quinta-feira, 17 de maio de 2018

Campos Belos: ruas sinalizadas com tinta ou giz escolar?


Por Jefferson Victor,

O governo de Goiás, através do Detran, anunciou a parceria com alguns municípios para a sinalização das ruas e avenidas, mas, infelizmente, não tiveram a preocupação com a qualidade dos serviços executados.

No final do ano de 2017, o Detran Goiás executou um breve serviço de sinalização nas ruas e avenidas de Campos Belos, mandaram um caminhão e alguns funcionários para execução dos trabalhos.

Esperava-se que fossem fazer faixas nas ruas, mas o que se viu foi apenas o PARE para assinalar vias preferenciais e secundárias, isso em alguns bairros, nem todos receberam o benefício.

A GO 118 que corta a cidade ficou fora do roteiro, sob alegação que por tratar-se de rodovia, o serviço não enquadraria no tipo de convênio ora realizado.

A falta desses serviços, coloca em risco a vida de motoristas e pedestres, principalmente pessoas que estejam transitando e que não conhecem a pista, tendo em vista a rapidez que se toma uma decisão em fração de segundos.

Um dos pontos mais perigosos é o entroncamento da Caixa Econômica, pois naquela localidade a sinalização inexiste ou está apagada, e é bastante movimentada principalmente por caminhões e carretas que ali passam em alta velocidade, colocando em risco pessoas que por ali trafegam, já que ali localiza o Centro Olímpico, constantemente frequentados por pessoas que se exercitam naquela localidade.

Após a conclusão dos serviços de pintura, por um período de uns trinta dias tudo estava bonitinho, porém com o passar do tempo, todas as sinalizações já se encontram apagadas, o que evidencia que foram usadas tintas de má qualidade, numa demonstração de que aqui tudo tem que ser enganação.

As vezes observamos a pintura realizadas nos grandes centros, são duradouras, ali passam milhares de veículos todos os dias e dificilmente se vê uma faixa apagada.

Se utilizassem uma tinta de qualidade, certamente duraria anos, mas como sabemos, fazem uma tal de licitação, seus idealizadores estão preocupados unicamente com preço, aí entram as fabriquetas de fundo de quintal e produzem tintas que mais parecem giz escolar, o qual sai facilmente.

Se tratando de estado, aqui nada vai pra frente, o Vapt Vupt, água do Mosquito, iluminação rural, curso de direito na UEG tudo fica na promessa, e quando se realiza uma pequena obra é de má qualidade.

É ano político, e as feras famigeradas estão saindo de sua tocas em busca de votos, vão fazer promessas, falar de projetos, de realizações mentirosas, e aí vem as lideranças políticas trazendo essas imundices pelo braço pra iludir o eleitorado.

Pergunte a essas lideranças o que o seu candidato já fez, o que vai fazer sabemos é enganação, e não merecem nosso respeito ou consideração.