Banner 1

Banner 1

sexta-feira, 11 de maio de 2018

Militar morre após ser baleado acidentalmente em treinamento do Exército, em Formosa (GO)


Um militar de 20 anos morreu na tarde desta quarta-feira (9) após ser baleado acidentalmente durante um treinamento do Exército, durante curso de instrução de tiro, no Campo de Instrução de Formosa, no Entorno do Distrito Federal. 

O jovem, Victor Campos Ferreira, era primo do deputado federal João Campos (PRB-GO).

O Exército informou que a equipe médica atendeu o rapaz e que uma ambulância foi acionada. Victor foi levado para o Hospital Municipal de Formosa, onde foi constatada a sua morte. 

A Polícia Civil informou que o crime envolve um colega, responsável por disparo. Por ter ocorrido durante treinamento e no espaço do Exército, será investigado pela corporação.

Em nota, o Exército disse que uma equipe de perícia esteve no local para dar início às investigações. Um inquérito policial militar será instaurado para apurar o fato ocorrido. A data de abertura não foi informada.

“O Comando de Operações Especiais está tomando todas as providências para apoiar a família do militar, através de uma equipe, composta por um psicólogo e um capelão militar”, declarou.

A família dele é de Redenção, no Pará. Victor estava lotado no 1º Batalhão de Ações de Comandos (1º BAC). 

O batalhão foi criado em 2002, fica em Goiânia, e é subordinado ao Comando de Operações Especiais.

"É uma tropa altamente qualificada a operar sob circunstâncias e ambientes impróprios ou contra-indicados para o emprego de elementos de forças convencionais, sendo apta a cumprir variadas missões estratégicas e tidas como operacionalmente críticas. 

Para isso, integra a Força de Atuação Estratégica do Exército Brasileiro", informa o site do Exército.

Em redes sociais, amigos lamentaram o ocorrido e prestaram homenagens. 

"Soldado Campos, nome de guerra, pra nós Victor Campos ,meu irmão em Cristo, jovem abençoado, como está sendo doloroso saber desde acontecimento fatal", escreveu o amigo Joel de Jesus.

"Dói saber que, por infortúnio da vida, não poderá estar presente em nosso dia a dia. 

Sei que essa dor que estamos sentindo nunca passará, mas sei que você está nos braços de Deus e esse lugar é aonde todos nós queremos alcançar", declarou o amigo.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário