terça-feira, 1 de maio de 2018

Superbactéria: Campos-belense Edineuza precisa da ajuda em Goiânia, mas é rejeitada por hospitais



A campos-belense Edineusa Pereira está numa situação muita delicada em Goiânia, a capital do estado. 

Há anos, ela sofre com uma infecção urinária, que atingiu os rins. Mesmo depois de muitas idas e vindas a hospitais de Campos Belos e da capital, nunca conseguiu uma cura.

Hoje sofre com as consequências da falta de um atendimento digno, humano, eficiente e honesto. 

A infeção agora está empestada por superbactérias, que não é combatida por qualquer antibiótico. 

Elas se tornaram resistentes e agora é um grande problema para a paciente e também para a saúde pública. 

Por causa disso, necessita de um hospital especializado, inclusive com leito isolado. A bronca é que os hospitais de Goiânia não querem recebê-la. 

"Estou muito nova para morrer", apela Edileusa em entrevista à jornalista da TV Anhanguera, que se sensibilizou com o drama vivido pela campos-belense. 

Falta de apoio do governo municipal 

Sei que Campos Belos, assim como outros municípios da região, possui uma casa de apoio na capital Goiânia. Mas isso é insuficiente. Não basta ter uma casa de apoio. 

Nessas casas de apoio há que ter pessoas, carros e dinheiro à disposição. Servidores públicos que conheçam hospitais, clínicas, pessoas e que entendam de burocracia. 

O caso de Edineusa é emblemático. Ela é uma pessoa especial e mais do que nunca precisa de ajuda, não apenas hospitalar. 

Outros casos mostram que o dela não é isolado.  

As gêmeas siamesas são outro exemplo claro. 

Se elas tivessem permanecidas nessa casa de apoio, já que o caso delas era extremamente delicado, quem sabe estariam vivas hoje. 

No entanto, voltaram para Campos Belos, onde não há hospitais especializados. 

Outro caso é o da mulher do radialista Edmar Cardoso. Um câncer agressivo como dela não pode esperar. Há que se ter apoio. E não apenas hospitalar. 

A prefeitura de Campos Belos, assim como outras da nossa região, tem que urgentemente traçar um plano e executar estratégias no sentido de propiciar mais apoio a esses pacientes (e acompanhantes), que são carentes, não têm recursos e nem conhecimentos necessários para esses desafios de doenças graves, crônicas e de tratamento caro.

Nós, a comunidade, temos que fazer pressão para que os órgãos públicos municipais façam sua parte. Isso não é um favor. É uma obrigação. 

Numa sociedade civilizada e inteligente, os fortes têm que cuidar dos mais fracos. 

A vida dá voltas, muitas voltas. 

Quem sabe os fortes de hoje não serão os fracos de amanhã?

4 comentários:

  1. Onde estão os abençoados ganhadores da mega Sena que não ajudam se quer pessoas infermas,deviam ter compaixão pelo próximo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por acaso o senhor (a) já se direcionou a algum ganhador da mega sena? Como sabe todos tem as pessoas mais próximas para ajudar, e pelo que sei estão fazendo a parte deles!repense antes fazer qualquer comentário. Afinal, cada um no seu lugar!

      Excluir
  2. a saude vem na frente das outras coisas mais aqui as festas nao falta dinheiro pra fazer carnaval e sao joao gasta sem dó pra agradar as pessoas mais novas

    ResponderExcluir
  3. Meu caro colega Dinomar, falta algumas verdades em sua materia! Edneusa, é filha adotiva da dona flozina Batista, a mesma faleceu e vc sabe disso! Dona flozina tem 4 filhos homens, e os mesmos, quando a mae morreu, eles se juntaram e compraram uma casa pra Edneusa ai perto do estádio, ao lado do hospital regional de campos belos! Edneusa é aposentada! A mesma optou por "morar na casa de apoio" ,onde o paciente fica por pouco tempo, so o tempo do tratamento necessário! Ela ficou por anos e anos, indo a hodpitais, e foi medicada por anos por antibióticos! Creio que, de tanto usarem, seu corpo criou uma resistencia, causando outros problemas! ( quem sabe ate esse surgimento da tal superbactéria?), entao, como a noticia foi dada, parece que ela Edneusa é uma pessoa sozinha, sem ninguem, e isso não é verdade!!! Ela é uma pessoa de dificil convivência! Mas , em relaçao ao tratamento, isso está em todo o brasil, tamanha corrupção que assolou criminosamente!!! O SUS está sucateado! Infelizmente, esse é o retrato do nosso país! Quanto a Edneusa, ela tem casa e tem a familia em campos belos! Viver em goiania foi e é uma opção dela. Abraços

    ResponderExcluir