Banner 1

Banner 1

quinta-feira, 12 de abril de 2018

Prefeitura de Monte Alegre de Goiás decreta calamidade pública na administração financeira no município



O vereador Filipe Sousa, de Monte Alegre de Goiás, denuncia que foi aprovado na câmara de vereadores da cidade decreto de calamidade pública na administração financeira no município.

O parlamentar diz que votou contra o decreto junto com Vereador Gerson Quirino.

Ele afirma ainda que o decreto isenta o prefeito de responsabilidade fiscal e dar plenos poderes para o executivo, podendo fazer o que quiser para economizar, como por exemplo demitir funcionários em estágio probatório, parcelar salários, diminuir salários, evitar greves, aumentar e antecipar impostos, comprar sem licitação, deixar de cumprir com as necessidades básicas sem nenhuma consequência, entre outras coisas.

"Também pode usar esse decreto para sensibilizar o governo Federal e Estadual com a situação do Município.

Porém já devia ter entrado com um plano de economia desde janeiro de 2017, assim já tinham pagado a dívida dos precatórios, agora espero que o povo não pague caro pela má gestão do dinheiro público", explica Filipe Sousa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário