quinta-feira, 31 de maio de 2018

Campos Belos: Justiça manda prefeitura voltar as 40 horas dos professores




Uma decisão do juiz de Campos Belos (GO), Fernando Marney Oliveira, mandou restabelecer a jornada de 40 horas semanais aos professores da rede pública municipal.

A decisão judicial foi do último dia 28 de maio e ocorreu nos autos do Mandado de Segurança impetrado pelo Sindicato dos Professores (SindBelo) contra a decisão de Eduardo Terra.

A ordem judicial suspendeu a Portaria nº 4/2017, que havia determinado a redução da carga horária de 40 para 30 horas semanais de professores e professoras de Campos Belos com a consequente redução salarial.

"O que se espera agora é que o governo se sensibilize e reconheça seu erro e as enormes dificuldades financeiras impostas aos profissionais do magistério do nosso município, cumprindo a decisão e restabelecendo a jornada de trabalho dos professores e professoras, bem como a remuneração total a que têm direito", comentou uma professora.

Em agosto do ano passado, os professores da rede municipal de Campos Belos fizeram um dia de paralisação contra a decisão da prefeitura.

O prefeito, na oportunidade, disse que fez o corte em razão da falta de recursos públicos, reduzindo 10 das 40 horas semanais da carga horária dos profissionais.

Além da paralisação, os servidores da educação, de preto e munidos de cartazes e apitos, fizeram uma passeata pelo centro da cidade, para chamar a atenção da comunidade.

Os profissionais não aceitaram a diminuição que, por consequência, também atingiram os bolsos dos professores, com a diminuição das horas recebidas em salários.

Na época, assessores da prefeitura informaram, em off, que a situação do cofre municipal era para lá de desesperadora e a ação de cortar dez horas da carga horária era uma das tentativas superar as dificuldades de caixa.

30 de junho é a data limite para jovem que completa 18 anos se alistar e ficar em dia com serviço militar





O dia 30 de junho é o prazo limite para que todo cidadão do sexo masculino que completa 18 anos em 2018 se aliste e fique em dia com o serviço militar. Isso se aplica aos cidadãos nascidos no ano de 2000.

É por meio do serviço militar que todo cidadão brasileiro aprende a defender a Pátria, trabalhando, durante quase um ano, dentro de uma organização militar da Marinha, do Exército ou da Força Aérea. 

Atualmente, o alistamento pode ser realizado pela internet, por meio do site de Alistamento On-Line, ou presencialmente, na Junta de Serviço Militar, órgão vinculado administrativamente à Prefeitura local.

O cidadão, quando não se alista dentro do prazo, deve pagar uma multa para regularizar sua situação militar. 

Caso não o faça, estará impedido de acessar determinados serviços públicos, dentre os quais: obter a carteira profissional para ingresso como funcionário, empregado ou associado em instituição regular; prestar exame ou matricular-se em qualquer estabelecimento de ensino; obter passaporte e/ou renová-lo; e inscrever-se em concurso para provimento de cargo público ou assumir cargo público.

O alistamento on-line já está disponível na Plataforma de Autenticação Digital do Cidadão (Brasil-Cidadão). 

Esse programa governamental faz parte da proposta da Cidadania Digital e busca simplificar o acesso aos serviços públicos digitais, garantindo um cadastro único, seguro e eficaz ao cidadão.

Arraias (TO): Vereador Herman Almeida denunciou a poluição do Rio Bezerra ao Ministério Público Federal


Por Evônio Madureira, 

O vereador Herman Almeida, da cidade de Arraias (TO), denunciou ao Ministério Público Federal, em Gurupi (TO), a poluição das águas e a morte dos peixes no rio bezerra. 

O parlamentar foi acompanhado do vereador professor Babi. 

Eles foram recebidos pelo Procurador da República Humberto de Aguiar Junior, que recebeu o ofício denunciando a poluição do rio. 

Na oportunidade,  os vereadores solicitaram do procurador a realização de uma audiência pública em Arraias para tratar do assunto. 


Segundo Herman Almeida, a mineradora Itafós é a causadora da poluição, uma vez que se instalou na região e não vem cumprindo com o Termo de Ajuste de Conduta assinado com o município para reparar os danos causados ao meio ambiente pela extração de minério na região. 

O procurador ficou sensibilizado com a grave situação e atendeu prontamente o pedido dos vereadores. 

A audiência será realizada no dia 19/06/2018, a partir das 15:00hs. na Câmara Municipal de Arraias.

quarta-feira, 30 de maio de 2018

Imagem do Dia: Maria Júlia, candidata à Rainha do XXV Rodeio de Campos Belos



 



SAMU em Campos Belos vai ganhar sede própria





O SAMU ( Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) em Campos Belos (GO) vai ganhar sede própria.


A obra é do governo federal, em parceria com a prefeitura municipal.

A nova sede será construída lado do hospital municipal e deve facilitar ainda mais o atendimento e a logística de atendimento aos pacientes.


A edificação deve custar cerca de R$ 221 mil e será custeada também com recursos do Município. 

A previsão é que o empreendimento seja entregue, finalizado, em 11 de agosto de 2018. 

Segundo a Assessoria de Comunicação da Prefeitura, o prefeito Eduardo Terra e toda a equipe da saúde do município fez um enorme esforço para inciar a construção, pois corria-se o risco de se perder o SAMU para cidade de Formosa.

Conhecendo o SAMU


O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU 192 é o principal componente da Política Nacional de Atenção às Urgências, criada em 2003, que tem como finalidade proteger a vida das pessoas e garantir a qualidade no atendimento no SUS. 

O serviço funciona 24 horas por dia com equipes de profissionais de saúde e realiza o atendimento de urgência e emergência em qualquer lugar: residências, locais de trabalho e vias públicas. 

O socorro é feito após chamada gratuita, feita para o telefone 192.

O primeiro SAMU 192 criado foi em Campinas em junho de 1995, pelo médico José Roberto Hansen (falecido em 14 de novembro de 2017 aos 54 anos) obedecendo claramente as características de Regulação Médica clínica, traumática, obstétrica e psiquiátrica. 

O SAMU 192 não se caracteriza apenas por ser um serviço de atendimento pré-hospitalar móvel, mas por ser um serviço complexo, onde uma central de regulação de urgência e emergência composta por médicos reguladores.

Atende toda a demanda do sistema telefônico 192 e define uma hipótese diagnóstica e a complexidade, assim como a prioridade do atendimento, podendo ser fornecida apenas uma orientação médica ou, se necessário, um recurso mais complexo, liberando-se as diferentes viaturas - suporte básico ou suporte avançado.

Após o atendimento, é definido o destino do paciente podendo ser uma unidade de pronto atendimento (UPA) ou um hospital terciário. 

Assim, esse serviço de atendimento móvel foi criado para organizar os diferentes níveis de situações de saúde, encaminhando os quadros de menor complexidade ou fase diagnóstica ou ainda de uma situação de estabilização clínica para UPAs, e os quadros de maior complexidade, que necessitam de especialidades (politraumatizados, infartos, trauma de crânios, acidentes vasculares encefálicos, abdome agudo), para hospitais.

Com informações do site do SAMU

Vídeo do Dia: general convence caminhoneiros a voltarem à rotina; Assista




O Comando da 1ª Brigada de Infantaria de Selva, no contexto da Operação São Cristóvão, realizou reuniões com as lideranças grevistas do movimento dos caminhoneiros em Roraima, juntamente com integrantes da Polícia Rodoviária Federal e da Polícia Militar do Estado. 

O objetivo era restabelecer o fluxo de veículos com cargas na BR-174. As ações buscaram sempre a solução da crise de forma pacífica, preservando a ordem social e privilegiando o diálogo.

Na terça-feira, 29, por volta das 16h, mais uma importante reunião foi realizada, nas instalações da Polícia Rodoviária Federal, na BR 174, com as lideranças do movimento, que compreenderam a importância de liberar o trânsito para os que desejassem prosseguir viagem. 

Em seguida, o Comandante da 1ª Brigada de Infantaria de Selva, acompanhado do Superintendente da Polícia Rodoviária Federal e do Subcomandante da Polícia Militar do estado, dirigiu-se até o ponto de concentração do movimento na rodovia. 

No local, conversou com os manifestantes e explicou a importância da normalização do fluxo de cargas para o estado de Roraima.

Câmara aprova projeto que disciplina tratamento de dados pessoais


O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (29) o Projeto de Lei 4060/12, do deputado Milton Monti (PR-SP), que regulamenta o tratamento de dados pessoais no Brasil, tanto pelo poder público quanto pela iniciativa privada. A matéria será enviada ao Senado.

O tratamento de dados pessoais é o cruzamento de dados e informações de uma pessoa específica ou de um grupo para direcionar decisões comerciais (perfil de consumo do titular para fins de marketing ou divulgação de ofertas de bens ou serviços), políticas públicas ou atuação de órgão público.

Podem ser tratados todos e quaisquer dados, como, por exemplo, nome, endereço, e-mail, idade, estado civil e situação patrimonial, seja obtido em qualquer tipo de suporte (papel, eletrônico, informático, som e imagem, etc.).

Outros dados disponíveis para tratamento são as imagens relativas a pessoas recolhidas através dos sistemas de videovigilância, a gravação de chamadas telefônicas quando informadas à pessoa, os endereços de IP, os dados de tráfego e dados de localização do computador e informações de localização obtidas por sistemas de geolocalização.

A matéria foi aprovada na forma do substitutivo do deputado Orlando Silva (PCdoB-SP), que ressaltou o trabalho da comissão especial sobre o tema, ao ouvir representantes de entidades nacionais e estrangeiras. 


“Há um tópico exclusivamente para o tratamento dos dados de saúde e outro para estimular práticas de boa gestão”, explicou.

Para o autor do projeto, o texto não barra avanços tecnológicos e garante “que as pessoas não terão seus dados expostos”.

Permissões


A proposta permite o tratamento de dados pessoais em dez situações: com o consentimento do titular; para o cumprimento de obrigação legal ou regulatória pelo responsável pelo tratamento; pela administração pública, para o tratamento e uso compartilhado de dados necessários à execução de políticas públicas; para a realização de estudos por órgão de pesquisa, sem a individualização da pessoa; para a proteção da vida ou da incolumidade física do titular ou de terceiro; ou para a tutela da saúde, com procedimento realizado por profissionais da área da saúde ou por entidades sanitárias.

Outros motivos são para a execução de um contrato ou de procedimentos preliminares relacionados a um contrato do qual é parte o titular quando a seu pedido; para pleitos em processos judicial, administrativo ou arbitral; e para a proteção do crédito, nos termos do Código de Defesa do Consumidor (Lei 8.078/90).

A motivação mais genérica, seguindo conceito da regulamentação europeia, é para atender aos “interesses legítimos” do responsável ou de terceiro. Nesse caso incluem-se, por exemplo, as finalidades comerciais e de marketing dirigido.

Informação

Quando o tratamento de dados for necessário para o cumprimento de obrigação legal ou regulatória ou feito pela administração pública, o titular será informado das hipóteses em que será admitido o tratamento de seus dados.

Já em relação aos dados tratados com o consentimento do titular, se o responsável pelo tratamento precisar comunicar ou compartilhar dados pessoais com outros responsáveis, ele deverá obter consentimento específico do titular para esse fim.

Se houver mudanças da finalidade do tratamento feito com o consentimento necessário do titular, este poderá revogá-lo se não concordar com essas mudanças.

Nos casos de contratos de adesão, quando o tratamento de dados pessoais for condição para o fornecimento de produto ou de serviço ou para o exercício de direito, o titular deverá ser informado com destaque sobre isso.

Aplicação

A lei será aplicável mesmo a empresas com sede no estrangeiro, desde que a operação de tratamento seja realizada no território nacional, a atividade tenha por objetivo a oferta ou o fornecimento de bens ou serviços ou o tratamento de dados de indivíduos localizados no território nacional; ou os dados pessoais objeto do tratamento tenham sido coletados no Brasil.

O texto considera dados coletados no território nacional aqueles de titular que esteja no Brasil no momento da coleta.

As regras não se aplicam, entretanto, se o tratamento for realizado por pessoa física para fins exclusivamente pessoais; ou se realizado para fins exclusivamente jornalísticos e artísticos ou acadêmicos.

Também não valerão para fins de segurança pública, defesa nacional, segurança do Estado ou de atividades de investigação e repressão de infrações penais.

Dados sensíveis

Orlando Silva diferencia, entre os dados pessoais, aqueles denominados sensíveis: sobre origem racial ou étnica; convicções religiosas; opiniões políticas; filiação a sindicatos ou a organizações de caráter religioso, filosófico ou político; dados referentes à saúde ou à vida sexual; e dados genéticos ou biométricos quando vinculados a uma pessoa natural.

O tratamento desses dados somente poderá ocorrer sem o consentimento do titular em algumas situações: 

cumprimento de uma obrigação legal pelo responsável; uso para políticas públicas; estudos por órgão de pesquisa, com a generalização, sempre que possível; proteção da vida ou da incolumidade física do titular ou de terceiro; tutela da saúde, com procedimento realizado por profissionais da área da saúde ou por entidades sanitárias; ou ainda para prevenir fraude e garantir a segurança do titular em processos de identificação e autenticação de cadastro em sistemas eletrônicos.

Embora não especifique quais tipos de direitos, os dados sensíveis poderão ser tratados também para o exercício regular de direitos inclusive em contrato, processo judicial, administrativo ou arbitral.

Deverá ser dada publicidade à dispensa de consentimento do titular quando do tratamento de seus dados sensíveis no caso de cumprimento de obrigação legal pelo responsável ou de tratamento para execução de políticas públicas pela administração pública.

Se virarem lei, as novas regras passarão a viger depois de um ano e meio de sua publicação para a adaptação de órgãos, empresas e entidades.

Fonte: Agência Câmara

Seis dias sem combustível em posto de São João da Aliança (GO)


A mais de seis dias, falta combustível no Posto Aliança, de São João da Aliança, Chapada dos Veadeiros, no nordeste do estado.


A cidade é goiana uma das muitas que padece pela falta do produto.

Em Goiás, segundo o portal E Goiás, falta de etanol atinge 95% dos postos de combustíveis e em 65% dos estabelecimentos também não há gasolina ou diesel. 

Desabastecimento total já atinge a maioria das cidades do interior.

Imagem do Dia: Railda Ferreira, candidata à Rainha do XXV Rodeio de Campos Belos









Magia negra: Líder religioso é suspeito de matar quatro 'desafetos' e sepultar corpos em Iguatu, no Ceará





Uma história macabra, que terminou em morte, está sendo investigada pela Polícia Civil na cidade de Iguatu, na região Centro-Sul do estado (a 414Km de Fortaleza). 


Tudo começou quando a família de um jovem procurou as autoridades policiais no último fim de semana para registrar seu misterioso e inexplicável desaparecimento. 

O resultado da investigação foi a descoberta de que o jovem foi assassinado num ritual satânico. Seu corpo já foi encontrado e os suspeitos presos.

Segundo a Polícia, Jheyenderson de Oliveira Xavier, 24 anos, conhecido como “Jhey”, estudante do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), em Iguatu, foi assassinado durante um ritual de magia negra e seu corpo “desapareceu”. 

Nesta quarta-feira (23), policiais da Delegacia Regional de Iguatu, tendo à frente o delegado Jerfisson Pereira, prenderem um umbandista e seu comparsa. Os dois teriam sido os responsáveis pelo assassinato do jovem. O corpo do rapaz foi localizado.

De acordo com o delegado, a vítima desapareceu misteriosamente na última sexta-feira (18) e, na segunda-feira (21), os familiares chegaram a revelar o fato publicamente e pedir ajuda através do quadro de “pessoas desaparecidas” em um telejornal da TV Verdes Mares. 

Colegas de “Jhey” disseram que ela havia faltado a aula na sexta-feira (18).

“Nós encontramos o pai de santo, que deu um depoimento extremamente mentiroso. Ele caiu em muitas contradições. 

Disse que não via o estudante desde novembro do ano passado, mas a gente encontrou algumas imagens de uma câmera de segurança que mostra ele (o rapaz) saindo com o pai de santo, na sexta-feira”, afirma o delegado.

Corpo encontrado

De acordo com a Polícia, o suspeito foi reconhecido nas imagens pelos próprios pais. “Ele (suspeito), “puxa” uma perna (resultado de uma deficiência) e aparece nas imagens usando uma mochila que encontramos em sua casa”, esclarece o delegado. 

No local onde os suspeitos realizam práticas religiosas, um matagal, a Polícia encontrou uma arma de fogo, supostamente a usada para matar o rapaz com um tiro na nuca. Segundo Pereira, “a nova suspeita é de que quatro pessoas participaram do crime”.

O corpo do rapaz foi encontrado enterrado em uma cova rasa exatamente no local onde os suspeitos praticam atos de magia negra. A perícia constatou no corpo da vítima sinais de prováveis torturas praticadas antes da execução sumária.

Os suspeitos presos foram identificados como Gleudson Dantas Barros, 29 anos; e Roberto Alves da Silva, 40. Diligências estão sendo realizadas para prisão de outros envolvidos.

Mais três 

O homem preso apontado como assassino do estudante Jheyderson de Oliveira Chavier, em Iguatu, é suspeito de matar outras três pessoas que ele considerava "desafetos". 

O líder religioso Gleudson Dantas Barros, preso em 18 de maio, assumiu participação nos crimes que vitimaram quatro pessoas, de acordo com o delegado responsável pelo caso, Jerffison Pereira.

Policiais localizaram nesta terça-feira (28) uma ossada no mesmo sítio onde Jheyderson de Oliveira havia sido encontrado morto, com dois tiros. Os policiais investigam se são restos mortais de um garoto desaparecido em 2017.

A suspeita é de que Gleudson Dantas Barros e Roberto Alves da Silva, que também está preso por suspeita de participação nos crimes, matavam pessoas que de alguma forma "desagradavam" o líder de uma seita religiosa. 

"No caso de Jhey [como era conhecido Jheyderson de Oliveira], ele havia tido uma discussão com o Gleudson, e depois de ir muito de encontro com as ideias de Gleudson, ele teve o prestígio atingido e estava perdendo seguidores", afirmou Pereira.

Um adolescente que também era suspeito de participação nos homicídios foi achado morto nesta terça. Segundo a Polícia Civil, o garoto cometeu suicídio.

Com informações do Blog do Fernando Ribeiro

Operação da PF no Congresso Nacional: Jovair Arantes é um dos alvos de operação que apura fraudes



O representante goiano na Câmara dos Deputados e atual pré-candidato a reeleição na casa, Jovair Arantes (PTB-GO) , tornou-se, nesta quarta-feira (30), alvo de operação da Polícia Federal (PF) com objetivo de apurar fraudes em concessões de registros no Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). 


Batizada de Registro Espúrio, a iniciativa reúne 64 mandados de busca e apreensão e 23 de prisão preventiva ou temporária. Os deputados Paulinho da Força (Solidariedade-SP) e Wilson Filho (PTB-PB) também terão seus gabinetes vistoriados.

Embora não sejam objeto de mandados de prisão, dois dos referidos parlamentares terão de cumprir medidas cautelares. 

De acordo com a assessoria de imprensa da Procuradoria-Geral da República, de onde saiu a petição redigida por Rachel Dodge, a identidade deles será mantida em sigilo em cumprimento à determinação do Ministro do Supremo Tribunal Federal, Edson Fachin, relator do caso na corte.

Segundo o documento, as fraudes ocorreram no sistema de registro sindical e investigações preliminares apontam para o funcionamento de um esquema que se beneficiava de fraudes em secretarias do MTE responsáveis pela análise de pedidos. 

Além de políticos, centrais sindicais também estão na mira da Polícia Federal. Paulinho da Força, por exemplo, lidera a Força Sindical.

O Mais Goiás tentou contato com a assessoria de imprensa e com o próprio Jovair Arantes, mas as ligações e mensagens não foram respondidas até o fechamento desta reportagem. Ligações também foram feitas para as sedes regional e nacional do PTB, partido de Arantes, embora não tenham sido conclusivas

Esquema

Dodge explica na petição que o inquérito detectou a existência de cinco núcleos de atuação no esquema: administrativo, político, sindical, captador e financeiros. 

Entre as fraudes apuradas estão pagamentos que envolviam valores de até R$ 4 milhões liberados de um único registro sindical.

Em torno de 10 servidores integram a camada administrativa, cuja atribuição é viabilizar fraudes que incluíam o desrespeito à ordem cronológica dos requerimentos, bem como o direcionamento dos resultados dos pedidos. 

O grupo político, por sua vez, é formado por parlamentares e ex-políticos que, segundo a petição, atuam para manter servidores em cargos estratégicos da Secretaria de Relações do Trabalho do ministério.

No núcleo sindical, integrantes fazem o contato com os funcionários públicos designados para operacionalizar as fraudes. 

Lobistas e advogados fazem conexão entre sindicatos e interessados em registros com os integrantes da organização. Enquanto isso, pagamentos das entidades sindicais para os envolvidos eram feitos por meio de simulações de contratos de trabalho por membros do chamado núcleo financeiro.

O caso foi denunciado em março, quando reportagem da Revista Veja revelou o conteúdo de gravações em que lobistas pediam R$ 4 milhões em troca de serviço no MTE, onde o Jovair tem influência.

Com informações do Mais Goiás

No sudeste do Estado, Amastha visita Natividade e Arraias e garante turismo e obras


Cumprindo agenda em Natividade, o candidato a governador do Tocantins pela Coligação A Verdadeira Mudança, Carlos Amastha (PSB), visitou os principais pontos turísticos da histórica cidade e garantiu que vai incentivar a cultura local para alavancar o turismo da região. 

"Temos que detectar e aproveitar a vocação de cada lugar para buscar o desenvolvimento através de investimentos em suas potencialidades. O turismo cultural é absolutamente possível em Natividade", afirmou o candidato.

A primeira parada foi na casa da Dona Romana, personagem histórica do município e muito conhecida pelas construções de esculturas místicas utilizando pedra canga. Em seguida, Carlos Amastha visitou a fábrica do biscoito Amor Perfeito e a Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, onde foi recebido por grupos de capoeira e de sússia. 

Por fim, se reuniu com moradores na casa do vereador Joacir da Semente (PCdoB), onde apresentou suas propostas de governo.

Já em Arraias, nessa segunda-feira, 28, ainda percorrendo o sudeste do Tocantins, o candidato visitou a obra abandonada do Rio Arraias, que além de garantir o abastecimento de água na cidade e região, iria impulsionar a agricultura irrigada no município. 

O ex-prefeito de palmas, garantiu ao moradores resolver a situação se eleito, "Arraias precisa urgentemente da conclusão dessa obra. Olha quantos milhões investidos e nenhum benefício pro povo dessa cidade. Nós vamos resolver", disse Amastha.

Na ocasião, o candidato também visitou o centro da cidade e conversou com comerciantes e moradores.

Fonte: T1 Notícias

Prefeitura de Buritinópolis (GO) também suspende parte dos serviços públicos



"A Prefeita de Buritinópolis, Ana Paula e demais prefeitos de outros municípios, juntamente com a AGM e a FGM promoveram uma ampla discussão avaliando as consequências da paralisação dos caminhoneiros para as administrações municipais.

Diante de tal situação e enquanto aguardamos um desfecho das negociações, fica suspenso o funcionamento de alguns serviços públicos entre os dias 28/05 à 04/06/2018 devido o período de escassez de bens, alimentos e combustível que tem afetado o transporte de alunos, pacientes e até mesmo alimento para merenda escolar.

Serviços considerados essenciais, como o atendimento à saúde (emergência ) e coleta de lixo serão mantidos conforme a demanda e posteriormente será feita a programação para a reposição das aulas suspensas.

Agradecemos a compreensão da população."

Prefeitura municipal de Buritinópolis - GO

Prefeitura de Posse/GO decreta situação de emergência e suspende atividades do poder executivo


Por meio do Decreto Municipal nº 204/2018 a Prefeitura de Posse informa que declara situação de emergência no âmbito do município. 

O decreto foi assinado na segunda-feira, 28 de maio, e autoriza a adoção de medidas administrativas para o enfrentamento das consequências resultantes da paralisação do transporte rodoviário de cargas.

Sendo assim, as atividades do Poder Executivo estão suspensas por tempo indeterminado, a partir de terça-feira, 29/05. 

Não haverá expediente na Prefeitura, assim como também não haverá aula nas escolas municipais.

Conforme o Decreto, serão priorizadas as ações relativas às áreas de saúde, fornecimento de medicamentos, insumos médicos hospitalares, transporte de pacientes e coleta de lixo urbano.

Na Prefeitura, vai funcionar apenas o Departamento de Arrecadação.

Ao final desta situação de emergência, este Decreto será revogado e serão tomadas as medidas necessárias para que tudo volte à normalidade.

Por ora, agradecemos a compreensão de todos e pedimos desculpas pelos transtornos.

Assim que a situação se normalizar, as obras que pararam ou que tiveram atraso, em razão da paralisação nas estradas, serão retomadas e concluídas, assim como as demais atividades do Executivo.

Fonte: Prefeitura de Posse

Encontros Regionais do TCM/GO estão suspensos em Iporá e Posse (GO)




O TCMGO comunica aos jurisdicionados e ao público em geral que os Encontros Regionais de Iporá e Posse foram suspensos.

Os eventos de Iporá e Posse estavam programados para os dias 29 de maio e 5 de junho, respectivamente.

A razão da suspensão é o cenário atual de falta de abastecimento de combustíveis em Goiás e em todo o País.

Tão logo a situação seja normalizada, os referidos eventos serão remarcados e as novas datas serão amplamente divulgadas.

O TCMGO agradece a todos pela compreensão.

Laboratório de Estudos Político-Sociais lança o e-Ranking Cidadão, plataforma virtual de atuação de deputados federais e senadores


O Laboratório de Estudos Político-Sociais (Labep) lança dia 6 de junho, em Brasília/DF, o e-Ranking Cidadão. Uma plataforma virtual e interativa que traz um amplo diagnóstico da atuação de deputados federais e senadores. 

A ferramenta contribuirá para a definição de estratégias e ações políticas, para a tomada de decisões e para o trabalho parlamentar de entidades civis, movimentos sociais e sindicatos.

Com o e-Ranking Cidadão, o Labep também pretende contribuir para ampliar o entendimento sobre as atividades do Congresso Nacional e instrumentalizar a atuação de diversas organizações e entendidas sindicais. 

 O e-Ranking Cidadão possibilitará ainda o monitoramento da atividade parlamentar e pode auxiliar a sociedade na avaliação do desempenho de seus representantes no Congresso Nacional.

Diante da necessidade de mensuração da atuação dos parlamentares federais, o Labep desenvolveu uma plataforma que apresenta de forma clara e transparente uma metodologia que permite aferir a influência dos parlamentares e sua atuação nos principais temas de interesses da sociedade e dos trabalhadores.

Ao acessar o e-Ranking Cidadão o usuário poderá obter informações relativas à atuação dos parlamentares em projetos de lei, medida provisória e outras proposições e identificar por meio do sistema o autor e relator da proposta; os interesses do governo e da oposição; os principais defensores e opositores da matéria, entre outras informações que podem contribuir para o acompanhamento dos temas de interesses de movimentos sociais, entidades, organizações e sindicatos.

Lançamento do e-Ranking Cidadão

Data: 06/06/2018

Local: Teatro do Brasília Shopping, Brasília/DF

Horário: 8h30 - término às 12h

terça-feira, 29 de maio de 2018

Reconfortante: Família é encontrada e jovem, após 28 anos, fala pela primeira vez com seus pais



"Boa noite, Dinomar Miranda,

Nem sei como te agradecer. 


