sábado, 5 de maio de 2018

Câmpus de Arraias firma acordo de cooperação com Instituto Federal Goiano de Campos Belos


Reitor do IFGoiano (de paletó azul): Prof. Vicente Pereira de Almeida
Diretor do IFGoiano Câmpuis Campos Belos-GO (camisa branca): Prof. Fabiano Arantes
Diretor do Câmpus Universitário Prof. Dr. Sérgio Jacintho Leonor/Arraias (Paletó cinza): Prof. Tony de Jesus

Na tarde desta sexta-feira, no Câmpus de Arraias, foi assinado um protocolo de intenções para cooperação entre o Câmpus da UFT, unidade Prof. Dr. Sérgio Jacintho Leonor e o Instituto Federal Goiano Câmpus Campos Belos. 


O protocolo foi assinado pelo diretor do Câmpus tocantinense, Tony de Jesus, o diretor do IF Goiano em Campos Belos, Fabiano Arantes, e o reitor do Instituto Federal Goiano, Vicente Pereira de Almeida.

O protocolo de intenções prevê o desenvolvimento de acordos de cooperação que envolvam projetos de pesquisa, de extensão, de ensino conjuntos, além de promover a orientação e co-orientação em trabalhos de pós-graduação. 

No protocolo estão previstos a realização de cursos, seminários e simpósios dos quais participem docentes das duas instituições, promover intercâmbio de material bibliográfico, publicação, bem como a sua difusão através dos canais estabelecidos. 

Ainda conforme o diretor do Câmpus de Arraias, "será possível promover estágios curriculares de acordo com a legislação vigente, ministrar aulas no âmbito da graduação e pós-graduação obedecendo os regulamentos vigentes de cada instituição".

Para o diretor do IG Goiano, Arantes, "a Assinatura do Protocolo de Intenções, entre as duas instituições é um marco acadêmico e científico regional para o desenvolvimento de ações no campo da pesquisa, extensão e ensino. Uma vitória de quem observa um novo horizonte", destacou.

Ainda segundo diretor tocantinense, o protocolo vai permitir que os servidores das instituições dialoguem e executem projetos nas diferentes áreas do conhecimento em que atuam os servidores da UFT e no IFGoiano, sendo que estes projetos terão como fio condutor a preocupação com o desenvolvimento regional e institucional. 

O diretor Tony destaca que as ações futuras com responsabilidade social de ambas as instituições estarão fortalecidas e referenciadas socialmente.

Fonte: UFT

Um comentário:

  1. Não vai ser fácil crescer (em qualidade) 500 anos em 5, mas se todos se esforçarem e as autoridades forem prendendo os boicotadores sem dó nem piedade... vamos conseguir sim!

    ResponderExcluir

Os cometários aqui publicados são de inteira responsabilidade dos autores. Este Blog não se responsabiliza pelos comentários postados pelos leitores, que poderão ser responsabilizados e penalizados judicialmente por abuso do direito da livre manifestação.