento, pois aqui quando ele chegou e 1975, não havia sequer água encanada, a luz era artigo de luxo e poucos usufruíam dessa modernidade.

Fica aqui o nosso reconhecimento e agradecimento ao Joãozão pelo muito que fez pelo nosso município e região, e que Deus o tenha ao seu lado.

Aos familiares fica no nossos sinceros pesares pelo seu passamento, e que Deus os console nesse momento de tanta dor.

O sepultamento será realizado as 13h desta terça-feira (24) no cemitério São João Batista, no setor Bem Bom.

Artigo: A importância da assessoria de imprensa no marketing Digital


Por Douglas Sossai*,

Um bom serviço de assessoria de imprensa é fundamental para a divulgação de qualquer tipo de empresa. 

Diferente de uma comunicação publicitária, quando a sua própria empresa fala bem dela mesma, uma comunicação nos canais de imprensa recebe indiretamente o endosso dos veículos que a publicam. 

Ou seja, são outras empresas e pessoas falando de sua empresa. Gera mais credibilidade, certo?

Resumidamente, em tempos pré-Google, a assessoria de imprensa identificava diferencias, curiosidades ou pontos de interesse público sobre sua empresa, criava textos elaborados e enviava-os para os jornalistas. Se o jornalista julgasse o conteúdo interessante para o público de seu veículo, publicava a matéria.

O fato de ter uma notícia aparecendo em vários veículos já era uma forma de divulgação muito interessante.

Hoje a importância desse serviço aumentou ainda mais, pois precisa-se de conteúdo de qualidade para aparecer nos buscadores. 

É um ponto crucial de um trabalho de SEO (Search Engine Optimization ou otimização para os motores de busca, o serviço tático de preparar seu site para aparecer nos buscadores, como o Google).

o Google indexa as palavras-chave que aparecem nesses sites de notícias e pontua o site de sua empresa de acordo com o volume de links e a importância desses.

Imagine que você deseja ser encontrado no Google ou outros buscadores, quando alguém procurar por "monitoramento de visitação e geração de leads ". 

Se essas keywords (palavras-chave) estiverem nos artigos publicados sobre sua empresa e esses artigos incluirem um link para seu site, que também deve conter essas palavras, pode ter certeza que você estará muito bem pontuado para aparecer nas primeiras páginas. 

Faça o teste, pesquise por "monitoramento de visitação e geração de leads " e veja como aparece nosso site k2web.com.br

Não tem segredo: com conteúdo de qualidade, palavras-chave estratégicas e links estratégicos, é apenas uma questão de tempo para você aparecer nas pesquisas.

Segue uma rápida dica: escolha 20 keywords que representam seus produtos e serviços e que são utilizadas com frequência na pesquisa dos buscadores e peça para a assessoria de imprensa inclui-las em um press release. 

As boas assessorias do mercado vão conseguir publicar esse texto em vários portais de notícias e blogs e o seu SEO vai receber uma poderosa ajuda.

Outra dica é criar um domínio específico para um blog de sua empresa e colocar esses artigos nesse blog. 

Coloque também links para as matérias publicadas, isso vai gerar ainda mais credibilidade e criar um processo de "link building" (construção de links relevantes para seu site). 

Todo mundo sabe a importância de um blog, mas o esforço para manter um de qualidade, atualizado e com conteúdo relevante acaba frustrando muitos empresários. Quando a assessoria de imprensa entra em cena, isso muda de figura.

Procure uma assessoria de imprensa que tenha experiência no seu ramo de negócios ou peça para sua agência te indicar uma. 

Quanto mais rápido você construir essa estratégia, mais rápido colherá frutos e ficará menos dependente de anúncios pagos.

Veja mais em nossa pagina de dicas para SEO: http://k2web.com.br/app_seo


* Douglas Sossai é CEO da K2web, jornalista e especialista em marketing digital.

Brasília: Curso de extensão em comunicação e gestão de crises começa em agosto



O Instituto Sagres de Gestão Estratégica, em parceria com a Associação Brasileira de Relações Institucionais e Governamentais, Abrig, lança o primeiro Curso de Extensão do País para capacitar profissionais de Comunicação e de Relações Institucionais nessa nova especialidade – o gerenciamento de crises políticas, institucionais e de imagem. 

O Curso de Extensão, programado para iniciar a 03 de agosto, oferece 10 disciplinas e o total de 120 horas/aula presenciais. 

Além do conteúdo didático inédito, um dos pontos altos do curso, coordenado pelos professores Hugo Studart e Homero Zanotta, é ter conseguido reunir alguns dos mais qualificados profissionais do país especializados no tema.

O curso de gerenciamento de crises apresenta ferramentas que vão ajudar os profissionais a lidar de forma mais segura em casos que gerem desgaste de imagem para empresas, políticos, entidades. Para um dos coordenadores do curso, o jornalista e doutor em História Política, Hugo Studart, o país precisa de profissionais qualificados e especializados em gerenciar crises como a que o país vive atualmente. 

“Uma crise mal resolvida pode gerar muitos danos, tanto de capital financeiro, quanto político, e de imagem. Tudo depende de como é conduzido o processo”, destaca Hugo. “Gerenciar uma crise exige muita habilidade, conhecimento e estratégias para saber tomar as decisões mais assertivas em um curto espaço de tempo e em meio a muito estresse”, reforça.

DOCENTENTES DO CURSO

Jornalista, mestre e doutor em História Política, professor e executivo de Relações Institucionais, Hugo Studart atuou por quase 30 anos como repórter investigativo, editor ou colunista em veículos como O Estado de S. Paulo e Folha de S. Paulo; revistas Veja e Dinheiro; e como Diretor e colunista da IstoÉ. 

Homero Zanotta é doutor em Ciências Militares, especialista em Inteligência, em Comunicação Social e em gerenciamento de crises. Atuou no Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República de 2004 a 2011, onde participava do gerenciamento de crises. “

O jornalista e escritor Mário Rosa também é um dos professores do curso. Trata-se de um dos primeiros consultores do país em gestão de reputação, com experiência no gerenciamento de crises de grandes corporações como Grupo Cassino, Ambev, OAS, Camargo Correa e Opportunity. 

Também prestou consultoria para figuras públicas como ex-presidentes Fernando Henrique e Lula. É autor de quatro livros sobre o tema: “A Síndrome de Aquiles”, “A Era do Escândalo”, “A Reputação na Velocidade do Pensamento” e “Memórias de um Consultor de Crises”. 

“Por conta de denúncias de corrupção e de desrespeito à legislação, muitas empresas perderam a credibilidade dentro do país e não sabem como reerguer o nome, mesmo passando a trabalhar de maneira correta”, avalia Mário Rosa.


A equipe de professores conta com ainda com Egberto Salóes, analista e gestor de riscos e de fraudes, que atuou como assessor do Controle Interno do Exército para os Jogos Olímpicos Rio 2016 e com a professora Romaly de Carvalho, que é especialista em Psicologia Comportamental no Trabalho, consultora em Comunicação Interpessoal, Marketing Pessoal e Etiqueta Profissional. 

Fechando a equipe, o professor Raul Sturari, doutor em Prospectiva e Estratégia, que atuou como Secretário-Executivo do Núcleo de Assuntos Estratégicos da Presidência no governo Lula e foi coordenador do Projeto “Brasil 3 Tempos”. “Conseguimos uma rara combinação de competências técnicas, metodologias e expertises pessoais”, explica o coordenador Hugo Studart. 

“O resultado disso é que os novos especialistas sairão do curso mais valiosos, competitivos e demandados no mercado de trabalho”, aposta.


Serviço

CURSO DE EXTENSÃO EM COMUNICAÇÃO E GESTÃO DE CRISES

Início: 03 de agosto

Informações: (61) 9 9830-0740 / 9 9109-2473 (WhatsApp)

(61) 3272-7078 ou sagres@sagres.org.br

Inscrições: sagres.org.br

segunda-feira, 23 de julho de 2018

Carro capota na rodovia GO-118, próxima ao Riacho dos Cavalos, e deixa uma jovem mulher morta


 

Um capotamento na rodovia GO-118, entre Campos Belos (GO) e Monte Alegre de Goiás (GO), nordeste do estado, deixou uma pessoa morta. 

O acidente, com um VW/GOL 1.0, de cor prata, ocorreu nas proximidades da comunidade Riacho dos Cavalos, a cinco quilômetros de Monte Alegre, por volta das 7h da manhã deste domingo (22). 

Segundo as informações, as quatro pessoas saíram da festa "Reinado da Cachaça", que ocorreu durante a noite de sábado em Monte Alegre e voltavam para a cidade de Campos Belos. 

Em certo momento, o mortorista perdeu o controle do veículo, que saiu da pista e capotou. 

Uma das passageiras teve parte do corpo jogado para fora do carro e foi esmagada pelo veículo. 

A moça morreu na hora.  

Uma outra passageira teve ferimentos graves e foi socorrida ao hospital de Campos Belos.

O motorista teria se recusado a fazer o bafômetro, segundo o Boletim de Ocorrência.

Ele tambem teria saído do local do acidente sem prestar socorro às vítimas e deverá  responder também por omissão de socorro. 

Morreu no local Madyane Serafim da Silva, 22 anos, natural de Arraias (TO) e residente no setor Vila Baiana, em Campos Belos. 

Segundo uma prima dela, a moça a abordou na festa de Monte Alegre já de madrugada, dizendo que iria voltar para Campos Belos de carona, deixando seu aparelho celular com a parente. E sumiu. 

Às 4h da manhã, a prima voltou a Campos Belos e não mais voltou a ver Madyane Serafin.

"Quando acordei às 11h, dei o celular para a mãe dela, que ficou resmungando pelo fato dela não ter chegado, pois ela estava acostumada a chegar tarde demais. 

Mas foi somente às 12h40 que me veio a notícia de que ela havia morrido em um acidente de carro.  Tinha pego carona no posto, e eu imediatamente avisei a mãe dela.

Outros souberam da fatalidade às 8h da manhã, horário que a mãe já esperava ela chegar", disse a prima da vítima fatal. 

"Tudo muito rápido, tudo muito triste. Tudo muito irônico pois na sexta-feira fizemos churrasco pela primeira vez juntas e nos divertimos como se estivesse nos despedindo."

Madyane Serafin  deixa dois filhos pequenos, de cinco e seis anos, segundo a prima, que agora devem ser cuidados por parentes. 

O corpo já foi liberado pelo IML de Campos Belos, após a perícia e os procedimentos legais. 

O velório está ocorrendo na Rua 22, Vila Baiana, em Campos Belos. O sepultamento está previsto para ocorrer às 14h desta segunda-feira (23). 





sábado, 21 de julho de 2018

Boas maneiras e educação ambiental



Este saco recheado com lixo, flagrado na primeira foto, descartado em um córrego urbano de Campos Belos (GO) neste sábado (21) é uma péssima notícia.

Por mais que se fala em respeito ao meio ambiente e em proteção das águas e das nascentes, cenas como esta ainda são bastante comuns. 

Há ainda uma forte cultura arraigada de que os cursos d'água são um canal de esgoto prontinho para receber instalações clandestinas, carcaças e restos de bichos mortos e notadamente de lixo urbano. 

É óbvio que é falta de boas maneiras e de educação ambiental. 

E a mudança para este tipo de comportamento é lenta e gradual. É um processo de transformação cultural.  

Para essa mudança de comportamento, há necessidade de participação das escolas, dos meios de comunicação, das famílias e do Poder Público.  

Seduc abre processo seletivo para cadastro reserva de professores e supervisores do Pronatec no Tocantins


A Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc) abriu processo seletivo simplificado para cadastro reserva de profissionais para atuarem no Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico (Pronatec). 

Estão sendo ofertadas 50 vagas para professor regente presencial nas áreas de: assistente de contabilidade, assistente financeiro, operador de caixa, inglês aplicado a serviços turísticos, balconista de farmácia, frentista, cuidador de idoso, cerimonialista, agricultor orgânico, fruticultor, agricultor agroflorestal, horticultor orgânico, maquiador e recepcionista de eventos. Além dos professores, são ofertadas vagas para supervisor regional bolsista.

A atuação dos professores acontecerá nos municípios de: 

Ananás, Araguatins, Arraias, Babaçulândia, Barrolândia, Carmolândia, Colinas do Tocantins, Cristalândia, Dianópolis, Fortaleza do Tabocão, Guaraí, Gurupi, Mateiros, Miracema do Tocantins, Miranorte, Palmas, Paranã, Paraíso do Tocantins, Pedro Afonso, Ponte Alta do Tocantins, Porto Nacional, Taguatinga, Tocantinópolis e Xambioá.

A inscrição será feita mediante envio da documentação exigida nos editais, via correios, até o dia 27 de julho, com as seguintes informações: número do edital, nome completo do candidato, cargo, município e curso pretendido. 

A documentação deve ser enviada para a Comissão de Seleção do Processo Simplificado para Cadastro Reserva da Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc), Superintendência de Programas da Educação Profissional – Edifício Jocelino Pinto, 103 Sul, Avenida LO 01, Lote 63 – CEP: 77015-028, Palmas/Tocantins.

Para participar do processo seletivo é necessário que o candidato tenha formação em nível técnico ou superior compatível com a área pretendida; disponibilidade para atuação de acordo com o calendário do curso no município sede, e também ter disponibilidade para participar de reuniões e formações quando solicitado.

Os selecionados para as vagas de professores regentes receberão bolsa-auxílio de acordo com a formação acadêmica, R$ 45,00 hora aula para técnico, R$ 55,00 hora aula para graduados e especialistas, R$ 60,00 hora aula para mestres e R$ 70,00 para doutores. 

Os selecionados para atuarem como supervisores cumprirão 20 horas semanais e receberão uma bolsa no valor de R$ 1.200,00.

A seleção será efetuada pela Comissão Avaliadora e a previsão da pasta é que o resultado do certame seja divulgado no dia 10 de agosto. 

Os editais foram divulgados nesta sexta-feira, 20, de julho, e estão disponíveis na página da Seduc.

Presidente da Amab recepciona municípios goianos que passam a integrar entorno do DF


Uma cerimônia realizada pela Associação dos Municípios adjacentes de Brasília (AMAB) incluiu oficialmente nesta quarta-feira (18/7) 12 novos municípios, dos quais dez são goianos e dois mineiros, por meio de Projeto de Lei à Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal (RIDE).

Na ocasião, uma alteração no Estatuto da AMAB foi feita para incluir as novas cidades à região. 

São elas Alto Paraíso, Alvorada do Norte, Barro Alto, Cavalcante, Flores de Goiás, Goianésia, Niquelândia, São João d’Aliança, Simolândia e Vila Propício, de Goiás, e as cidades mineiras de Arinos e Cabeceira Grande.

O presidente da AMAB e prefeito de Águas Lindas de Goiás, Hildo do Candango, também presente, deu boas-vindas aos novos integrantes e destacou a importância do trabalho conjunto em favor dos municípios desta região.

“Todos os municípios que integram a região do Entorno do DF têm características parecidas, são populosos e uma arrecadação pequena frente ao volume de problemas a serem resolvidos, por isto a necessidade de fazer um trabalho conjunto no sentido de conquistar recursos que propiciem o desenvolvimento da qualidade de vida da população. 

Desejo boas-vindas a todos os amigos na certeza que temos muito trabalho pela frente”, discursou Hildo.

A nova lei teve origem em subemenda ao Projeto de Lei Complementar (PLP) 25/15, do deputado Rogério Rosso (PSD-DF), aprovada na Câmara em 2015. 

No Senado, o PLC-Complementar foi aprovado em maio deste ano e teve como principal defensor e articulador o senador Hélio José do Distrito Federal que esteve presente no encontro e destacou a sua luta em prol da região que em sua visão, deve ser investir na RIDE para desafogar a pressão no DF.

“Temos que olhar a Região Metropolitana do DF não como um problema, mas sim com uma solução e para isto devemos encontrar mecanismos que visem à criação de emprego e renda nos próprios municípios, e nossa atuação é neste sentido”, falou o senador.

A RIDE é atualmente composta pelo próprio Distrito Federal e pelos municípios goianos de Abadiânia, Água Fria de Goiás, Águas Lindas, Alexânia, Cabeceiras, Cidade Ocidental, Cocalzinho de Goiás, Corumbá de Goiás, Cristalina, Formosa, Luziânia, Mimoso de Goiás, Novo Gama, Padre Bernardo, Pirenópolis, Planaltina, Santo Antônio do Descoberto, Valparaíso e Vila Boa, além dos municípios mineiros de Unaí e Buritis.

Com a inclusão dos municípios a AMAB amplia a área de abrangência da Ride apresentando uma forte potência socioeconômica com o Distrito Federal.

Fonte: AMAB

Alunos protestam por melhorias em unidades da Casa do Estudante no Tocantins




Alunos de várias partes do país, que participam de um encontro anual entres moradores de casas do estudante, protestam na tarde desta sexta-feira (20), por melhorias nas unidades estado. 

A manifestação é realizada em Palmas.

Os alunos saíram em passeata da Casa do Estudante e seguiram para a Secretaria Estadual de Educação (Seduc). 

Parte deles participa de uma reunião com representantes da educação do estado, do Ministério Público Estadual (MPE) e pró-reitoria da UFT.

Segundo os alunos, as unidades estão em condições precárias. 

Entre as reivindicações estão reformas das unidades, construção de casas dentro da universidade e de restaurantes universitários nos campus onde não há.

Há unidades em Palmas, Araguaína, Gurupi, Porto Nacional, Tocantinópolis, Arraias e Miracema.

A UFT disse que é responsável por casas localizadas nos campus de Porto Nacional, Tocantinópolis e Arraias, mas não disse se alguma medida será tomada.

Fonte: G1

SanRural promove palestras sobre saneamento rural em Campos Belos e Divinópolis de Goiás


O SanRural promoveu palestras sobre os planos de saneamento rural em Campos Belos, na última terça-feira (17) e em Divinópolis de Goiás, na quarta-feira (18).

As palestras foram coordenadas pela equipe da Universidade Federal de Goiás. 

A oficina de apresentação do Projeto SanRural; Plano de Segurança de Saneamento Rural (PSSR) e Noções de Saúde, Noções saneamento e Protocolo da Saúde.

O objetivo é promover conhecimento em saneamento e saúde ambiental em comunidades Rurais e tradicionais, apontando para ações de gestão e tecnologias inovadoras, almejando a sustentabilidade e a promoção de serviços em ações ambientais, ao mesmo tempo fomentando o empoderamento dessas comunidades quanto à promoção e proteção à saúde e ao saneamento ambiental.

Em Campos Belos o evento foi realizado na secretaria de ação social e contou autoridades do município e representantes da comunidade Quilombola.

Em Divinópolis de Goiás o evento foi realizado no clube Recreativo Monjolo e contou com autoridades do município e representantes da comunidade Quilombola.

Nos próximos meses Campos Belos receberá novamente a equipe da UFG para a oficina 2. 

Em Divinópolis a equipe estará no Distrito de Vazante para conhecer as condições de saúde e saneamento na comunidade.

Com informações de Antônio Carlos 

Servidor da prefeitura suspeito de assaltar bancos também é investigado por roubar armas da PM em Paranã (TO)



Um servidor da Prefeitura de Palmas, preso nesta quinta-feira (19) suspeito de comandar uma quadrilha de assalto a bancos, também é investigado por outros crimes. 


Em 2010 Santos foi acusado de invadir o batalhão da Polícia Militar de Paranã, no sul do estado, e para roubar armas de uso restrito.

Segundo o Ministério Público Estadual, o servidor e outros dois homens invadiram o destacamento, renderam um PM que estava de serviço e levaram quatro armas, munição, dois pares de algemas e danificaram o rádio de comunicação do quartel.

Eles teriam então forçado o policial a dirigir até um banco da cidade, rendido os vigias e roubado malotes de dinheiro do cofre. A quantia foi estimada em mais de R$ 130 mil. 

O grupo ainda teria mantido o PM refém na fuga até a cidade de Arraias.

A Delegacia de Investigações Criminais de Palmas (Deic) disse que a quadrilha comandada pelo servidor é responsável por outros crimes no Tocantins, em Goiás e no Piaui. 

O grupo estaria envolvido em uma tentativa de roubo em Aparecida de Goiânia (GO). Na época, quatro criminosos foram mortos em confronto com a polícia.

Em entrevista a TV Anhanguera, o suspeito negou todas as acusações e disse que nunca fez parte de nenhum grupo criminoso.

A prisão foi determinada pela Justiça de Goiás, mas ele foi encontrado em um posto de combustíveis de Palmas. 

O servidor é assistente administrativo da Secretaria Municipal de Saúde há 20 anos e estava lotado no Centro de Controle de Zoonoses.

Em nota, a Prefeitura de Palmas informou que o crime investigado não tem nenhuma relação com as atividades funcionais do servidor. 

Falou ainda que após a conclusão da investigação policial e a manifestação da Justiça, o município tomará as providências administrativas.

Para a polícia, o trabalho na prefeitura era uma fachada para esconder as atividades criminosas do suspeito.

Fonte: G1

quarta-feira, 18 de julho de 2018

Operação reúne entidades e promove fiscalização em bares de Dianópolis (TO)


Na noite de sexta-feira, 13, foi desencadeada no município de Dianópolis, na região sudeste do Tocantins, a Operação Alvará, que fiscalizou bares, verificando condições sanitárias, presença de crianças e adolescentes em situação de risco, perturbação do sossego e buscando por armas e drogas ilícitas.

A operação contou com participação do Ministério Público Estadual (MPE), Polícia Militar, Conselho Tutelar e Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria Municipal de Finanças e da Vigilância Sanitária. 

A ação foi concentrada no Setor Bela Vista, local onde ultimamente têm ocorrido diversas mortes relacionadas ao tráfico de drogas.

A maioria dos estabelecimentos fiscalizados foi interditada pelos fiscais da Prefeitura em razão da ausência de documentos, em espacial o alvará de funcionamento, que é requisito legal para esse tipo de atividade comercial. A interdição persistirá até que as pendências sejam sanadas.

A operação foi coordenada pelo Ministério Público, representado pelo Promotor de Justiça Luiz Francisco de Oliveira. 

Ele informou que “o objetivo da Operação Alvará é unir forças para juntos atuarmos de forma efetiva pela legalidade e contra a violência existente em Dianópolis”. 

Ainda de acordo com Luiz Francisco “a Prefeitura deverá ser alvo de uma Recomendação Ministerial para que tenha mais critério no momento de liberar as licenças para os estabelecimentos”.

A operação continuará, sendo estendida a todos os demais bairros de Dianópolis.

Fonte: MPTO

Em Niquelândia (GO), menina de 3 anos morre após ser encontrada com lesões e sinais de estupro em matagal


Uma menina de 3 anos morreu em um hospital poucas horas após ser resgatada pelos bombeiros em um matagal de Niquelândia, região norte de Goiás. 

Segundo a Polícia Civil, a vítima estava seminua, tinha lesões na cabeça e sinais de estupro.

Um adolescente de 15 anos, vizinho dela, foi apreendido suspeito do ato infracional. Em nota, a corporação disse que ele confessou, em depoimento na manhã desta terça-feira (17), ter matado a criança.

Ainda conforme o comunicado, o menor admitiu que matou a garota com golpes na cabeça usando uma pedra de mais de 3 kg. 

Após a pancada, ele admitiu que a violentou, mas negou ter mantido relação sexual com a vítima.

O adolescente contou ainda que pegou a menina na casa dela aproveitando-se de um curto momento em que a mãe dela havia ido a casa da sogra, situada no mesmo lote.

Contra ele, será lavrado Auto de Apreensão em Flagrante pelo ato infracional análogo ao crime de estupro de vulnerável. 

Se condenado, pode cumprir no máximo 3 anos de medida sócioeducativa.

Matagal

Os bombeiros informaram que foram acionados por volta das 19h45 de segunda-feira (16) pela mãe da menina. 

Na ligação, ela alegou que a filha havia sumido e que um vizinho a viu entrando no matagal.

A corporação fez buscas e encontrou a garota ainda com vida. Ela foi levada para o Hospital Municipal de Niquelândia. Porém, não restitui aos ferimentos e morreu por volta de 21h45.

De acordo com informações da ocorrência policial, a criança foi achada de bruços e vestindo apenas uma camiseta branca. 

Ela tinha um corte na orelha e sangramento na cabeça e nas partes íntimas.

A assessoria de imprensa da Polícia Civil informou que a mãe da vítima suspeitou do vizinho porque, ao mesmo tempo que procurava pela filha, a mãe do rapaz fazia o mesmo em relação ao garoto.

Ele apresentava escoriações nos joelhos e nos cotovelos, além de arranhões nas pernas similares aos provocados quando se caminham em regiões de mata.

Fonte: G1

APA Nascentes do Rio Vermelho terá volta ciclística. A rota é Mambaí; Buritinópolis; Alvorada do Norte; Sítio d'Abadia e Damianópolis



Os apaixonados pelo ciclismo terão a oportunidade de participar da 11ª edição da Volta Ciclística APA Nascentes do Rio Vermelho que acontecerá nos dias 28 e 29 de julho em Mambaí, Goiás.

Serão dois dias de pedalada, percorrendo 176 quilômetros, passando por alguns municípios.

O encontro se inicia em Mambaí, na praça da Igreja Matriz, onde os participantes são recepcionados com um café da manhã. Em seguida vão para o pedal.

A rota é Mambaí; Buritinópolis; Alvorada do Norte; Sítio d'Abadia, Damianópolis, retornando para Mambaí. 

Segundo a chefe do Refúgio de Vida Silvestre Veredas do Oeste Baiano - Mambaí/GO, Lauana Costa Nogueira, o ICMBio apoia o evento disponibilizando a brigada e um veículo.

A Área de Proteção Ambiental (APA) das Nascentes do Rio Vermelho foi criada em setembro de 2001, possui uma área de extensão de 176.324,33 hectares.

Localizada no estado de Goiás, abrange os municípios de Buritinópolis, Damianópolis, Mambaí e Posse. O local possui diversas cachoeiras.

Fonte: ICMBio

Posse (GO): Carro sai da pista entre Rodovilândia e Barbosilândia



No último domingo (15), duas equipes do SAMU se deslocaram para atender uma ocorrência de acidente entre os Povoados Rodovilândia e Barbosilândia, no município de Posse, no nordeste goiano, em trecho onde a estrada é de terra.

O condutor do veículo Volkswagen Gol perdeu o controle da direção e acabou saindo da pista.

Foram para o local, a USA (Unidade de Suporte Avançado) e a USB (Unidade de Suporte Básico).

No veículo, além do motorista, havia uma mulher e duas crianças, sendo uma de 4 anos e a outra de 2 anos.

Todos os passageiros foram encaminhados conscientes para o Hospital Municipal de Posse, graças ao atendimento que chegou rápido.

Lembrando que a nova ambulância, que chegou no município ha poucos dias, foi usada nesta ocorrência.

De acordo com o Coordenador do Samu, Genilton Costa, as novas ambulâncias facilitam o trabalho dos socorristas e dão maior agilidade nos atendimentos às ocorrências, dando muito mais chances de resultados positivos nos salvamentos.

Fonte: Prefeitura de Posse

domingo, 15 de julho de 2018

Comunicação, imagem e reputação. O que Neymar deve fazer para recuperar sua imagem?





Três perguntas para Washington Olivetto, publicitário

1. Neymar saiu desta Copa do Mundo um patamar abaixo do que entrou em relação à sua imagem?

O Neymar faz parte de uma geração de jogadores de futebol que apelidei, anos atrás, de ‘futpopbolistas’, uma mistura de jogador de futebol com artista pop. O primeiro que simbolizou isso fortemente foi o David Beckham. 


E o Neymar faz muito parte dessa cultura. 

Acho que ele sai com uma imagem enfraquecida, sim, por alguns fatores que são até curiosos. Houve um primeiro um erro mercadológico dele ou de quem o assessorou no episódio da estreia da Copa do Mundo. 

O grande fato ali era a recuperação física dele, que voltava de uma contusão, mas aquele cabelo diferenciado acabou chamando mais a atenção. Outra coisa que não foi favorável: exacerbar nas reações às faltas sofridas. 

Esses dois componentes começaram a prejudicá-lo já no início da Copa do Mundo. É claro que, se o Brasil tivesse vencido e ele continuasse até a final, tudo isso seria jogado para um segundo plano.

2. Isso interfere de alguma forma na inserção dele no mercado publicitário? Alguma marca deixaria de procurar um jogador como ele em virtude da crise extracampo?

Como ele tem enorme talento, pode se recuperar. Mas, que nesse momento a imagem foi prejudicada, não há dúvida. 

Existe outra coisa para a gente pensar. Essa Copa está valorizando – e talvez isso esteja acontecendo porque acabou exaurindo essa questão da imagem do jogador, por mais talentoso que seja, estar muito atrelada ao fator mercadológico – talentos igualmente brilhantes, mas mais discretos. 

É o caso do Modric, por exemplo, do Hazard e do Mbappé. 

Talvez, até no futebol mundial, o maior fenômeno de equilíbrio disso seja o Cristiano Ronaldo, que equilibra muito bem o talento futebolístico com o talento mercadológico.

3. O que você sugeriria ao Neymar para reverter esse quadro?

Pela dimensão dele, e principalmente no Brasil, o Neymar é um fenômeno da mídia aberta, da grande mídia. 

Então, tanto no momento favorável quanto no desfavorável, é preciso ter preocupação em estar presente na grande mídia e, obviamente, nas mídias sociais. 

Ele errou em priorizar a grande mídia nos momentos de sucesso e, na dificuldade, ter optado pela mídia social. 

Tenho impressão de que, nesse momento, ele também cometeu alguns erros de comunicação. 

O produto tem de ser sempre mais importante do que a sua publicidade. E teve um momento em que se valorizou mais a publicidade do que o produto. 

O Neymar tem tudo para reverter, pois é um jogador que tem o talento natural. Ele precisa focar exatamente nisso, no trabalho e nas atenções como jogador. É o que vai recuperar a imagem dele como negócio.

Fonte e conteúdo: Estadão