Somente Deus possa retribuir por tudo que vc fez, faz e continua fazendo, não somente por essa família, mas por muitas outras também. 

Estou extremamente feliz em sermos um elo dessa família. A mãe apareceu hoje, no finalzinho da tarde, aqui na Paróquia.

Liguei para a moça e consegui colocar os pais para falar com ela.

Foi ali onde vi a felicidade estampada no rostinho de cada um deles.

Olhe que casal simples e humilde, mas verdadeiramente de um coração doce e humano. Foi um rencontro de um momento partido.

Obrigado, de coração. Deus abençoe seu trabalho."

Secretaria da Paróquia de Campos Belos

Já Publicamos:

Alto Paraíso (GO): XII Aldeia Multiétnica vai celebrar as crianças indígenas



De 13 a 20 de julho, a Casa de Cultura Cavaleiro de Jorge, em parceria com o Centro de Estudos Universais, realiza a XII Aldeia Multiétnica, na Chapada dos Veadeiros (GO). 

Com o tema “Festa das Crianças”, a 12ª edição celebrará as crianças indígenas. 

Até o momento, as etnias confirmadas para esta edição são Krahô (TO), Kayapó Mebengokré (PA), Fulni-ô (PE), Guarani Mbyá (SP) e os povos do Alto Xingu (MT). Cada uma apresentará as festas, costumes, tradições, ritos de passagem e brincadeiras relacionadas à infância, sob a perspectiva de diferentes culturas indígenas.

Em um novo local desde o ano passado, em 2018 o projeto firma-se como um Centro de Saberes na Chapada dos Veadeiros sobre os povos e comunidades originários e tradicionais, suas culturas e tecnologias sociais, com representantes indígenas como mestres facilitadores.

A localização privilegiada do espaço onde acontece o evento, o contato com o bioma Cerrado e a participação de indígenas e não-indígenas em uma programação de convivência profunda, que atravessa dias e noites, permitem que os participantes tenham contato de forma prática com fragmentos de diferentes culturas indígenas (como cantos, danças, ritos, arquitetura, artesanato, língua e pintura corporal), inserindo-se às atividades diárias de uma aldeia.

Oficinas, feiras de artesanato, palestras, apresentações culturais, incursões pelo Cerrado e rodas de prosa são algumas das atividades que integram a programação. 

Durante as noites, rituais sagrados, cantorias e contação de histórias e lendas ao redor das fogueiras deixam a experiência ainda mais rica.
A Festa das Crianças

O escritor Daniel Munduruku costuma afirmar que a pior pergunta que pode ser feita a uma criança indígena é “o que você vai ser quando crescer?”. 

Segundo ele, à criança indígena é dado o direito de viver a infância sem preocupação com o futuro. O melhor tempo é o presente.

Nas comunidades indígenas, a infância é vivida e celebrada de forma muito intensa. É durante esta fase que os saberes tradicionais são compartilhados e a comunidade é fortalecida. 

As crianças são integradas a todas as atividades da aldeia. Aprendem a caçar, mexer com a roça, subir em árvores, nadar e conhecer o território onde vivem. Habilidades básicas para desenvolver a autossuficiência e a forma como darão continuidade às tradições de seu povo.

Como participar da XII Aldeia Multiétnica

É possível aderir ao pacote completo, de 7 dias de vivência, com hospedagem (em camping), alimentação (café da manhã, almoço e jantar) e acesso à programação completa e aos atrativos naturais do espaço (Cachoeiras Almécegas I e II e Rio Couros). 

Ou adquirir o bilhete diário de visitação, que permite participar das atividades das 14h às 18h.

Informações completas: www.aldeiamultietnica.com.br/pacotes

Arraias (TO): Ministério Público Federal convoca audiência pública para discutir devastação do Rio Bezerra




O Ministério Público Federal, em Gurupi, marcou uma audiência pública na cidade de Arraias (TO), sudeste do estado, para discutir e apurar as responsabilidades para o derrame de rejeito de minério, despejado no Rio Bezerra, ação flagrada constantemente por moradores ribeirinhas e publicado, sempre, aqui no Blog. 

A Audiência pública vai ocorrer no dia 19 de junho, a partir das 15h, no prédio da Câmara Municipal de Arraias (TO).

Será coordenada pelo procurador da República Humberto de Aguiar Júnior, para, dentre outras providências, promover o debate sobre os principais desafios enfrentados para por em prática a efetiva recuperação da área ambiental degradada por parte da Itafós Mineradora.

Serão convidados a compor a mesa, dentre outros legitimados, representantes da Itafós e da Naturatins. 

Cidadãos presentes também poderão se inscrever e participar da discussão do Tema.

Há quatro, em 2014, depois de várias publicações aqui neste blog denunciando a degradação do rio bezerra, pós chegada da mineradora, foi aberto um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) entre a Itafós e a Naturatins, para se recuperar a devastação ambiental sofrida pelo bioma local. 

Mas parece que as condutas previstas não foram colocadas em prática e nada mudou em quatro anos.


Imagem do Dia: Lay Sampaio, candidata à Rainha do XXV Rodeio de Campos Belos






Divulgada programação da VI Semana de Integração Acadêmica da UEG, em Campos Belos




A programação da VI Semana  de Integração Acadêmica da UEG, em Campos Belos, foi divulgada.

O evento ocorre entre 4 e 8 de junho, com palestras, oficinas, minicursos, seminários sobre águas, sarau, feira do empreendedor, quadrilha junina e apresentações culturais.

Confira a programação:  


Dia 04/06/2018 Local Rotary Club Horário: 18h30
Abertura oficial do evento
Apresentações Culturais
Palestra: Transformando Oportunidades em Resultados: “ O Mundo mudou bem na minha vez”.
Palestrante: Prof. Adm. José Rafael Medeiros Filho


Dia 05/06/2018 Local: UEG Campus Campos Belos Horário 18h:30 às 22:00h

Minicursos e Oficinas- Letras, Pedagogia e Tecnologia em Agroecologia

1. Minicurso: Learning English through games (Prof. Cristiane Rosa Lopes)

Local: Câmpus Campos Belos Data: 05/06/2018 Horário: 18h30 às 22:00h

2. Minicurso: Leitura de poesia: natureza, reflexão e recepção do texto poético. (Prof. Edilson Alves de Souza)

Local: Câmpus Campos Belos Data: 05/06/2018 Horário: 18h30 às 22:00h

3. Minicurso: “Leia para que eu te ouça e escreva para que eu te leia”. Desvendando os segredos de como produzir um texto dissertativo-argumentativo. (Prof. Jannekelly Alves Franco)

Local: Câmpus Campos Belos Data: 05/06/2018 Horário: 18h30 às 22:00h

4. Minicurso: Intergêneros, ressignificados e produções literárias. (Prof. Junia Januaria Garcia e Prof. Larissa Cardoso Beltrão)

Local: Câmpus Campos Belos Data: 05/06/2018 Horário: 18h30 às 22:00h


5. Minicurso: Como confeccionar uma Norma? (Prof. Marconi Moura de Lima)

Local: Câmpus Campos Belos Data: 05/06/2018 Horário: 18h30 às 22:00h


6. Minicurso: O Estágio Supervisionado e a pesquisa na formação de professores: uma perspectiva investigativa da prática docente e dos processos educacionais. (Prof. Luciana Nogueira da Silva e acadêmicas)

Local: Câmpus Campos Belos Data: 05/06/2018 Horário: 18h30 às 22:00h


7. Minicurso: O lúdico: brinquedos e brincadeiras na Educação Infantil, aprendizado e desenvolvimento com foco na qualidade da Educação. (Prof. Ana Maria Xavier dos Santos)

Local: Câmpus Campos Belos Data: 05/06/2018 Horário: 18h30 às 22:00h

8. Minicurso: Sobre a Sala de Recursos Multifuncionais e Atendimento Educacional Especializado (AEE). (Prof. Carmem Oliveira Souza Santos)

Local: Câmpus Campos Belos Data: 05/06/2018 Horário: 18h30 às 22:00h


9. Minicurso: Dirigindo brincadeiras de educação para o Trânsito: Tiras Educacionais. (Prof. Fábio Bandeira de Melo)

Local: Câmpus Campos Belos Data: 05/06/2018 Horário: 18h30 às 22:00h


10. Minicurso: Tempos líquidos: a era pós-sólida de uma sociedade em movimento, por Zygmaunt Bauman. (Prof. Idonizeth Alves Pereira)

Local: Câmpus Campos Belos Data: 05/06/2018 Horário: 18h30 às 22:00h

11. Minicurso: Metodologia Científica. (Prof. Manoel Soares de Aragão)

Local: Câmpus Campos Belos Data: 05/06/2018 Horário: 18h30 às 22:00h

12. Minicurso: Mídia-educação e reflexividade: a cultura midiática na escola atual. (Prof. Luís Marles G. dos Santos )

Local: Câmpus Campos Belos Data: 05/06/2018 Horário: 18h30 às 22:00h

13. Minicurso: Do leitor ao navegador: literatura nas redes sociais. (Acadêmicos da pós-graduação – Bianca, Carlos Henrique, Caroline, Jéssica, Ludmilla, Geovana, Bruna e Michele)

Local: Campus Campos Belos Data: 05/06/2018 Horário: 18h30 às 22:00h

14. Minicurso: Atividades Agrícolas de baixo custo (Oportunidade de renda e qualidade alimentar) (Prof. Carloeme Alves de Oliveira)

Local: Campus Campos Belos Data: 05/06/2018 Horário: 14:00hàs 16:00h

15. Minicurso: Educação empreendedora (Prof. Reijane Tolentino de Deus Souza)

Local: Campus Campos Belos Data: 05/06/2018 Horário: 14:00h às 16:00h


16. Minicurso: Gestão de recursos hídricos em tempos de crise hídrica: “Cerrado, berço das águas”. Até Quando? (Prof. Maximiliano Bayer – Instituto de Estudos Sócio-ambientais – IESA/UFG)

Local: Rotary Club Data: 05/06/2018 Horário: 18h30 às 22:00h

Porangatu (GO) passa a ter posto de recebimento de embalagens vazias de defensivos agrícolas




Acaba de ser inaugurado o posto de recebimento de embalagens vazias do município de Porangatu, no interior de Goiás. 

A unidade do Sistema Campo Limpo, programa brasileiro de logística reversa de embalagens vazias de defensivos agrícolas, deve atender produtores rurais de todo norte goiano e será gerenciada pela Arago (Associação dos revendedores de Agrotóxicos de Goianésia). 

Todo material entregue pelos produtores no posto de Porangatu será encaminhado para a central do Sistema Campo Limpo de Goianésia, de onde será enviado para reciclagem ou incineração.

A instalação do posto contribui para manter o Brasil como referência mundial no setor. No país, 94% das embalagens plásticas primárias comercializadas retornam para o Sistema.

O Sistema Campo Limpo foi estabelecido pela Lei Federal 9.974/00, que instituiu o conceito de responsabilidade compartilhada na logística reversa de embalagens vazias e que determina obrigações para cada elo da cadeia produtiva agrícola, envolvendo desde os fabricantes e distribuidores até os produtores rurais, com apoio do Poder Público. 

Seu funcionamento tem início já na compra do produto pelo agricultor, uma vez que a revenda deve indicar na nota fiscal o local onde o material deve ser devolvido. 

“A partir da compra, o produtor tem a responsabilidade de, após preparar a calda para aplicação na lavoura, lavar corretamente e inutilizar a embalagem, e também separar as tampas, entregando todos os itens nos pontos de recebimento”, explica Acilamar Vilela, coordenadora regional de Operações do inpEV (Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias). 

O Instituto é o núcleo de inteligência do Sistema Campo Limpo nas atividades de destinação de embalagens vazias de defensivos agrícolas e promove ações de conscientização e educação ambiental sobre o tema, conforme previsto em legislação.

A responsabilidade por dar a destinação ambientalmente correta às embalagens vazias é da indústria fabricante (representada pelo inpEV), que as encaminha para reciclagem ou incineração. 

“Ao poder público cabe a fiscalização do funcionamento do Sistema, como a emissão de licença para as unidades de recebimento dos materiais e o apoio aos esforços de educação e conscientização do agricultor em parceria com os fabricantes e distribuidores”.

“O produtor que tiver dúvidas sobre o que fazer, encontra no site do inpEV e na Arago todos os esclarecimentos necessários para que cumpram com sua responsabilidade”, finaliza a coordenadora do Instituto. 

 A unidade fica na antiga BR 153, S/N, a 2 Km, Zona Urbana.

"Milhões investidos e nenhum benefício pro povo" diz Amastha sobre obra abandonada no Rio Arraias


"Arraias precisa urgentemente da conclusão dessa obra. 

Olha quantos milhões investidos e nenhum benefício pro povo dessa cidade. Nós vamos resolver", garantiu o candidato a governador pela Coligação A Verdadeira Mudança, Carlos Amastha (PSB).

A declaração ocorreu durante visita segunda-feira, dia 28, à obra de barramento do Rio Arraias, iniciada ainda em 2010, no governo Marcelo Miranda, e paralisada em razão de várias fraudes em licitação entre elas superfaturamento de preço.

Além de garantir o abastecimento de água na cidade e região, a obra, com orçamento inicial de R$ 20 milhões (metade do custo), iria impulsionar a agricultura irrigada no município.

Ao conversar visitar o centro da cidade, Amastha conversou com comerciantes e moradores. 

Uma delas, dona Maria de Lurdes, que reclamou da falta de oportunidades para os jovens. "Meus filhos vão terminar o ensino médio e não vão ter nem emprego. 

Queria que eles estudassem, mas não é tão fácil assim pra gente", lamentou a moradora.

Hoje, o comércio de Arraiais sofre forte concorrência de Campos Belos (GO), que paga impostos mais baixos do governo goiano e consegue o vender seus produtos a preços mais baratos. 

Esse cenário faz com que 25% dos seus consumidores sejam do município de Arraias.

Com informações do Surgiu

Dois meses após escândalo em Formosa/GO, papa Francisco se pronuncia indiretamente “É escandaloso administrar a Igreja como se fossem bens pessoais”


Dois meses após um escândalo em Formosa que envolveu o nome da Igreja Católica, a maior autoridade da religião, o papa Francisco se pronuncia indiretamente sobre o tema. 

À época o Ministério Público de Goiás desencadeou uma operação para prender o bispo, o juiz eclesiástico, mais sete religiosos e dois empresários. 

Todos eram acusados de desvios que superam R$ 2 milhões dos cofres da Diocese de Formosa.

“Quem crê não pode falar de pobreza e viver como um faraó,” observou. 

“É escandaloso administrar os bens da Igreja como se fossem bens pessoais. Me faz mal ouvir que um eclesiástico se deixou manipular administrando os trocados da ‘viúva’ (doações)”. 

As preocupações expostas pelo Papa Francisco foram ditas aos bispos italianos, na 71ª Assembleia Geral da Conferência Episcopal Italiana (CEI).

O Santo Padre também abordou sobre transparência com gastos dos dinheiros da igreja, de modo a evitar que despesas pessoais sejam custeadas com recursos da Santa Sé. 

“Conheço um de vocês que jamais convida alguém para o jantar utilizando o dinheiro da diocese, mas paga do próprio bolso. São pequenos gestos, mas são importantes.”

O papa também abordou sobre a diminuição de algumas dioceses (são as divisões de território, em que as igrejas daquela região são administradas por bispos). 

“Conheço um de vocês que jamais convida alguém para o jantar utilizando o dinheiro da diocese, mas paga do próprio bolso. São pequenos gestos, mas são importantes.”

OPERAÇÃO CAIFÁS


A operação, batizada de Caifás, foi deflagrada pelo Ministério Público de Goiás (MP-GO), em Formosa, Posse e Planaltina, com objetivo de desarticular uma associação criminosa que desviava recursos da cúria, administração central, da Diocese de Formosa e de algumas paróquias ligadas a ela.

À época, dos 13 mandados de prisão requeridos, nove foram autorizados, os quais somam-se aos 10 mandados de busca apreensão executados. 

Segundo informações da assessoria de imprensa do MP, nas residências inspecionadas, foram apreendidos dinheiro em espécie, joias e relógios entre outros objetos de valor, os quais seriam frutos das condutas criminosas.

No dia 17 de abril, o bispo de Formosa Dom José Ronaldo Ribeiro teve alvará de soltura expedido após decisão unânime da 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO), que realizou nova análise do processo seguindo orientação do Superior Tribunal de Justiça (STJ). 

A decisão do colegiado foi comunicada pela relatora do processo, desembargadora Carmecy de Oliveira.

Com texto do Mais Goiás